5 hábitos que aceleram a queda dos seios

· 8 de novembro de 2017
Você sabia que a falta de atividade física pode ser um dos desencadeantes da queda dos seios? Para evitar isso, é importante tonificar a região de forma regular.

As características que definem seios normais variam de acordo com os padrões de beleza, a cultura e os estereótipos da sociedade. No entanto, algo que não podemos evitar é a gravidade e a queda dos seios. Cedo ou tarde ela aparece e altera sua forma, tamanho, posição e simetria.

Estas mudanças podem ser decorrentes da gravidez, dos hábitos alimentares, da perda de peso ou da amamentação.

É claro que não podemos competir com a idade, principalmente depois dos 30.

A queda dos seios é um efeito normal do passar dos anos, pois as fibras cutâneas vão se deteriorando e não têm mais a mesma elasticidade. Ou seja, o envelhecimento começa a demonstrar seus efeitos.

Em termos médicos esta situação recebe o nome de ptose mamária.

Mas não se preocupe, pois também é possível prevenir a queda dos seios. Se você aplicar as técnicas e cuidados adequados para mantê-los jovens, a queda se reduzirá em um grande percentual.

Estes são os hábitos que devem ser evitados:

Hábitos que aceleram a queda dos seios

1. Má alimentação

Dieta à base de gorduras saturadas countribui para a queda dos seios

Se a sua dieta está baseada em gorduras e você não faz atividade física de forma regular, irremediavelmente acabará acumulando alguns quilos a mais.

Quando você tem sobrepeso, as fibras elásticas se rompem e isso impede que se regenerem. A pele flácida perde firmeza porque não há regeneração do colágeno.

Tanto a elasticidade quanto o colágeno são produzidos pelos nutrientes, vitaminas e minerais que são absorvidos a partir dos alimentos.

É importante incluir:

  • Aves
  • Mariscos
  • Fígado
  • Ovos
  • Aveia
  • Oleaginosas
  • Leguminosas
  • Vegetais

2. Falta de atividade física

Os seios são compostos por 90% de gordura. Isso quer dizer que, se você mantém uma vida sedentária, a firmeza desaparece. A pele precisa se exercitar para manter o músculo e prevenir a queda.

É importante fazer exercícios de força e resistência para desafiar a região e evitar ter que recorrer ao cirurgião.

Se além de se movimentar você combinar os exercícios com tratamentos cosméticos para aumentar a elasticidade e força no peito, o resultado será ainda melhor.

Não se esqueça de que os seios são pele e de que é indispensável mantê-la hidratada para ter uma textura suave e fresca.

3. Não se proteger do sol

Proteger a pele dos raios do sol ajuda a evitar a queda dos seios

Os raios do sol não têm distinções e atacam todos os tipos de pele. Ao usar decote, uma das partes mais afetadas por queimaduras é, sem dúvida, o colo.

Não se trata de algo estético: o protetor solar é um requisito para prevenir o envelhecimento, já que expor-nos ao sol causa rugas no colo.

O ideal é:

  • Usar protetor solar todos os dias.
  • Não se expor ao sol por períodos prolongados.
  • Diante de qualquer mancha, consultar um especialista e buscar um tratamento.
  • Hidratar com cremes que contenham vitaminas A e C.
  • Consumir cenouras, tomate e frutas em sua dieta.

4. Banhos quentes

Banho de água fria? A maioria das pessoas só faz isso quando o calor passa dos 40 graus. No entanto, a água quente não é boa para a saúde, e muito menos para a pele.

As temperaturas altas fazem com que os tecidos da derme se tornem flácidos e aumentam a possibilidade de ter rugas precoces.

5. Menopausa

Mulher na menopausa

Uma das causas pelas quais a menopausa provoca a queda dos seios é a perda de estrogênio.

Isso gera mudanças físicas e emocionais, pois este é um hormônio feminino que se encarrega de regular o ciclo menstrual, os níveis de colesterol e o apetite sexual.

Além de tudo isso, também provoca o surgimento de manchas e rugas.

A falta de estrogênio faz com que as proteínas se oxidem, ou seja, as fibras elásticas e colágenas perdem firmeza.

Recomendações

  • Consuma vitamina C para aumentar a elastina. Você pode encontrá-la em sua forma natural no tomate, nos cítricos e no abacate.
  • Mantenha-se hidratada, tanto por fora quanto por dentro. Beba 2 litros de água por dia e use cremes hidratantes no corpo.
  • Durma bem (pelo menos 8 horas diárias). Lembre-se de que a insônia é sinônimo de envelhecimento precoce.
  • Controle o estresse. Estar estressada faz com que o organismo libere cortisol, o que, por sua vez, aumenta a glicose no sangue e provoca o envelhecimento precoce.

Por sua saúde e estética, cuide bem dos seus seios.