7 razões para as articulações doerem

· 8 de setembro de 2017
Diante do menor sinal de dor nas articulações que não desaparece, é fundamental procurar um especialista para descartar possíveis complicações e obter um tratamento adequado.

As articulações fazem parte do sistema locomotor do corpo humano e, graças a elas, podemos nos mover. Quer conhecer as possíveis razões para as articulações doerem?

A primeira coisa que você deve saber é que não há um só motivo; os desencadeantes podem ser vários.

Hoje, em nosso artigo, vamos falar sobre os mais comuns. Confira!

1. Razões para as articulações doerem: infecções

Febre

Esta é uma das razões mais comuns pelas quais suas articulações doem.

Se você tiver, por exemplo, uma ferida que não foi limpa da maneira apropriada, ela pode ter sido infectada por bactérias como a Staplhylococcus aureus ou a treptococcus.

À princípio você sentirá dor, depois aparecerão a febre e os calafrios derivados dela. Neste caso, será necessária intervenção médica. O mais normal é que o médico receite antibióticos via intravenosa para combater as bactérias.

É importante buscar assistência especializada. Se não o fizer, a infecção pode aumentar e invadir o resto do corpo, causando uma sepsia que pode ser mortal.

A boa notícia é que o tratamento médico é muito simples, fácil de fazer e econômico caso determinado a tempo.

Veja também: Remédios caseiros para baixar a febre

2. Razões para as articulações doerem: gota

Quando são consumidas proteínas em excesso, o corpo produz ácido úrico como parte do processo metabólico para eliminá-las.

Infelizmente, se o seu consumo de proteínas for muito alto, elas não se depurarão de forma correta. Isto significa que a proteína se acumula e causa inflamação nas articulações.

Esta doença recebe o nome de gota. Seus sintomas são:

  • Calor e inchaço;
  • Sensibilidade ao tato e vermelhidão;

É importante saber que um consumo alto de proteínas não é a única razão deste problema, mas sim uma das principais.

Outros fatores associados à gota e pelos quais as articulações doem são o consumo de álcool, o excesso de açúcares e o sobrepeso.

Para evitar este problema, basta comer de maneira equilibrada e manter um estilo de vida igualmente saudável.

Recomendamos também o artigo: Este é um dos melhores remédios para aliviar o inchaço dos pés

3. Razões para as articulações doerem: doença de Lyme

A doença de Lyme é outra das razões pelas quais as articulações doem. Trata-se de uma doença infecciosa causada pela picada de um carrapato infectado.

Esta doença ocorre quando o carrapato tira o sangue da pessoa e introduz uma bactéria.

Os sintomas incluem:

  • Erupção cutânea;
  • Febre;
  • Dor corporal;
  • Rigidez no pescoço;
  • Cansaço ou fadiga.

Se você acredita que pode ter este problema, é necessário procurar um médico para que obtenha um diagnóstico correto.

Por sorte, basta um tratamento com antibióticos para eliminar a infecção e evitar que se expanda a outras articulações e órgãos internos.

4. Razões para as articulações doerem: lúpus

Queda de cabelo

O lúpus é uma doença classificada como autoimune e outra das razões pelas quais as articulações podem doer.

Caso não seja tratada adequadamente, pode afetar todas as articulações.

Caracteriza-se pelo fato de que o sistema imunológico ataca diferentes partes do organismo como se fossem agentes externos nocivos.

Isto significa que o lúpus pode afetar as articulações, a pele, o sangue, os rins, o coração, os pulmões e outros órgãos.

Quem sofre desta doença pode apresentar:

  • Erupções cutâneas;
  • Perda de cabelo;
  • Chagas bucais;
  • Problemas para respirar;
  • Problemas de memória.

5. Razões para as articulações doerem: gonorreia

A gonorreia é uma doença sexualmente transmissível que afeta as genitálias e as articulações e provoca o que se conhece como artrite gonocócica.

Se você sofre desta doença e suas articulações doem, deve conversar com seu ginecologista para analisar se é preciso uma mudança de tratamento.

Se você não tiver certeza sobre o diagnóstico, mas tem ou teve uma vida sexual muito ativa e sem muitas precauções, preste atenção aos seguintes sintomas:

  • Febre;
  • Dor abdominal e articular;
  • Dor nas mãos e pulsos devido à inflamação;
  • Ardor ao urinar e erupções cutâneas.

6. Razões para as articulações doerem: artrite reumatoide

A artrite reumatoide é outra das possíveis razões pelas quais suas articulações doem.

Este tipo de artrite é uma doença autoimune que se caracteriza principalmente por inchaço e rigidez matutina das articulações.

Também pode se apresentar um quadro de febre, fadiga e perda de peso.

A artrite reumatoide costuma começar de maneira leve e, com o tempo, pode chegar a causar deformidades nas mãos.

O tratamento é de longa duração e contempla:

  • Fisioterapia;
  • Medicamentos;
  • Exercícios;
  • Cirurgia.

O ideal é tratá-la desde o princípio para que seus efeitos sejam os menores possível.

7. Razões para as articulações doerem: movimentos repetitivos

Dor nas articulações

É possível que as razões que mencionamos antes não tenham nada a ver com o seu caso.

Nesse caso, você deve prestar atenção para descobrir se está fazendo movimentos repetitivos na área que agora está doendo ou gerando incômodo.

Às vezes nos acostumamos tanto a certas atividades que já nem as notamos e, menos ainda, as associamos com os problemas de saúde que temos.

Os movimentos repetitivos podem causar:

  • Tendinite. É uma inflamação do tendão que conecta o músculo com o osso. Impede que a articulação se mova corretamente.
  • Inflamação dos ligamentos. Os ligamentos fazem parte do aparelho locomotor e seu dano pode comprometer o movimento da articulação.

Se você notou que suas articulações doem, recomendamos que procure seu médico para determinar a razão e encontrar a solução.

Talvez no início você pense que não é nada grave mas, com o tempo, os problemas podem se agravar até afetar sua vida diária.

  • Rutherford, A., Nikiphorou, E., & Galloway, J. (2017). Rheumatoid arthritis. In Comorbidity in Rheumatic Diseases. https://doi.org/10.1007/978-3-319-59963-2_3
  • Cirkel, C., Rody, A., Meneder, S., & Ahrens, T. (2018). Sexually transmitted diseases. Gynakologe. https://doi.org/10.1007/s11256-018-0466-9
  • Castrejon, I., Nika, A., Sequeira, W., & Jolly, M. (2017). Systemic lupus erythematosus. In Comorbidity in Rheumatic Diseases. https://doi.org/10.1007/978-3-319-59963-2_6