7 efeitos invisíveis de maus-tratos psicológicos

3 de agosto de 2017
Em muitas ocasiões, a vítima de maus-tratos psicológicos tem um grande sentimento de culpa que a impede de sair do relacionamento e que inclusive pode derivar em uma depressão.

Os maus-tratos psicológicos são muito cruéis. Esse tipo de violência faz com que a vítima duvide se na realidade está sendo maltratada ou não.

O pior é que, a menos que também exista agressão física, a pessoa não é consciente da gravidade do problema.

Além de ser um tipo de maus-tratos invisível, suas consequências também o são.

Não são percebidas a um simples olhar, mas a pessoa maltratada as sofre e as carrega inclusive muito tempo depois de ter saído de uma situação de violência.

As consequências dos maus-tratos psicológicos

1. A constante sensação de que não vale nada

maus-tratos psicológicos

A baixa autoestima pode ser um dos detonadores desse tipo de maus-tratos. Uma pessoa com alta autoestima jamais permitirá isso. Entretanto, a autodesvalorização é algo muito mais comum do que parece.

Além disso, depois de uma situação de violência, pode inclusive aumentar. Por isso, a sensação de que não valemos nada se acentua, até tal ponto de que não somos capazes de levantar a cabeça.

Pedir ajudar e nos rodearmos de pessoas que nos amam e que são boas para nós será muito importante.

2. O encontro com a solidão

Na maioria dos casos de maus-tratos psicológicos, o agressor vai isolando cada vez mais sua vítima, até o ponto em que a afasta de seus amigos e inclusive de sua família.

O que o agressor procura é fazer com que a vítima não tenha nenhum apoio para que não tente cortar a relação com ele.

Na maioria das ocasiões, chega inclusive a criar uma imagem pejorativa da vítima, para que assim ninguém suspeite e se afastem por decisão própria.

Descubra: Maus-tratos e abuso no relacionamento adolescente

3. Ficar cara a cara com o sentimento de culpa

Uma das melhores cartas com as quais um agressor psicológico pode jogar é a da culpaA vítima em todo momento acreditará que é ela que agiu mau e por isso a outra parte responde com insultos, abusos verbais,etc.

Essa culpa surge por conta da baixa autoestima da qual falávamos no início e é muito difícil de eliminar, a menos que haja um trabalho em cima disso.

4. A depressão estará a cada esquina

maus-tratos psicológicos

A depressão é um dos males do nosso tempo. Contudo, também é algo com o que a maioria das pessoas que sofreram maus-tratos vão se encontrar.

A depender do quão profunda for, pode até levar a vítima a ter ideias de suicídio.

A culpa, acreditar que merece tudo o que acontece e a solidão farão com que a pessoa acredite que a única saída é acabar com a própria vida.

5. A dificuldade para expressar o que sente

Uma das grandes consequências das pessoas que sofreram maus-tratos psicológicos é que têm sérios problemas para poder expressar suas emoções. É o que se denomina de “mutismo emocional”.

Leia: Dia contra o abuso infantil: proteger as crianças é responsabilidade de todos

Elas passaram tanto tempo suportando tudo o que experimentavam emocionalmente porque se sentiam culpadas e acreditavam que mereciam.

Dessa forma, tentaram anular suas emoções para poder sobreviver. Entretanto, isso as leva ao ponto anterior: a depressão.

6. Não conseguir dormir

Esse é um dos problemas que qualquer vítima de maus-tratos terá: a insônia. Tudo isso por culpa da ansiedade e do estresse que a situação vivida causou.

Em muitas ocasiões, os sonhos se transformarão em pesadelos e evitarão a possibilidade de ter um sono tranquilo, plácido e reparador.

É normal que as pessoas que passaram por algum tipo de maus-tratos recorram a determinados comprimidos para dormir que lhes permita descansar de alguma maneira.

7. Problemas para se relacionar com os demais

maus-tratos psicológicos

Como não poderia ser de outra maneira, as pessoas que sofreram maus-tratos psicológicos terão uma grande tendência a desconfiar dos outros, com medo de que a situação volte a se repetir.

Por esse motivo, e também devido ao seu mutismo emocional, acabam não sendo capazes de ter relacionamentos saudáveis ou de estabelecer vínculos emocionais com outras pessoas.

Antes de ir não perca: Feridas que não cicatrizam: neuropsicologia dos maus-tratos contra a mulher

Os maus-tratos psicológicos são silenciosos, não são vistos, se escondem atrás de um olhar ou de uma palavra aparentemente inocente.

No entanto, as profundas feridas que deixam em alguém podem destroçar a vida dessa pessoa para sempre. Porque as pancadas invisíveis são sempre as que mais doem e as mais difíceis de curar.

  • Hibbard, R., Barlow, J., & MacMillan, H. (2012). Psychological Maltreatment. PEDIATRICS. https://doi.org/10.1542/peds.2012-1552