7 dicas contra a alergia infantil

· 7 de outubro de 2018
A principal recomendação contra a alergia infantil é impedir que a criança entre em contato com o alérgeno. Por isso, o mais conveniente é adotar algumas medidas preventivas em casa.

A alergia infantil tornou-se uma das principais consultas em pediatria. Embora esta sempre tenha existido, mudanças ambientais e exposição a algumas toxinas aumentaram o número de afetados.

De fato, a maioria das crianças nasce com sensibilidade a algum elemento. Felizmente, há muito que pode ser feito em casa para evitar suas crises, e minimizar as reações físicas que frequentemente ocorrem na criança.

Mas antes de tudo, é essencial saber que uma alergia é a reação do sistema imunológico à presença de substâncias identificadas como alérgenos. Em outras palavras, é a hipersensibilidade a algum tipo de contato com certas partículas no ambiente.

Como se manifestam as alergias? Qual é a melhor maneira de combatê-las? Recomendamos que você leia esse artigo que, com certeza, irá oferecer ótimas dicas para tratá-las. Não perca!

Causas da alergia infantil

Menino com alergia infantil espirrando

A alergia infantil é desencadeada quando a criança tem contato com um alérgeno através do toque, inalação ou consumo. Em poucos casos, ela também pode ser causada ​​pela picada de um inseto, ou por um medicamento. Seus gatilhos comuns incluem:

  • Mofo e ácaros
  • Partículas de pólen
  • Caspa e saliva de animais (gato, cachorro, cavalo, coelho)
  • Químicos que são liberados por produtos industrializados
  • Alguns alimentos e medicamentos
  • Venenos de insetos

Leia também: Xarope de gengibre, limão e mel de abelhas todos os dias pela manhã para reforçar seu sistema imunológico

Sintomas da alergia infantil

Os sintomas de uma alergia infantil podem variar dependendo do tipo de causa e da gravidade com que ela ocorre. Em geral, as manifestações aparecem devido a alterações nos mecanismos de inflamação, graças à ação imunológica do organismo.

Os sinais para reconhecê-la devem ser classificados de acordo com o tipo de alergia. Sendo assim, os sintomas são:

  • Cutâneas: erupções cutâneas, urticária, vermelhidão, inchaços, entre outros.
  • Respiratórias: tosse e rinite, coriza, dor de garganta, espirros, etc…
  • Digestórias: náusea, vômito e diarreia.

Dicas eficazes para prevenir e tratar a alergia infantil

É impossível evitar que a criança tenha algum tipo de contato com partículas ambientais que produzem a alergia. No entanto, na maioria das vezes você pode tomar algumas medidas preventivas que diminuem essa exposição. O que deve fazer?

1. Limitar atividades ao ar livre

Quando as crianças são alérgicas ao pó e ao pólen é melhor limitar as atividades ao ar livre, especialmente à tarde. Da mesma forma, nessas horas é recomendável fechar as portas e as janelas, para que as partículas não entrem facilmente ao interior da casa.

Dicas contra a alergia infantil: Limitar atividades ao ar livre

2. Evitar amontoar objetos

O acúmulo de poeira é um foco de ácaros e alergias. Por isso, se houver casos de alergia infantil é essencial evitar pilhas de brinquedos, ursinhos de pelúcia, ou roupas. Embora à primeira vista isso não seja notado, ali há a proliferação desses microrganismos.

3. Manter os animais de estimação fora

Não há dúvida de que os animais são uma ótima companhia. No entanto, quando as crianças têm reações alérgicas aos pelos é melhor tentar mantê-los em uma determinada área da casa, fora do quarto. Da mesma forma, é conveniente desinfetar suas camas e tapetes para evitar o acúmulo desses alérgenos.

4. Agir contra o mofo

A umidade que se prolifera em algumas paredes e espaços úmidos da casa pode causar complicações nos casos de alergia infantil. Muitas vezes esses microrganismos causam o aparecimento de problemas respiratórios e de pele. Por isso eles devem ser identificados e eliminados o mais rápido possível.

Para deter a sua proliferação é conveniente usar os umidificadores com cautela. Além disso, as áreas contaminadas com fungos devem ser removidas com produtos antimofo.

5. Usar uma colcha hipoalergênica

Os materiais de alguns cobertores para a cama podem ser propícios para o desenvolvimento de fungos e ácaros. Portanto, se a criança tiver algum tipo de alergia respiratória, o ideal é adquirir uma colcha hipoalergênica que lhe permita dormir sem problemas.

6. Cuidar da comida

Uma boa dieta é aquela que permite fortalecer o sistema imunológico da criança para reduzir esses problemas. No entanto, é essencial ter em conta que as alergias alimentares podem ocorrer. Por isso você deve identificar se a criança sofre alguma reação ao comer determinados alimentos.

Você estaria interessado em ler: “Sou mãe, não escrava das tarefas domésticas”: a carta viral de uma mulher australiana

7 dicas contra a alergia infantil : Cuidar da alimentação

7. Mantê-las longe de produtos químicos

O contato com as partículas de alguns produtos químicos pode piorar os sintomas da alergia infantil. Por isso as crianças devem estar longe enquanto se realizam as tarefas domésticas.

Resumindo, levar essas dicas simples em consideração é fundamental para evitar surtos alérgicos nas crianças. No entanto, as indicações ou tratamentos aconselhados pelo seu pediatra nunca devem ser negligenciados.