5 infusões naturais para combater a cistite

Além de promover a produção de urina para acelerar a eliminação das bactérias, estas infusões também são muito adequadas para aliviar o desconforto da cistite.

Última atualização: 24 Fevereiro, 2021

As infusões naturais têm sido usadas desde os tempos antigos como um suplemento para combater os sintomas da cistite. No entanto, até o momento não há evidências suficientes para ser considerado um tratamento efetivo contra essa infecção.

Portanto, embora você possa experimentá-las como parte de um tratamento, é melhor consultar um médico e seguir suas recomendações. De acordo com informações publicadas na revista Scandinavian Journal of Primary Health Care, os casos leves podem melhorar com:

  • Consumo abundante de água.
  • Medicamentos anti-inflamatórios não esteroidais (AINEs) para dor.
  • Se necessário, com um tratamento de três dias com um medicamento antimicrobiano apropriado.

Caso você decida experimentar um remédio natural, é importante usá-lo com cuidado e apenas como um complemento ao tratamento médico.

O que é cistite?

A cistite é uma infecção urinária que afeta em especial as mulheres, embora também possa ocorrer nos homens. Isso acontece porque a uretra feminina é mais curta, o que facilita a passagem de bactérias para o sistema.

Esta condição provoca uma inflamação na bexiga, desencadeando alguns sintomas, por exemplo, dor na pelve, necessidade contínua de urinar e uma sensação desagradável de queimação.

Além disso, à medida que ela se desenvolve, podem ocorrer episódios de febre, calafrios e alterações na cor e no odor da urina. Conforme detalhado no National Center for Biotechnology Information, entre 75% e 95% dos casos estão associados à bactéria Escherichia coli. 

Infusões naturais para tratar a cistite

As infusões e a medicina fitoterápica foram demonstradas ser benéficas no combate a problemas do trato urinário como a cistite. No entanto, como já mencionamos, elas não podem substituir o tratamento médico. Se você quiser experimentá-las, opte por uma das que apresentamos abaixo.

1. Infusão de bétula

A planta de bétula tem propriedades anti-inflamatórias, o que ajuda a reduzir a irritação dos tecidos da bexiga para promover o alívio da cistite. De acordo com uma publicação na revista Pathogens, essa planta “atua na célula hospedeira em vez da bactéria para reduzir a aderência do patógeno”.

Ingredientes

  • Uma xícara de água (250 ml)
  • Duas colheres de sopa de folhas de bétula (20 g)

Modo de preparo

  1. Coloque a água para esquentar. Quando ela começar a ferver, adicione as folhas de bétula.
  2. Cubra a bebida e deixe-a esfriar à temperatura ambiente durante 10 minutos.

Modo de consumo

  • Tome uma xícara desta infusão por dia, por 3 ou 4 dias seguidos.

Leia também: Por que é importante tratar uma infecção urinária a tempo?

2. Infusão de cavalinha

As propriedades diuréticas da infusão de cavalinha ajudam a aumentar a produção de urina nos rins. De acordo com uma publicação na Evidence-Based Complementary and Alternative Medicine, isso facilita a eliminação das bactérias que atacam os tecidos da bexiga.

Além disso, seus compostos anti-inflamatórios reduzem o ardor ao urinar e ajudam a controlar o inchaço na parte inferior do abdômen.

Ingredientes

  • Uma colher de sopa cavalinha (10 g)
  • Uma xícara de água (250 ml)

Modo de preparo

  1. Adicione as folhas de cavalinha em uma xícara de água fervente e depois cubra a bebida.
  2. Deixe descansar por 15 minutos e tampe.

Modo de consumo

  • Tome duas ou três xícaras desta infusão diariamente até curar a cistite.

3. Infusão de salsa

A salsa é cheia de antioxidantes e fibras naturais que beneficiam a saúde do trato urinário, mesmo em casos de infecções como a cistite. Além disso, tem entre seus ativos naturais a apigenina, que, de acordo com uma publicação na Case Reports in Medicine, reduz a inflamação e promove a eliminação dos germes pela urina

Ingredientes

  • Uma colher de sopa de folhas de salsa (10 g)
  • Uma xícara de água (250 ml)

Modo de preparo

  • Adicione as folhas de salsa em uma xícara de água fervente e depois a cubra.
  • Após 10 minutos, coe a bebida e depois beba.

Modo de consumo

  1. Beba uma xícara desta infusão ao primeiro sintoma da cistite.
  2. Repita seu consumo a cada 6 horas até que a infecção seja curada.

4. Infusão de raiz de malvavisco

Esta bebida natural ajuda a fortalecer o sistema imunológico, o que favorece o aumento da resposta contra bactérias patogênicas que afetam a saúde da bexiga e do trato urinário.

De acordo com um estudo publicado na revista Avicenna Journal of Phytomedicine, isso se deve à sua capacidade antioxidante e anti-inflamatória proveniente de sua alta concentração de flavonoides.

Ingredientes

Modo de preparo

  1. Coloque a água para esquentar. Quando ela começar a ferver, adicione a raiz de malvavisco.
  2. Cubra a bebida e deixe-a descansar por 10 minutos.

Modo de consumo

  1. Beba uma xícara desta infusão ao primeiro sintoma.
  2. Repita seu consumo a cada 8 horas.

Não deixe de ler: Quais são as causas das infecções urinárias?

5. Infusão de cabelos de milho

Você sabia que os cabelos do milho têm propriedades anti-inflamatórias e diuréticas? Embora você possa pensar que eles não têm utilidade, você deve saber que eles são um ingrediente útil contra infecções do sistema urinário.

De acordo com um estudo publicado na revista Molecules, eles ajudam a relaxar o revestimento da bexiga e, como resultado, a aliviar a dor e o desconforto associados à cistite.

Ingredientes

  • Uma xícara de água (250 ml)
  • Cabelos de milho (um punhado)

Modo de preparo

  1. Coloque a água para esquentar. Quando ela começar a ferver, adicione os cabelos de milho.
  2. Em seguida, reduza o fogo e deixe a bebida descansar de 3 a 5 minutos.
  3. Passado este tempo, cubra a bebida e espere que ela esfrie por 15 minutos.
  4. Coe a bebida e então beba.

Modo de consumo

  • Consuma 2 ou 3 xícaras de infusão de cabelos de milho por dia.
  • Repita seu consumo por 3 dias ou até aliviar a infecção.

Tenha em mente que estas infusões não substituem o tratamento médico. Se os sintomas forem persistentes ou graves, é importante procurar aconselhamento médico. 

Pode interessar a você...
Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
Conselhos para prevenir e tratar a cistite  

A cistite é uma infecção na bexiga causada por bactérias, o que pode muitas vezes ser um problema doloroso e incômodo. Veja como prevenir e tratá-la.



  • Baerheim A. Empirical treatment of uncomplicated cystitis. Scand J Prim Health Care. 2012;30(1):1–2. doi:10.3109/02813432.2012.649629
  • Wong, P. Y. Y., & Kitts, D. D. (2006). Studies on the dual antioxidant and antibacterial properties of parsley (Petroselinum crispum) and cilantro (Coriandrum sativum) extracts. Food Chemistry. https://doi.org/10.1016/j.foodchem.2005.05.031
  • Wright, C. I., Van-Buren, L., Kroner, C. I., & Koning, M. M. G. (2007). Herbal medicines as diuretics: A review of the scientific evidence. Journal of Ethnopharmacology. https://doi.org/10.1016/j.jep.2007.07.023
  • Li R, Leslie SW. Cystitis. [Updated 2019 Dec 22]. In: StatPearls [Internet]. Treasure Island (FL): StatPearls Publishing; 2020 Jan-. Available from: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK482435/
  • Carneiro DM, Freire RC, Honório TC, et al. Randomized, Double-Blind Clinical Trial to Assess the Acute Diuretic Effect of Equisetum arvense (Field Horsetail) in Healthy Volunteers. Evid Based Complement Alternat Med. 2014;2014:760683. doi:10.1155/2014/760683
  • Mansour A, Hariri E, Shelh S, Irani R, Mroueh M. Efficient and cost-effective alternative treatment for recurrent urinary tract infections and interstitial cystitis in women: a two-case report. Case Rep Med. 2014;2014:698758. doi:10.1155/2014/698758
  • Gohari AR, Saeidnia S. The role of herbal medicines in treatment of urinary tract diseases. J Nephropharmacol. 2014;3(1):13–14. Published 2014 Jan 1.
  • Sadighara P, Gharibi S, Moghadam Jafari A, Jahed Khaniki G, Salari S. The antioxidant and Flavonoids contents of Althaea officinalis L. flowers based on their color. Avicenna J Phytomed. 2012;2(3):113–117.
  • Hasanudin K, Hashim P, Mustafa S. Corn silk (Stigma maydis) in healthcare: a phytochemical and pharmacological review. Molecules. 2012;17(8):9697–9715. Published 2012 Aug 13. doi:10.3390/molecules17089697