5 truques espetaculares para pessoas com um metabolismo lento

Sabia que, além de ajudar a acordar, tanto o café quanto o chá verde são ideais para colocar o metabolismo para funcionar? Para evitar problemas de insônia, tome o café pela manhã.
5 truques espetaculares para pessoas com um metabolismo lento

Última atualização: 28 Janeiro, 2021

Muitos de nós falamos com frequência sobre o metabolismo como uma dimensão que gostaríamos de poder controlar para facilitar a perda de peso.

Algo que também é curioso é que muitas pessoas que não cuidam da dieta e levam uma vida muito sedentária justificam sua impossibilidade de emagrecer com seu metabolismo lento.

É uma coisa de família, não posso fazer nada!

Embora o corpo realmente mude quando chega à idade adulta e é muito mais difícil eliminar a gordura extra, a verdade é que sempre existem algumas estratégias que podem ajudar.

Quando falamos de metabolismo nos referimos a todos os processos químicos excepcionais e perfeitos através dos quais as células garantem o bom funcionamento de corpo.

É possível imaginar este processo como uma máquina em pleno funcionamento que sempre agradecerá quando lhe oferecermos o melhor “combustível”.

Existem muitos nutrientes capazes de favorecer esta mobilidade, a energia interna com a qual conseguir acelerar o metabolismo lento e torná-lo mais ágil.

Hoje, em nosso espaço, queremos compartilhar 5 conselhos simples que serão de grande ajuda.

1. Coma muitas vezes ao dia, mas em pequenas quantidades

Sempre será melhor cumprir as cinco refeições diárias, mas servindo poucas quantidades. Os clássicos “ataques” que acalmam a fome voraz e a ansiedade não são adequados.

  • Não saia nunca de casa sem tomar café da manhã, e nem vá para a cama sem jantar.
  • Leve em conta que espaçar sua alimentação por muitas horas supõe sofrer quedas bruscas de açúcar, experimentar cansaço e, a longo prazo, diminuir ainda mais o metabolismo.
  • O ideal é comer a quantidade certa, servir pratos variados, equilibrados.
  • Assim como saciar a fome entre as refeições com frutas frescas ou oleaginosas.

2. A pimenta, nas quantidades certas, ajuda

Acaso gosta da pimenta caiena? Da pimenta dedo-de-moça? Então, inclua-as em pequenas quantidades na sua dieta, pois isso permitirá aumentar imediatamente a atividade metabólica em até 20%.

Conseguirá tudo isso graças à capsaicina. Trata-se de um componente ativo que, além de oferecer um sabor picante muito estimulante, permite atacar a gordura mais nova para destruí-la.

Pode-se preparar pratos picantes duas vezes por semana. Desse modo, conseguirá perder peso com saúde, sempre e quando cuidar do resto da sua alimentação.

Saiba mais: 5 remédios com pimenta que não conhecia

3. Diga sim às proteínas para acelerar o metabolismo

Pode ser que este dado seja surpreendente, mas as proteínas ajudam a manter o organismo em pleno rendimento, já que demoram mais para ser digeridas. Visto que requerem uma maior concentração de energia para serem absorvidas.

No entanto, é importante saber escolher a fonte de proteínas mais adequada. Pense que a carne vermelha com muita gordura, por exemplo, conseguirá o contrário: reduzir a velocidade do metabolismo.

Dessa maneira, confira as melhores fontes de proteína para conseguir músculos e, por outro lado, acelerar a taxa metabólica.

  • Grão-de-bico
  • Ovos
  • Salmão
  • Sardinha
  • Atum
  • Carne de frango e peru
  • Abacate
  • Iogurte branco natural
  • Toranja
  • Sementes de chia

4. As melhores bebidas: café e chá verde

Consumidos com equilíbrio e moderação, tanto o chá verde quanto o café podem ajudar a acelerar o metabolismo.

Seu café da manhã será completo sempre e quando incluir esta xícara de café. Além disso, seu cérebro agradecerá, e seu metabolismo também.

O café contém várias substâncias ativas muito interessantes:

  • A cafeína, um alcaloide fabuloso para o organismo.
  • A teobromina e a teofilina, duas substâncias relacionadas à cafeína e que também têm um efeito estimulante.
  • O ácido clorogênico, um composto que permite absorver os carboidratos de uma forma mais lenta.

O chá verde e suas catequinas favorecem o funcionamento de fígado para converter a gordura em energia. Portanto, não hesite em tomar uma xícara no meio da tarde para aproveitar os seus benefícios.

Leia mais: 7 motivos para tomar café com moderação

5. O método HIIT: bastam 5 minutos de exercícios de alta intensidade

O treinamento de intervalos de alta intensidade (HIIT, em sua sigla em inglês) faz referência ao tipo de rotina que combina exercício aeróbico com o anaeróbico.

Já falamos anteriormente em alguns outros artigos de nosso site.

Quando a pessoa quer perder peso, ganhar músculos e acelerar o metabolismo, os clássicos exercícios aeróbicos não são suficientes.

Caso se interesse em colocá-lo em prática de forma simples em casa, veja um pequeno exemplo de como realizá-lo.

  • Inicie a sua sessão de exercícios com alongamentos e um aquecimento prévio.
  • Sem se deslocar ou avançar, execute os mesmos movimentos de uma corrida movendo seus joelhos de forma rápida; 20 segundos são suficientes.
  • Agora, faça 10 flexões.
  • Em seguida, volte a realizar exercícios simples de alongamento.
  • O seguinte exercício simples se baseia em sentar-se na beira de uma cadeira muito firme.
  • Incline-se ligeiramente para trás.
  • Em seguida, contraia o abdômen e flexione os joelhos por 90 graus.
  • Por fim, mantenha esta posição durante 20 segundos.

Estes são exemplos simples que podem ser complementados com outros igualmente fáceis, mas intensos.

Basta dedicar 5 minutos diários do seu tempo a esta rotina tão saudável.

Enfim, seu metabolismo agradecerá.

Imagem principal cortesia de © wikiHow.com

Pode interessar a você...
Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
Maneiras de melhorar o metabolismo

O exercício é uma das melhores formas para acelerar o metabolismo. A prática de 30 minutos diários é suficiente para mantê-lo ativo durante horas.



  • McCarty MF, DiNicolantonio JJ, O’Keefe JH. Capsaicin may have important potential for promoting vascular and metabolic health: Table 1. Open Hear. 2015;
  • Song P., Wu L., Guan W., Dietary nitrates, nitrites, and nitrosamines intake and the risk of gastric cancer: a meta analysis. Nutrients, 2015. 7 (12): 9872-95.
  • Martinez Pinilla E., Oñatibia Astibia A., Franco R., La relevancia de la teobromina para los efectos beneficiosos del consumo de cacao. Front Pharmacol, 2015.