6 hábitos cotidianos perigosos como o tabagismo

· 11 de dezembro de 2017
Embora não sejam tão mal vistos quanto o tabagismo, há alguns hábitos que consideramos inofensivos, como não dormir o suficiente, que podem ser muito prejudiciais para nossa saúde.

Todos sabemos que o tabagismo é um vício que traz graves consequências para o nosso organismo. No entanto, existem alguns hábitos cotidianos perigosos que podem fazer parte do seu estilo de vida e estão colocando sua saúde em risco.

Continue lendo este artigo para detectar 6 hábitos cotidianos perigosos como o tabagismo.

Por que o cigarro faz tão mal?

Para ter um pouco de contexto, apresentamos a seguir alguns dados alarmantes sobre o consumo do cigarro:

  • Fumar faz mal a quase todos os órgãos do corpo e é diretamente responsável por uma série de doenças.
  • Estima-se que 1 de cada 2 fumantes morrerá de uma doença relacionada ao cigarro.

A cada ano há mais mortes por fumar do que pelas seguintes causas combinadas:

  • Acidentes de veículos.
  • Uso de drogas ilegais.
  • HIV.
  • Incidentes relacionados a armas de fogo.
  • Consumo de álcool.

Este hábito reduz a expectativa de vida dos homens em cerca de 12 anos, e a vida das mulheres em até 11 anos.

Apesar de tudo isso, as seguintes atividades podem ser comparáveis no que diz respeito ao dano causado em nosso corpo:

Hábitos cotidianos perigosos que precisamos evitar

1. Tomar refrigerante

Latas de refrigerante

Os refrigerantes contêm altas quantidades de xarope de milho de alta frutose.

Este ingrediente é o principal culpado pelo aumento dos índices de obesidade, diabetes, doenças cardíacas e outras doenças crônicas.

Quão ruim pode ser tomar um refrigerante? Bom, uma única lata por dia pode nos fazer engordar 7 quilos ao longo de um ano. Além disso, esta pequena dose aumenta o risco de diabetes em 85%.

Além de tudo isso, a milionária indústria dos refrigerantes conta com grandes campanhas focadas em vender não apenas para adultos, mas também para toda a família, incluindo adolescentes e crianças.

2. Dormir muito… ou pouco

Quando se trata de dormir, o ponto adequado é de 7 a 9 horas.

Estudos realizados pelo CDC indicam que dormir menos de 6 horas ou mais de 10 horas por noite pode levar a condições como:

  • Doenças do coração
  • Diabetes
  • Obesidade
  • Depressão

O estudo também recomenda evitar os alarmes repetidos pela manhã, pois o sono interrompido diminui os benefícios do descanso.

Este hábito pode nos deixar mais cansados do que estaríamos ao nos levantarmos com o despertador na primeira vez em que toca.

3. Passar muito tempo sentado

Mulher trabalhando no computador

Se você é daqueles que, após uma jornada de trabalho de oito horas no escritório, vai para casa relaxar assistindo séries, sua vida pode estar em grande perigo.

Segundo um estudo publicado em Archives of Internal Medicine, os adultos que permanecem sentados por mais de 11 horas ao dia têm um risco 40% maior de morrer em um período de três anos, em comparação com os que permanecem sentados por menos de quatro horas ao dia.

Permanecer nesta posição por períodos prolongados aumenta o risco de:

  • Diabetes
  • Câncer
  • Doenças cardíacas

Cabe esclarecer que os riscos não diminuem mesmo que façamos exercícios regularmente.

4. Tomar café em excesso

Embora não exista nada melhor para começar uma longa jornada do que um delicioso café recém preparado, beber mais de quatro xícaras ao dia pode aumentar em 56% a probabilidade de morte.

Uma pesquisa realizada entre 1979 e 1998 estudou o histórico médico e pessoal de 40 mil pessoas. Depois de um típico período de acompanhamento de 17 anos, mais de 2.500 participantes haviam morrido.

Embora a causa da morte não tenha sido o consumo exagerado de café, o estudo descobriu que aqueles que o bebiam em maiores quantidades eram mais propensos a fumar e tinham pulmões e corações menos saudáveis.

O café é fonte de cafeína, o que pode estimular a liberação de epinefrina, inibir a atividade da insulina e aumentar a pressão arterial.

5. Cruzar as pernas

Mulher com as pernas cruzadas

Por mais inofensivo que pareça, cruzar as pernas pode prejudicar a circulação e causar coágulos no sangue, com suas correspondentes complicações como:

  • Varizes
  • Aumento da pressão arterial
  • Trombose
  • Tensão no quadril
  • Problemas posturais

6. Uma má dieta

A alimentação repleta de fast food ou alimentos com conservantes em excesso é tão ruim quanto o álcool, as drogas e o tabaco combinados, segundo a GLOPAN.

Diferentemente do tabaco, que afeta uma quantidade específica de pessoas, o problema da má alimentação é de proporções globais, o que também causa estragos nas economias dos países.

Uma dieta nutricionalmente pobre pode levar a:

  • Diabetes tipo 2
  • Doenças coronárias
  • Câncer
  • Hipertensão
  • Anemia
  • Outros problemas de saúde

Estes hábitos cotidianos perigosos fazem parte do seu dia a dia? Faça o possível para eliminá-los e você vai sentir a diferença na sua saúde e no seu bem-estar!