6 alimentos recomendados para pessoas que têm Síndrome do Intestino Irritável

· 1 de novembro de 2015
A aveia é um dos melhores alimentos para o sistema digestivo. Graças às suas fibras solúveis estimula os movimentos peristálticos, protege a flora intestinal e previne a prisão de ventre.

A síndrome do intestino irritável é um distúrbio incômodo, pois dependendo do você que ingerir, vai acabar se sentindo mal.

Então, é essencial seguir uma dieta equilibrada, mas, ao mesmo tempo, adequada para a sua condição. Você conhecerá neste artigo os melhores alimentos para tratar a síndrome do intestino irritável e, além disso, vários conselhos para lidar com a situação.

O que devo comer se tenho Síndrome do Intestino Irritável?

Essa pergunta é muito comum entre as pessoas que sofrem da síndrome do intestino irritável. Se esse for seu caso e você desejar reverter a situação, estes são os alimentos que não deverem faltar em sua dieta:

1. AbacateO abacate ajuda na síndrome do intestino irritável

De origem mexicana e muito consumida na América Latina, o abacate tem muitas propriedades que melhoram o sistema digestivo, bem como os sistemas nervoso e cardiovascular.

No que se refere aos benefícios para o funcionamento intestinal, vale a pena destacar que fornece uma grande quantidade de fibra solúvel, potássio, vitamina B6, magnésio e cálcio. Sendo assim, todos estes nutrientes servem para regular e proteger a flora intestinal.

E mais, o abacate é bom para as pessoas com diarreia, pois proporciona uma boa dose de eletrólitos. Também é muito bom para acalmar a ansiedade e o estresse, que causam maior desconforto nos pacientes com síndrome de cólon irritável.

Pode-se consumir a sua polpa amassada ou cortada em fatias.

Leia também: 11 remédios naturais que você pode fazer com abacate

2. Quefir

É chamado de diversas maneiras (como, por exemplo, yoka) e é um composto de bactérias e leveduras envolvidas em uma matriz.

O principal objetivo do consumo do quefir é introduzir no corpo alguns microrganismos que reforcem a flora intestinal, como é o caso dos lactobacilos ou lactococcus, por exemplo. A forma mais popular de ingerir este alimento é em uma espécie de leite (como um iogurte líquido).

Além disso, ele também é indicado para as pessoas intolerantes à lactose. Recomenda-se o quefir de água, pois suas propriedades chegam mais puras aos intestinos e não perde sua qualidade.

3. Amêndoas

Amêndoas para a síndrome do intestino irritável

Certamente você já sabia que os frutos secos, como as amêndoas, ajudam a reduzir a fome ou a ansiedade entre as refeições. Dessa forma, quando estiver muito ocupado com o trabalho ou com as tarefas de casa, coma um punhado deste saudável alimento (com nozes e amendoins é perfeito).

Têm o poder de reduzir o estresse, a ansiedade e a depressão. E, no que diz respeito ao cólon irritável, são boas para melhorar os movimentos intestinais, já que possuem um bom teor em potássio e magnésio. Além disso, fornece as fibras necessárias para que você não sofra de prisão de ventre.

4. Salmão

É considerado como um dos melhores peixes que podemos consumir. E, neste seleto grupo dos peixes “azuis”, estão também o atum, a sardinha e a anchova, por exemplo.

O salmão é uma excelente fonte de proteínas e ácidos graxos Ômega 3 que ajudam a reduzir o colesterol.  E como se fosse pouco, esse peixe ainda oferece vitamina D e magnésio, que são perfeitos para aliviar perturbações intestinais e para melhorar a absorção de cálcio.

Sendo assim, coma peixes azuis pelo menos 2 vezes por semana.

5. AveiaBenefícios da aveia para a síndrome de intestino irritável

Um café da manhã sem aveia não é um café da manhã. Isso porque este é um dos cereais mais completos que podemos encontrar e que nos ajuda a aumentar os níveis de energia desde as primeiras horas da manhã.

Dessa forma, ela fornece carboidratos de combustão lenta que nos mantêm saciados durante várias horas.

Contém fibras solúveis que combatem a prisão de ventre, estimulam os movimentos peristálticos e protegem a flora intestinal. Além da possibilidade de consumo da aveia crua com leite, suco ou iogurte, pode-se também desfrutar dela em sopas e vitaminas, ou usar para empanar legumes ou carnes.

Veja também: Aveia, um remédio natural para tratar a ansiedade

6. Banana

Esta fruta (bem como a maçã e o mamão) é muito boa para quem sofre de síndrome do cólon irritável. Apresenta muitas propriedades devido ao seu alto teor de potássio, magnésio e vitaminas B.

A banana funciona como um relaxante natural e de um estimulante digestivo. Além disso, previne a ocorrência de colite ulcerativa e trata os problemas intestinais.

Que alimentos devo evitar se tenho cólon irritável?Homem com síndrome do intestino irritável

Você já sabe quais são os alimentos que ajudam a tratar a síndrome do intestino irritável. Agora, é preciso que conheça os que deve evitar, para que não sofra as consequências ou piore o quadro:

  • Cereais: trigo, cevada e centeio;
  • Frutas: pera, melancia, cerejas, amoras, manga e pêssego;
  • Verduras: cebola, alho, alcachofras, espargos, beterraba, couve de Bruxelas, brócolis, couve-flor, alho-porró e cogumelos;
  • Leguminosas: ervilhas, lentilhas, feijão,  grão de bico e feijão branco;
  • Lácteos: principalmente os queijos e o leite que não seja desnatado;
  • Mel: e todos os seus derivados (pólen, geleia real, etc…).

Dicas para melhorar a síndrome do intestino irritável

Além de seguir uma dieta adequada, os seus hábitos podem trazer como consequência uma melhoria do seu estado (ou o contrário). Preste atenção a estes conselhos:

  • Não coma até ficar satisfeito. Pare de ingerir a comida um pouco antes de “ficar cheio”.
  • Mastigue lentamente. Se você comer ou engolir a comida sem mastigar, o cérebro vai demorar a receber a mensagem de que o estômago já está cheio.
  • Reduza em 25% o que come. Ingira uma certa quantidade de alimentos todos os dias. Faça com que cada prato tenha 1/4 a menos. Por exemplo, em vez de 4 fatias de pão, coma 3.
  • Aumente a frequência das refeições. Em vez de comer 2 vezes de maneira abundante, é melhor comer 5 vezes, mas em menor quantidade.
  • Não se deite imediatamente depois de comer. Não importa se você comeu um banquete (o que é pouco recomendável) ou se jantou pouco. Sendo assim, deixe passar pelo menos 1 hora antes de ir para a cama, seja de dia ou de noite.