5 conselhos para quem vai morar sozinho

20 Março, 2019
Passar a morar sozinho é uma grande experiência, na qual você terá que sair da sua zona de conforto e enfrentar muitos desafios. A princípio, não é fácil, mas certamente será enriquecedor.

Enfrentar a vida sozinho pode trazer aquele desconforto que se manifesta por conta da emoção e do medo do desconhecido. No entanto, trata-se de uma experiência muito enriquecedora, com a qual é possível aprender muito.

Confira as nossas dicas que ajudarão você a enfrentar essa etapa da melhor maneira possível.

1. Agora, só as suas decisões importam

Para enfrentar a vida sozinho da melhor maneira, você deve estar ciente de que, agora, as únicas decisões que importam são as suas. Não é preciso pedir permissão a ninguém, pois é você quem decidirá tudo sobre sua a vida e a sua casa.

Isso pode ser tanto emocionante, como pode ser um gatilho para as suas inseguranças. Até o momento, você tinha apoio, mas agora está sozinho, podendo contar apenas consigo mesmo. Embora seja libertador, também pode fazer com que você se sinta em uma corda banda toda vez que tiver que tomar uma decisão.

Mulher com dúvidas de ir morar sozinha

Nosso conselho é que essa é uma grande oportunidade para aumentar a segurança e a confiança em você mesmo. Dê um chega para lá nas inseguranças, atreva-se e arrisque-se. Não tenha medo de tomar uma decisão errada, de não ter certeza. Certamente, você aprenderá muito.

Recomendamos que leia também: Por que decidimos nos casar?

2. Aprenda a aproveitar a sua companhia

Ao morar sozinho, um dos problemas que você pode encontrar é que ninguém estará esperando por você em casa. Você vai comer e dormir sozinho na maioria das vezes, assistirá à televisão sozinho e acordará sozinho, mas isso não precisa ser motivo de tristeza.

Morar sozinho é ótimo para aprender a aproveitar a própria companhia, a estar consigo mesmo e começar a ter consciência de que você não precisa de mais ninguém para se sentir bem e feliz. As pessoas que não sabem ficar sozinhas estão fadadas a serem infelizes. Se não aguentam estar consigo mesmas, é porque estão tentando fugir de algo.

3. Você terá que fazer tudo sozinho

Isso pode ser um verdadeiro incômodo. A louça, a limpeza da casa, as compras do supermercado… Tudo isso agora é responsabilidade sua, o que pode ser chato. No entanto, há um lado bom em tudo isso se você souber como enxergar a situação.

Fazer tudo permitirá que você desenvolva mais responsabilidade e, acima de tudo, fará com que você seja mais organizado. Nem tudo terá a ver com o seu trabalho ou com a sua vida social — sua casa também será importante!

4. Você sairá da sua zona de conforto

Com tudo que já ensinamos até agora, enfrentar o desafio de morar sozinho obriga você, sem sombra de dúvidas, a sair da sua zona de conforto em muitos sentidos. Mesmo que você não tenha vontade alguma de ir ao supermercado, terá que ir se quiser ter o que comer.

Morar sozinho faz você se sentir livre

Mesmo que não queira limpar a casa, quando o pó começar a acumular e a sua alergia aflorar, você não terá outra opção a não ser fazer uma boa faxina. De fato, há muitas coisas que você não vai querer fazer, porque seu “eu” de antes estava em uma situação confortável. No entanto, sua vida é diferente agora.

Embora a princípio não pareça, isso é muito positivo. Sair da zona de conforto nos ativa, nos mantém alertas, nos permite aprender coisas novas e nos ajuda a encarar nossas inseguranças.

Não deixe de ler: Meu filho tem medo de ficar sozinho

5. Você aprenderá coisas novas

Ao morar sozinho, a ideia de pedir comida pelo telefone para não ter que cozinhar parece sempre uma ótima opção. No entanto, quando o dinheiro começar a acabar e a saúde começar a piorar, cozinhar começa a ser uma alternativa, mesmo que não seja algo que você goste.

Nem sempre é necessário cozinhar por prazer: às vezes, cozinha-se por obrigação, mas você pode acabar se dando bem, pois vai perceber como é bom fazer ovos sem quebrá-los ou fazer batatas sem queimá-las. Aos poucos, você aprenderá novas receitas e cozinhar não será mais uma tarefa tão desagradável.

Há muitas coisas das quais não temos consciência e que envolvem o fato de morar sozinho. Mas, ao se encontrar nessa situação, você se tornará consciente de todas as coisas positivas que essa experiência pode trazer.

E você, o que você aprendeu morando sozinho?