Conheça 7 opções para controlar o lúpus

· 1 de fevereiro de 2017
Essas opções podem ser um grande complemento para o tratamento médico do lúpus, mas sempre devemos consultar um médico sobre seu consumo e não tomar decisões por conta própria.

O lúpus é uma doença autoimune da qual pouco se sabe. Por este motivo, hoje descobriremos de que maneira podemos ajudar a controlar o lúpus, caso sofremos com isso.

Entre as poucas coisas que sabemos sobre o lúpus, é que ele se caracteriza por ser uma doença inflamatória autoimune que pode afetar múltiplos órgãos e que existem cerca de 5 milhões de pessoas afetadas em todo o mundo.

Naturalmente, é muito raro encontrar dois pacientes com os mesmos problemas ou sintomas, uma vez que uma das principais características do lúpus é que ele é muito heterogêneo.

Esta doença ataca órgãos e tecidos como, por exemplo, articulações, músculos, pele, rins, cérebro, etc.. Em muitas ocasiões, como este estudo aponta, o lúpus tem uma estreita relação com a depressão e a ansiedade.

Opções para controlar o lúpus

Além de seguir os tratamentos indicados pelo médico, podemos usar as seguintes opções para controlar o lúpus da melhor maneira possível.

1. Massagens

Massagem para controlar o lúpus

Uma das formas mais antigas, populares e artesanais de controlar o lúpus é através de massagens. Elas são úteis porque podem proporcionar os seguintes benefícios:

  • Desintoxicar seu corpo
  • Diminuir os níveis de estresse
  • Melhorar a eficiência metabólica
  • Reduzir a inflamação

As massagens são uma boa opção para tratar esse problema a longo prazo. Basta uma massagem semanal, mas certifique-se de recebê-la de um especialista.

Embora isso possa ser mais caro, os benefícios são mais visíveis desde o primeiro dia. Você também deve se certificar de informar o massagista que você recorreu à ele como parte do seu tratamento para o lúpus.

Leia também: Benefícios da massagem no corpo

2. Azeite de oliva

O azeite de oliva tem grandes quantidades de ômega 9. Este tipo de gordura é ideal para controlar ou evitar a inflamação, que é um dos principais sintomas do lúpus.

O azeite de oliva também fornece um bom número de fitonutrientes. Eles ajudam a proteger o corpo contra os efeitos das doenças crônicas. A única coisa que você precisa fazer é incluir o azeite de oliva na sua dieta diária.

Você pode adicioná-lo como molho para temperar suas saladas ou para cozinhar, no lugar do óleo de canola e similares.

Além de incluir o azeite de oliva, ter uma dieta com pouco açúcar previne as crises de lúpus.

3. Vinagre de maçã

O vinagre de maçã ajuda a diminuir os sintomas do lúpus

Um dos efeitos secundários dessa doença é que diminui o teor de ácido clorídrico no organismo.

Essa alteração pode ser reparada com o vinagre de maçã, já que ele gera estímulos na produção de ácido clorídrico no corpo.Manter esse equilíbrio é importante. Por outro lado, as qualidades de desintoxicação que esse tipo de vinagre oferece também são importantes.

Para incluir o vinagre de maçã em sua dieta, você tem várias opções.

  • Usá-lo para temperar suas saladas ou para criar conservas naturais com alguns alimentos.
  • Tomar um copo de água com vinagre por dia, melhor ainda se for pela manhã.

4. Manjericão

As opções à base de plantas são os favoritos e a primeira opção para tratar doenças crônicas. No caso do lúpus, o manjericão é uma das primeiras alternativas que você deveria considerar.

Por ser anti-inflamatório e conter antioxidantes naturais, é uma erva que ajuda seu corpo a se adaptar ao estresse e aos desequilíbrios enzimáticos.

Use o manjericão roxo para dar mais sabor aos seus pratos e se beneficiar de todas as suas propriedades.

5. Os probióticos

Manter uma boa saúde estomacal é essencial para controlar o lúpus.

A deficiência de nutrientes é comum nos pacientes com essa doença, por isso é fundamental garantir uma absorção de nutrientes adequada.

A construção de uma base de bactérias probióticas no intestino ajuda a prevenir a inflamação. Isso faz com que as citoquinas (proteínas que regulam a função das células) se propaguem por todo o corpo.

6. Óleo de coco

Acrescentar óleo de coco à sua dieta ajuda para ter um maior equilíbrio no seu sistema imunológico, melhora a digestão, controla os níveis de colesterol e diminui a frequência das crises de lúpus.

Nossa recomendação é que você o inclua na sua dieta, alternando com o azeite de oliva.

Compreendemos que o sabor do azeite de oliva é muito mais familiar para o nosso paladar, mas você só vai precisar de alguns dias para se adaptar a esse novo óleo.

7. Gengibre

O gengibre ajuda a diminuir os sintomas do lúpus

O gengibre geralmente é consumido pelas pessoas com artrite e dor nas articulações. As qualidades que o tornam uma boa alternativa para esses desconfortos também podem ser benéficas para as pessoas com lúpus.

Um dos primeiros sintomas e mais frequentes da doença é o inchaço ou inflamação, juntamente com a dor nas articulações.

Conseguir o alívio deste problema pode ser o primeiro passo para voltar a ter uma qualidade de vida adequada.

Visite este artigo: Gengibre e cúrcuma, a bebida medicinal para as articulações

O lúpus é uma doença muito perigosa, portanto, requer muitos cuidados e atenção da sua parte. Se você foi diagnosticado, é importante seguir todas as recomendações do seu médico.

Além disso, usar essas opções naturais te ajudará a complementar o tratamento e diminuir os sintomas. Você se anima a experimentar essas opções para controlar o lúpus?