Beijos: conheça a seguir 7 incríveis benefícios

· 6 de maio de 2014
Por favorecerem a dilatação dos vasos sanguíneos, os beijos podem ajudar a reduzir a pressão arterial, bem como aliviar dores de cabeça e cólicas menstruais.

Os vários tipos de beijos podem demonstrar sentimentos e emoções diferentes, mas, independentemente do motivo de recebê-los ou dá-los, os benefícios desse ato para a saúde são realmente surpreendentes, conforme veremos a seguir.

Reduz a pressão arterial

Os beijos apaixonados dados ou recebidos aceleram a frequência cardíaca, promovendo assim a dilatação dos vasos sanguíneos, facilitando o fluxo do sangue para todos os órgãos do corpo.

Assim como, reduzem a pressão arterial a níveis normais, o que é um grande benefício para os hipertensos.

Reduz as dores menstruais ou de cabeça

Os especialistas dizem que o beijo pode acabar com as cefaleias e as cólicas menstruais irritantes, mediante a dilatação dos vasos sanguíneos causada pela sensação de prazer de dar e receber beijos.

Leia mais: 5 dicas para prevenir as cólicas menstruais

Evita as cáries

Durante um beijo, a troca de saliva é inevitável; dessa forma, seu volume aumenta e elimina a placa dentária, a principal causa de cáries.

Beijar causa felicidade

O beijo pode aumentar a produção de hormônios gerados pelo estado de felicidade, a saber: dopamina, serotonina e ocitocina. O aumento de seus níveis provoca no corpo prazer e felicidade.

Saiba mais: Alimentos que ajudam a aumentar a serotonina

Beijar queima calorias

Beijar é uma maneira muito prazerosa de queimar calorias em excesso. Nesse sentido, cada beijo apaixonado pode queimar de 8 a 16 calorias.

Os beijos melhoram a autoestima

A troca de beijos pode melhorar em até 100% a autoestima das pessoas, que se sentem amadas e desejadas. Isto é muito importante para qualquer pessoa, independentemente de idade ou sexo.

O beijo como prova de amor

Em suma, um beijo é a melhor maneira de saber se nosso parceiro é realmente a pessoa que cria mil emoções em nós, e apenas um beijo será suficiente para comprová-lo.

E…o que fazem os abraços?

abraço

Quanto aos abraços, seus benefícios são diferentes dos proporcionados pelos beijos. Podem beneficiar muito aqueles que sofrem de pressão arterial elevada, já que sua ação benéfica reduz mais rapidamente estes níveis.

Da mesma forma, os abraços podem aumentar a produção do hormônio que libera ocitocina, a qual causa uma grande sensação de felicidade e prazer.

  • Ferreira, F. R., & Callado, L. M. (2013). O afeto do toque: os beneficios fisiológicos desencadeados nos recém-nascidos. Revista de Medicina e Saúde de Brasília2(2).
  • da Paz Santos, É., de Aquino, G. B., de Souza Ferreira, J., dos Santos, L. D., & Cruz, M. C. P. (2013). A Bioquímica do amor: o que está por trás de um beijo?. XVI ENEQ/X EDUQUI-ISSN: 2179-5355.