6 produtos naturais que te ajudarão a controlar a menopausa

Ainda que exista uma gama de produtos químicos que podem nos ajudar a suportar os sintomas da menopausa, sempre é melhor optar por alternativas naturais, que terão menos efeitos colaterais.

Com a chegada da menopausa, as mulheres costumam ganhar alguns quilos. Geralmente, ela costuma aparecer a partir dos 45 anos e antes dos 54.

Para diminuir seus efeitos, assim como para manter a linha e cuidar da pele quando se chega a esta altura da vida, devemos fazer algumas mudanças na alimentação e tomar suplementos naturais.

Estas mudanças nos ajudarão a ter mais energia e vitalidade para superar esta etapa da melhor forma. Confira agora 6 produtos naturais que são uma ótima opção quando o assunto é controlar a menopausa.

Mudanças metabólicas durante a menopausa

Com o fim dos ciclos menstruais, as mulheres costumam ter mudanças hormonais que vêm acompanhadas por suores, irritação, ondas de calor, e inclusive depressão e ansiedade.

É muito frequente que, a partir dos 45 anos, a mulher comece a perder parte de sua massa muscular. Com isso, sua região abdominal pode aumentar de volume.

Descubra O dom de ser mulher depois dos 40

O melhor sempre é recorrer aos conselhos de um nutricionista que seja especializado em menopausa.

  • É muito útil adotar uma dieta orientada a manter a massa muscular, que aumente as proteínas e reduza determinados carboidratos ricos em farinhas refinadas e gorduras saturadas.
Atividade física na menopausa

As mudanças que acontecem no corpo feminino durante a menopausa podem se suavizar tomando alguns medicamentos, como é o caso dos hormônios, naturais ou sintéticos.

Porém, também podemos recorrer a outros produtos naturais.

1. Isoflavonas de soja

As isoflavonas de soja são o suplemento vitamínico mais conhecido e usado por muitas mulheres.

As estruturas de composição delas são muito similares às dos estrogênios naturais. Assim, são ideais para ocupar o espaço destes estrogênios que já não são produzidos na menopausa.

A soja pode ser o complemento ideal para superar a falta de hormônios naturais.

Contraindicações

  • Caso não seja possível tomar hormônios naturais por qualquer razão, as isoflavonas de soja ou de qualquer outra planta também não serão aconselháveis para consumo.
  • Da mesma forma, não é recomendável para pessoas com alergia a soja.
  • Entre os inconveniente que o consumo de soja tem na atualidade, um deles é a quantidade de soja transgênica que há no mercado.

Na hora de adquirir estes produtos, o melhor é usar soja procedente da agricultura orgânica. Podemos encontrá-la em cápsulas, cremes, etc.

Você sabia? Descubra os alimentos potencialmente cancerígenos

2. Remédios com erva-de-são-cristóvão (actaea racemosa)

Também conhecida como acteia, as receitas desta planta substituem muitos dos produtos tradicionalmente preparados com soja.

É que, dentre outras coisas, ela não nos causa a alergia que a soja pode causar, e nem existe o risco da soja transgênica.

  • Esta planta interessante, originária da América do Norte, pode diminuir a curto prazo os sintomas da menopausa.
  • Também tem princípios ativos contra a ansiedade, as ondas de calor e as palpitações.
  • Podemos encontrar derivados desta planta em muitos produtos para perder peso ou para evitar a queda de cabelo.

Descubra 4 remédios naturais para a combater a queda de cabelo

Mulher na menopausa

3. Trevo-vermelho

Esta planta selvagem, da família das leguminosas, também contém isoflavonas, e ajuda a eliminar os efeitos das ondas de calor noturnas, assim como a ansiedade e a depressão.

Podemos encontrar remédios de trevo-vermelho facilmente. Além de isoflavonas, também oferece minerais (magnésio, potássio, cálcio) e vitaminas como a C.

4. A raiz de maca peruana

A raiz de maca peruana também ajuda muito a amenizar os sintomas da menopausa, além de controlar a ansiedade, a depressão e a perda da libido.

Em determinadas regiões do mundo, como o Peru e a Bolívia, é muito utilizada desde a antiguidade para tratar múltiplas doenças.

Maca peruana na menopausa

5. Dong quai

O dong quai (Angelica sinensis), conhecido como “o ginseng feminino”, costuma ser usado para o alívio de diferentes sintomas, tanto da menopausa quanto os pré-menstruais.

A medicina tradicional chinesa utiliza este princípio ativo há muitos anos.

  • Se procurarmos esta substância nos supermercados, a encontraremos incluída em diferentes receitas alimentares ou complementos.
  • Seus efeitos são similares aos dos estrogênios naturais.

6. Ômega 3

Os ácidos graxos essenciais ômega 3 são um tipo de gordura muito útil para diferentes aspectos de nossa saúde.

Além de proteger nosso sistema imunológico e coração, são usados como anti-inflamatórios, algo fundamental durante a menopausa.

O ômega 3 é uma fonte natural de vitamina E, veículo da maioria dos hormônios. Assim, seu consumo é muito saudável durante a menopausa.

Ainda que as ondas de calor e seus efeitos não sejam evitados, é possível melhorar as inflamações, os problemas nos ossos e o aumento do colesterol no sangue.

Recomendados para você