6 alimentos para se evitar quando temos diarreia

27 de novembro de 2019
É importante manter uma certa dieta durante a diarreia, bem como durante o período de convalescença. Recomenda-se seguir uma dieta leve e evitar alimentos que possam irritar o estômago.

A diarreia pode aparecer em qualquer momento da vida, não importa o quão bem você se cuide, devido a diferentes causas. Embora seja um problema relativamente simples, pode causar grandes contratempos no seu dia a dia.

Para evitar agravar a situação, é aconselhável manter certos alimentos durante a diarreia e saber quais alimentos não devem ser consumidosCaso contrário, o problema pode se prolongar.

Durante as primeiras 48 horas, você pode se sentir excessivamente cansado e desidratado. Portanto, os líquidos desempenham um papel fundamental, pois ajudam a prevenir a desidratação. De fato, o primeiro estágio da diarreia é fornecer líquidos. Uma vez bem tolerado, passamos a incorporar alimentos sólidos.

A seguir, apresentamos 4 alimentos que devem ser evitados e outras dicas a serem lembradas durante sua alimentação quando em diarreia. No final, adicionamos outras recomendações úteis ao preparar os alimentos que você consumirá durante esse período.

Alimentação durante a diarreia: o que você deve evitar?

Como aponta uma publicação da Fundação Internacional para Distúrbios Gastrointestinais Funcionais (IFFGD)muitos casos de diarreia podem ser controlados em grande medida com alguns ajustes na dieta e no estilo de vida. Embora seja importante prestar atenção a esse sintoma, muitos casos não representam um problema sério.

Portanto, no que diz respeito a alimentação, basta uma dieta mais leve para o sistema digestivo e que, além disso, forneça os nutrientes que são perdidos por essa condição. Também é melhor evitar alguns alimentos pesados ​​e que podem piorar o sintoma. Vamos ver em detalhes quais são eles.

1. Alimentos que geram gases

Mulher com cólica devido à diarreia

O primeiro grupo de alimentos que devemos evitar quando temos diarreia são aqueles que geram gasesSeu efeito aumentará o incômodo e piorará a diarreia.

Entre os alimentos que se encontram nesta classificação estão:

  • Feijões
  • Brócolis
  • Couve-flor
  • Cebola
  • Milho
  • Vegetais de folhas verdes

Por outro lado, abóbora e purê de cenoura fazem parte dos vegetais permitidosLembre-se que, em geral, é melhor descascar e remover as sementes. Entre os frutos desaconselhados nos processos diarreicos, estão:

  • Damasco
  • Ameixas
  • Uvas passas
  • Frutos secos

Substitua essas frutas por banana madura, maçã, pera ou pêssego, de preferência amassados, ralados ou cozidos, sem casca e sementes.

Veja também: 5 razões pelas quais temos gases o tempo todo

2. Gorduras e açúcares

Você costuma comer alimentos ricos em gorduras ou açúcar? Se a resposta for sim, é provável que uma ingestão indiscriminada deles seja a causa da diarreia.

Tanto as gorduras como os açúcares aceleram as contrações intestinais e provocam reações no sistema digestivo, conforme detalhado em uma publicação na Harvard Health.

“Quando os alimentos gordurosos não são absorvidos normalmente, eles vão para o cólon, onde se decompõem em ácidos graxos, o que faz com que o cólon secrete líquidos e cause diarreia”, diz o Dr. Greenberger nessa publicação.

Evite a todo custo:

  • Embutidos
  • Fast-food
  • Cortes de carne gorduroso
  • Molhos
  • Temperos comerciais

Substitua estes alimentos por proteínas magras que somente estejam cozidas ou fervidas. As melhores opções são:

  • Caldos
  • Sopas
  • Frango
  • Bezerro
  • Peru

Com relação aos açúcares e seus substitutos, são alimentos que devemos evitar quando temos diarreia por seu efeito laxante. Se os consumirmos, aumentará a sensação de inchaço no estômago e teremos mais gases.

3. Leite e seus derivados

É melhor evitar leite e derivados evitar se tivermos diarreia

Mesmo que você não seja intolerante à lactose, deveria evitá-los durante o dia que tiver diarreia e até umas 48 horas depois. Dessa forma, você ajuda o desconforto a não piorar ou a retornar, como conclui um estudo publicado na revista médica Paediatrics & Child Health.

A razão para esta recomendação é que o leite requer que a lactase seja digerida. O problema é que, durante ou após a diarreia, a lactase no estômago diminui e, em seguida, os sintomas aumentam:

  • Gases
  • Inchaço abdominal
  • Desconforto gastrointestinal
  • Diarreia

No entanto, existem leites sem lactose. Será o médico quem determinará se eles podem ou não ser incluídos na dieta durante a diarreia, dependendo de sua gravidade.

O único produto lácteo permitido é o iogurte. Por ser um alimento rico em probióticos, favorece a flora intestinal e facilita, então, a diminuição da diarreia. Obviamente, você deve consumir iogurte natural sem açúcar.

4. Café, refrigerantes e álcool

Estas três bebidas são irritantes gastrointestinais, que aumentarão os incômodos. Recomendamos evitá-los, pelo menos, por uma semana depois que passar a diarreia.

  • Para substituir o café utilize chás. As melhores opções são o chá de camomila, o de menta e o hortelã.
  • Tente trocar os refrigerantes por água simples ou de frutas.
  • Evite o álcool, pois seus efeitos criam as condições perfeitas para a diarreia. O excesso de álcool pode acelerar o trânsito intestinal e aumentar as contrações musculares, responsáveis ​​pela evacuação das fezes.

Caso a diarreia seja muito forte, procure repor os líquidos com soros.

Quer conhecer mais? Leia: Dicas para comer menos carboidratos

Alguns conselhos para preparar os alimentos

Seja pela diarreia ou não, em todo momento devemos nos assegurar de consumir alimentos em bom estado. Isso implica que:

  • Tenham sido lavados e mantidos longe de agentes contaminantes. Os vegetais e as frutas devem ser lavados e desinfetados. Como as carnes, devemos assegurar de que não tenham entrado em contato com carnes em decomposição.
  • Tenham algum tipo de cozimento. Durante o período no qual experimentamos a diarreia e uma semana depois, assegurar consumir a maioria dos alimentos cozidos. Certifique-se de que a maioria dos pratos que você come fora de casa tenha baixa gordura. As frutas são quase a única exceção, embora não seria ruim ferver a maçã ou a pera.

Outras recomendações para manter a saúde estomacal são:

  • Lavar as mãos antes de preparar ou manipular os alimentos.
  • Desinfetar as superfícies onde for preparar os alimentos (mesa, tábua de cortar, etc.).
  • Evite congelar e descongelar os alimentos mais de duas vezes, pois a mudança de temperatura provoca decomposição.

Agora que você já conhece os alimentos que deve evitar quando se tem diarreia, tome suas precauções e modifique um pouco sua dieta, se necessário. Dentro de alguns dias, tudo voltará ao normal, mas não se esqueça de tomar as precauções correspondentes.

Se você costuma ter diarreia com frequência ou se ela é persistente, consulte seu médico para determinar se há uma possibilidade de você ter síndrome do intestino irritável.