5 razões pelas quais o sexo pode não estar sendo satisfatório

· 1 de março de 2017
Quando o sexo não está sendo satisfatório, pergunte-se que outros aspectos de seu relacionamento estão falhando: é provável que aí resida o problema.

Você acabou de ter uma relações sexual. Seu parceiro está cansado e satisfeito ao seu lado. Tudo aconteceu como o esperado, os dois fizeram todo o possível para satisfazer um ao outro no sexo.

No entanto, a pessoa que está ao seu lado acaba de chegar ao orgasmo, mas, para você, foi diferente. Você não conseguiu sentir prazer. Por quê?

A verdade é que não existe uma única resposta concreta. O sexo não é igual para todos, e, portanto, nem todos buscamos as mesmas coisas.

No entanto, para que você desfrute na cama, é necessário atender a dois requisitos mínimos, além do desejo: o autoconhecimento e a confiança mútua.

Além disso, a comunicação é sempre a via mais rápida para solucionar os problemas.

O sexo é um sintoma do que acontece fora da cama

casal_feliz_sexo_cama

O sexo é a linguagem através da qual comunicamos tudo aquilo que não podemos dizer de outro modo. As palavras não alcançam.

Por isso, às vezes, cometemos o erro de pensar no quarto como um fenômeno independente do restante da relação. É um erro. É um equívoco, tanto nas relações estáveis quanto nas esporádicas.

Por isso, sugerimos que você leve em conta as seguintes razões pelas quais o sexo não está sendo satisfatório:

Não se esqueça de ler: As relações sexuais podem curar grande parte de nossos ‘males’

1. Falta de confiança

Pense num casal em que um dos membros é intolerante, enquanto o outro pode ter medo de se dar mal.

Numa relação tão desigual, propor uma mudança de planos para o sábado à noite se converterá numa fonte de estresse. Pois bem, o mesmo acontecerá a essa pessoa quando quiser sugerir alguma novidade.

2. Autoestima baixa

Por outro lado, é muito importante ter uma autoestima saudável para poder expressar o que você quer. Quando alguém tem uma baixa autoestima, culpa a si mesmo quando o sexo não está sendo satisfatório.

Além disso, não se sente com forças suficientes para explicar sua situação com liberdade.

Se este é o seu caso, o melhor é que você faça terapia para melhorar o conceito que tem de si mesmo. É hora de ser sincero e do seu parceiro ajudar neste processo.

3. Seu parceiro é egoísta

casal_infeliz_cama

Muita gente entende o coito como um caminho para se satisfazer e se esquece do prazer da outra pessoa.

Assim, se a pessoa sente prazer com movimentos fortes, os fará, sem se importar com o que sente o seu parceiro ou parceira. Do mesmo modo, vai ignorar se o outro prefere o sexo tranquilo e suave.

Quando estiver numa situação parecida, tente tomar as rédeas e faça as vezes de guia sexual por seu corpo. Pode ser estimulante e excitante.

Se você se anima a fazer isso e, ainda assim, o outro não se preocupa com suas necessidades, talvez seja o momento de refletir sobre o sentido dessa relação.

4. Monotonia

É curioso, mas conhecer muito bem seu parceiro pode se converter num problema na cama. O sexo se transforma em algo previsível.

Você sabe como vai começar, onde você será tocado, como o fará… Isso, que em outros âmbitos é uma vantagem, torna-se um inconveniente.

Por essa razão, o ideal é buscar posições novas, brincadeiras, óleos naturais… qualquer coisa que introduza o fator surpresa.

Não encare isso como uma ação pontual, mas sim como uma atitude: a curiosidade é boa em tudo, e nisso também.

Quer saber mais? Leia: 6 coisas sobre as quais você deve conversar diariamente com seu parceiro

5. Preconceitos morais

petalas_de_rosas

A cultura, a religião, o cinema… nos ensinam quando e como devemos fazer amor. Essas convenções ficam arraigadas em nosso cérebro, de modo que nos impedem de aproveitar o sexo e outras práticas como deveríamos.

Talvez não aconteça com você, mas com seu parceiro, ou talvez a ambos. O melhor é se informar bem. Trabalhe sua mente para se convencer de que o sexo é assunto das pessoas que o praticam.

Qualquer posição ou preferência é válida, desde que o casal o faça por sua própria vontade.

Como dizíamos no princípio, o sexo não é satisfatório quando a comunicação e a confiança falham, seja pela razão que for. Assim, gostaríamos que você refletisse sobre o estado das outras facetas de sua relação.