Causas de sobrepeso desligadas da alimentação

· 27 de junho de 2017
Se mantém uma alimentação equilibrada e ainda assim continua tendo problemas de sobrepeso, deveria procurar um especialista para fazer os exames pertinentes e descartar possíveis doenças.

Costumamos associar o sobrepeso a uma má alimentação e, ainda que em boa medida costumem estar relacionados sim, o certo é que nem sempre isso é verdade.

Estas causas de sobrepeso que não têm nada a ver com uma má alimentação comprovam isso. Anote, porque talvez possa ser o seu caso ou de alguém próximo a você.

O fígado

Problemas no fígado podem gerar sobrepeso

Talvez a causa do excesso de peso seja seu fígado. Visto que é um dos órgãos mais importantes que temos no corpo e que se encarrega de manter a saúde e o bem-estar.

O problema é que, se começa a falhar, o corpo começa a acumular gordura na parte central do estômago.

Veja também: 7 chaves fabulosas para cuidar do seu fígado no café da manhã

Sintomas

  • Nível de açúcar elevado no sangue.
  • Pressão arterial elevada e colesterol alto.
  • Dor nas articulações.
  • Alergias.
  • Problemas cutâneos.

Se observar que tem mais gordura acumulada na região do abdômen sem que tenha mudado a alimentação (mas ao invés disso, se alimenta bem), o melhor será procurar um médico, porque talvez tenha um problema com o fígado.

Os ovários

No caso das mulheres, os ovários podem acabar sendo uma causa de seus problemas de sobrepeso.

Nesse sentido, estaria relacionado com o desequilíbrio hormonal. Esse faria com que os carboidratos consumidos se transformassem em reservas de gordura, independente de se ter ou não uma boa alimentação.

Sintomas de um mau funcionamento dos ovários:

  • Aumento da massa corporal, inclusive fazendo dietas e exercício físico ativamente.
  • Desejo de consumir doces e lácteos.
  • Gordura acumulada na parte inferior do corpo.
  • Dor nos ovários.

Sobrepeso por um problema na tireoide

Mulher com problema de tireoide e aumentando de peso

A saber, a tireoide pode fazer com que o peso dispare.

Visto que é através da glândula tireoide que o corpo regula a velocidade de utilização de energia; dessa maneira, faz com que consumamos mais ou menos calorias.

Caso não funcione bem, pode-se desenvolver sobrepeso, inclusive caso não se ingira muitas calorias.

Sintomas

  • Fraqueza muscular.
  • Flacidez.
  • Cansaço crônico.
  • Aumento da massa corporal.
  • Queda de cabelo.
  • Ritmo cardíaco mais lento.
  • Depressão.

A possível solução para este problema está em ir regularmente ao endocrinologista. Por isso, se suspeita que pode ter um problema de tireoide, será a melhor solução.

Dessa forma, poderá detectar a tempo se o funcionamento da glândula tireoide está falhando e tomar medidas para que isso não ocorra mais.

Sobrepeso por um problema suprarrenal

Talvez seu sobrepeso esteja relacionado com um problema suprarrenal.

As glândulas suprarrenais são aquelas que participam na reação “de luta e fuga”, ou seja, aquelas que reagem diante do estresse.

Quando passamos por situações de estresse, o corpo pode responder com um desequilíbrio hormonal e isso faz com que ocorram falhas de diferentes funções do organismo.

Além disso, estas glândulas suprarrenais também são as responsáveis por produzir o hormônio do estresse (cortisol). Um nível elevado de cortisol causa sobrepeso na parte central do corpo.

Sintomas

  • Acumulação de gordura na cintura e no estômago.
  • Rosto e pescoço gordos, mas braços e pernas magros.
  • Pressão arterial alta.
  • Nível de açúcar no sangue elevado.
  • Músculos fracos.
  • Mudanças de humor.

Caso acredite que seu possível problema de sobrepeso se deve ao mau funcionamento das glândulas suprarrenais, consulte seu médico e afaste o estresse da sua vida, com rotinas saudáveis e exercícios como o ioga.

E não passe por aqui sem antes ler: 6 benefícios psicológicos de praticar ioga

Diabetes do tipo 2

Diabetes pode desencadear sobrepeso

A diabetes tipo 2 também pode ser a causa da obesidade. Visto que se trata de uma doença caracterizada por um aumento da concentração de glicose no sangue.

Esse aumento costuma ocorrer pela falta de respostas das células do organismo diante da insulina (o que se conhece como “resistência à insulina“).

As pessoas que apresentam resistência à insulina têm maior concentração de glicose no sangue, por isso pode surgir a obesidade.

Tanto é assim que mais de 80% dos pré-diabéticos desta classe têm excesso de peso.

Por isso, se acha que esse pode ser seu caso, consulte seu médico.

  • Gomes, M. D. B., Giannella Neto, D., Mendonça, E. D., Tambascia, M. A., Fonseca, R. M., Réa, R. R., ... & Cavalcanti, S. (2006). Prevalência de sobrepeso e obesidade em pacientes com diabetes mellitus do tipo 2 no Brasil: estudo multicêntrico nacional. Arquivos Brasileiros de Endocrinologia & Metabologia.
  • Rosa, G., de Mello, D. B., Biehl, C., & Dantas, E. H. (2010). NÍVEIS DE CORTISOL EM ADULTOS COM SOBREPESO SUBMETIDOS A TREINAMENTO CONCORRENTE CORTISOL LEVELS IN OVERWEIGHT ADULTS SUBMITED TO CONCURRENT TRAINING. Brazilian Journal of Sports and Exercise Research1(1), 11-15.
  • Hoehr, C. F. (2016). Efeitos do exercício físico sobre o comportamento dos hormônios da tireoide e cortisol em escolares com sobrepeso e obesidade: um estudo de intervenção interdisciplinar.