5 dicas para personalizar o quarto de seu filho

30 de setembro de 2019
Ao personalizar o quarto de seu filho, estará proporcionando um espaço próprio para que ele possa expressar sua forma de ser e crescer como pessoa.

Personalizar o quarto de seu filho o ajudará a crescer em um ambiente seguro, adequado e com o qual se identifique. Nesse sentido, é bom procurar fazer com que o quarto do pequeno seja um espaço cuja decoração esteja de acordo com sua idade e sexo. Também deve saber escolher as cores ideais, os móveis certos, assim como garantir uma boa iluminação e adicionar muitos brinquedos e jogos.

A casa deve ser o espaço onde você e sua família convivam de forma plena. No fim das contas, constitui seu habitat natural. É o lugar onde todos interagem, se relacionam e se amam. Por conseguinte, sua casa tem que demonstrar certas condições. Ainda mais quando tem filhos!

Isso indica que personalizar o quarto de seu filho é algo que deve prestar bastante atenção e não fazer por fazer. Não é preciso contratar um grande design de interiores ou gastar muito dinheiro. Somente é necessário que deixe o quarto de seu filho com uma grande personalidade. Tanta como a que certamente seu pequeno tem ou terá.

Por que é importante personalizar o quarto de seu filho?

Quarto do bebë cinza

O quarto de seu filho é o espaço onde seu pequeno passará grande parte do dia a dia. Por isso, deve ser seu refúgio. Um local que seja agradável, seguro e reconfortante. Principalmente, deve se parecer com ele, combinar com a forma de ser que está sendo forjada. Portanto, a importância de personalizar o espaço.

Imagine-se em um local que não gosta e que não está confortável, como pensa que realizará plenamente suas atividades? Dar uma resposta é difícil, não é? Agora pense em seu filho, um ser muito menor e frágil.

Pense no quão difícil pode ser para seu filho conviver em um lugar que lhe gere desconforto ou desmotivação. Para que isso não seja uma realidade, aqui mostramos 5 conselhos para personalizar o quarto de seu filho.

Como personalizar o quarto do seu filho?

Existem muitas recomendações e dicas que podem te orientar a realizar esta tarefa. O essencial é que entenda que não se trata de um processo nem complicado nem caro. Somente se trata de considerar certos aspectos relevantes para converter o quarto de seu pequeno em um templo sagrado.

Além disso, é importante que o quarto seja um ecossistema que o estimule de forma positiva. Deve ser um espaço onde possa despertar sua imaginação e criatividade. Em suma, que lhe permita sonhar, se concentrar, estar de maneira plena. A grande meta é fazer com que seu filho se sinta extremamente identificado com o quarto.

1. Considere a idade de seu filho

Um dos primeiros aspectos a serem considerados é a idade da criança. Não é a mesma coisa um quarto para um bebê recém-nascido, e um para uma criança de 3 ou 8 anos.

A idade te servirá de orientação para selecionar os móveis, a decoração, as cores do quarto, em suma, praticamente tudo! Por exemplo, nos quartos dos bebês tudo costuma ser um pouco mais delicado do que nos quartos das crianças maiores.

Do mesmo modo, os quartos das crianças maiores costumam ser mais trabalhosos. Uma criança de 8 anos geralmente já tem gostos estabelecidos. Nessa idade já sabe quais são suas cores favoritas e seus personagens de desenhos animados prediletos. Estes são elementos determinados pela própria criança e que são incluídos em muitas das decorações do quarto.

Como a idade, a personalização também está muito relacionada com o sexo da criança. Entre meninos e meninas existem diferenças substanciais na hora de personalizar o quarto. Muito além dos tons ou das imagens a serem utilizadas, meninos e meninas se relacionam com os espaços de forma diferente.

Não perca: 5 ideias para decorar o quarto do bebê

2. Use cores adequadas

O tema das cores é um dos essenciais na hora de decorar o quarto da criança. Principalmente, porque as tonalidades geram certas sensações. Da mesma forma, influenciam no comportamento e nos estados de ânimo das pessoas. Cada tom produz um efeito diferente nas pessoas e, portanto, é bom considerá-lo.

As cores pasteis, por exemplo, como o rosa ou o azul celeste transmitem relaxamento, calma e delicadeza. Por isso, são geralmente indicados para os quartos de bebês. De fato, são os locais mais utilizados. O branco também está entre os tons mais comuns para pintar o quarto dos recém-nascidos, visto que transmite pureza. Em resumo, é importante considerar a influência das cores.

Outros tons, como o azul elétrico, o verde ou o lilás, também são usados, especialmente no caso das crianças maiores. Estas cores, ainda que sejam mais fortes, agradam bastante.

Do lado contrário, existem tonalidades que são contraindicadas para um quarto de crianças. O vermelho, o cinza ou o preto são os exemplos mais clássicos. O mesmo acontece com as cores brilhantes, como o amarelo, posto que geram hiperatividade e agressividade.

3. Escolha móveis seguros

Os móveis são outros dos elementos muito presentes nos quartos em geral. No caso dos quartos para crianças, é essencial que o mobiliário seja seguro e correspondente. Por isso, evite os móveis muito grandes ou feitos de materiais inseguros, como o vidro.

Além disso, tente fazer com que o quarto da criança não conte com muitos móveis nem estantes. Inclua os essenciais, como o berço ou cama, um armário e uma mesinha de cabeceira. A escolha dos móveis é um passo determinante para personalizar o quarto de seu filho, principalmente quando o tema é segurança.

Lembre que o pequeno está em uma etapa na qual não é consciente de muitas questões ao seu redor. Por isso, pode sofrer quedas e pancadas com facilidade. Com isso, é bom fazer com que o quarto seja seguro e esteja livre de móveis que possam representar um risco.

4. Anime-se a personalizar o quarto de seu filho incluindo uma boa iluminação

A iluminação do quarto também deve ser considerada. Deve ser um local onde haja muita luz natural. Por isso, evite os espaços muito fechados ou com muita escuridão. No caso do quarto não contar com muita luz, esforce-se ao máximo para iluminá-lo da melhor maneira. Isso será muito útil para poder visualizar cada canto do local. Além disso, facilitará a colocação dos elementos de decoração.

Muitas crianças também têm medo de lugares escuros. Se seu filho faz parte desse grupo, apreciará uma iluminação adequada. Principalmente porque assim poderá ter uma visão clara de todo o espaço. Dessa forma, poderá se mover de maneira mais natural, e assim evitará acidentes.

Descubra: Como escolher os brinquedos de acordo com a idade

5. Adicione jogos e brinquedos

Os jogos e brinquedos estão muito ligados à infância. Por isso, é recomendado que inclua muitos destes elementos quando for personalizar o quarto de seu filho. O pequeno acreditará que está em um ambiente divertido, dinâmico e alegre.

Os brinquedos variam de criança para criança. Os maiores sempre têm grande participação na hora de selecionar os que querem. É vital que escute a opinião deles sobre este ponto.

Os meninos geralmente escolhem suas figuras de ação favoritas, enquanto que as meninas decidem pelas bonecas de sua preferência. Se desejar, pode sugerir alguns brinquedos. No entanto, se a criança está na idade na qual pode decidir, melhor para ambos.

No caso dos bebês e recém-nascidos, a decisão sobre jogos e brinquedos recairá sobre os pais. Nestes quartos predominam mais os brinquedos do que os jogos, já que se tratam de crianças muito pequenas. Por isso, é comum optar pelas pelúcias ou brinquedos de pendurar.

Conclusões

O quarto da criança é um local que deve fazê-la se sentir feliz acima de todas as coisas. Deve ser um local harmônico e equilibrado. É relevante que tudo esteja combinando.

É possível escolher um tema e, em função dele, personalizar todo o quarto. Também sugerirmos dedicar um pouco de tempo às paredes do quarto. Não se limite a pintá-las de forma uniforme. Tente experimentar e criar figuras e formas originais.

A criação de pequenos miniambientes dentro do quarto também pode ser útil. As crianças gostam de espaços diferentes. Para isso, pode decorar de tal maneira que a criança sinta que está em muitos lugares.

A ideia central é personalizar o lugar para que seu filho se sinta confortável. Leve em conta estas dicas adicionais que compartilhamos acima e crie um quarto dos sonhos.