10 razões pelas quais você deveria abraçar todos os dias

Para obter todos os benefícios dos abraços, eles precisam durar mais de 20 segundos e vir de alguém querido, ainda que também possam vir de pessoas com quem temos menos relação.
10 razões pelas quais você deveria abraçar todos os dias

Última atualização: 10 Fevereiro, 2021

Abraçar é definido como o ato de envolver uma pessoa com os braços, seja em uma manifestação de empatia ou de afeto. Nos últimos anos, seu significado se ampliou. Especialmente porque foi comprovado que fazer isso com frequência proporciona grandes benefícios à saúde física e mental. No entanto, ainda faltam estudos científicos que corroborem plenamente esse fato.

Embora quase sempre ignoremos esse fato, esse gesto tão simples pode ajudar a combater o estresse e vencer muitas emoções negativas que aparecem dia após dia.

Um bom abraço dura pelo menos 20 segundos e, dentro do possível, deve ser entre duas pessoas que se amam ou que têm confiança suficiente uma na outra. Por esse motivo, vários estudos sugerem que abraçar várias vezes ao dia pode ter benefícios terapêuticos que causam uma forte sensação de bem-estar.

Você gostaria de conhecê-los? Não deixe de ler as seguintes 10 razões para começar a abraçar mais em sua vida cotidiana.

1. Abraçar melhora o humor

Segundo os especialistas da Universidade de Harvard, um abraço dado por alguém querido pode modificar por completo o dia e eliminar aqueles comportamentos negativos. Com isso, podemos estimular a liberação de oxitocina, conhecida como o “hormônio do amor”. Do mesmo modo, também estimularia a liberação de endorfinas, substâncias que causam sensação de bem-estar.

Ao dar um abraço trocamos boas emoções e, ao mesmo tempo, recarregamos as energias positivas.

2. Ajuda a aliviar a dor

Esse simples ato de carinho é uma das formas mais eficazes de aliviar a dor física e mental. Sua capacidade para aumentar a oxitocina faz com que o limiar da dor aumente. Da mesma forma, produz uma diminuição nos níveis de ansiedade, diminui o medo e aumenta a confiança.

Como explica a literatura científica: “a oxitocina também participa do apego e dos comportamentos parentais: aumenta a confiança em outras pessoas, melhora a capacidade de inferir estados mentais nos outros e aumenta a empatia emocional.”

3. Aumenta a segurança

A sensação do abraço aumenta a segurança e alivia o sentimento de solidão. Tem a capacidade de desbloquear a nível emocional, melhora as relações sociais e evita os constantes problemas de conduta.

4. Levanta a autoestima

Abraçar ou receber mais de quatro abraços por dia reforça os laços emocionais, promove a empatia, fornece suporte emocional e até reduz significativamente o mal-estar psicológico. Além disso, ajuda a eliminar a necessidade de receber a opinião dos outros para ficar bem. Isso se deve à transmissão de energias positivas que são alcançadas por meio desse ato.

Crianças que abraçam e são abraçadas pelos pais várias vezes ao dia têm um melhor controle emocional e são mais confiantes do que aquelas que não recebem esse tipo de afeto físico com tanta frequência.

5. Controla a pressão arterial

Existe uma relação íntima entre a mente e o sistema cardiovascular. Por isso, é possível avaliar como o estresse e outras causas de sofrimento emocional são capazes de alterar a pressão arterial (subindo ou descendo drasticamente), causar dor no peito, etc.

Por esse motivo, o suporte emocional, assim como a correta abordagem desse desconforto emocional (em terapia) podem contribuir para o bem-estar de pacientes com problemas de tensão, bem como de pacientes com diversas doenças cardiovasculares. Isso é confirmado pelos especialistas da Sociedade Espanhola de Cardiologia.

O contato com outras pessoas por meio de um abraço reduz a pressão arterial ao ativar receptores chamados “corpúsculos”, que se encontram na pele e enviam sinais através dos nervos.

6. Possibilidade de reduzir o risco cardíaco

Uma dose de abraços diários tem a capacidade de proteger o coração mediante o controle do ritmo cardíaco e do fluxo sanguíneo. Isso porque sua prática promove o estado de relaxamento. Dessa forma, melhora a oxigenação do sangue e, com isso, permite que esse músculo tenha uma atividade normal.

7. Melhora o sistema nervoso

No mesmo sentido, o efeito calmante de abraçar não tem benefícios apenas para a saúde cardiovascular, mas também para o sistema nervoso.

Como essa prática pode ajudar a amenizar estados emocionais negativos, além de reduzir a ansiedade, o estresse e a depressão, ela favorece o bom funcionamento do sistema nervoso. Isso, por sua vez, evita que disfunções no eixo hipotálamo-hipófise-adrenal sejam desencadeadas.

Como explicam os especialistas da Sociedade Espanhola de Cardiologia: “sua disfunção é a causa da superexposição dos tecidos aos glicocorticóides e os consequentes efeitos nocivos nas funções superiores (memória, humor), bem como nos sistemas cardiovascular, metabólico, imunológico e ósseo”.

8. Fortalece as defesas do corpo

Amizade: os benefícios de abraçar

Considerando o que algumas pesquisas sugerem, podemos ver que a oxitocina também está associada a um menor risco de infecções. Isso ocorre porque aumenta a presença de anticorpos para tornar mais eficaz a luta contra vírus e bactérias. Portanto, abraçar pode ajudar a melhorar o sistema imunológico.

“A oxitocina é um mediador-chave de comportamentos emocionais e sociais complexos, incluindo o apego, o reconhecimento social e a agressão… dados recentes sugerem que tem efeitos neuroprotetores ao aumentar a resistência dos neurônios fetais a insultos durante o trabalho de parto”.

9. Desenvolvimento neuronal

O afeto manifestado através do ato de abraçar é determinante para o desenvolvimento neuronal nos primeiros anos de vida. Por isso, não recebê-lo pode reduzir as habilidades psíquicas e motoras em anos posteriores.

De acordo com um estudo realizado pela Universidade de Duke, nos Estados Unidos, os bebês que não recebem abraços suficientes têm um cérebro até 20% menor do que os outros.

10. Reforça os laços sentimentais

A linguagem corporal é um dos fatores-chave para as relações felizes. Um casal que se abraça compartilha um vínculo afetivo forte que lhe permite sentir mais amor e segurança.

Você está dando ou recebendo uma dose diária de abraços? Em última instância, eles não custam nada e são uma excelente forma de tornar a vida mais agradável.

Não deixe de aproveitá-los e também não perca a oportunidade de compartilhar os abraços com as pessoas que fazem com que tudo faça sentido na sua vida.

Pode interessar a você...
Carinho é tocar com respeito a alma do outro
Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
Carinho é tocar com respeito a alma do outro

Graças ao carinho podemos estabelecer relações de cordialidade com as pessoas que amamos. Convidamos você a refletir sobre o poder do carinho neste...



  • Tops, M., Huffmeijer, R., Linting, M., Grewen, K. M., Light, K. C., Koole, S. L., … van IJzendoorn, M. H. (2013). The role of oxytocin in familiarization-habituation responses to social novelty. Frontiers in Psychology, 4(October), 1–9. https://doi.org/10.3389/fpsyg.2013.00761
  • Evoniuk, G. E., Kuhn, C. M., & Schanberg, S. M. (1979). The effect of tactile stimulation on serum growth hormone and tissue ornithine decarboxylase activity during maternal deprivation in rat pups. Communications in Psychopharmacology, 3(5), 363–370.