10 causas para uma sensação de fome constante

· 19 de fevereiro de 2018
Você sempre tem a necessidade de comer ou o seu cérebro pensa muito sobre comida? Preste atenção, pois estes são os motivos que causam essa sensação de fome constante.

Conheça a seguir algumas causas para aquela sensação de fome constante.

10 causas para uma sensação de fome constante

1. Sentir sede

Se comeu recentemente e sente que está com fome novamente, é provável que não seja isso. Pense quando foi a última vez que bebeu água.

Por isso, beba um copo e espere um pouco. A sensação de fome provavelmente diminuirá e isso provará que, de fato, estava apenas com sede.

Acabar com essa sensação de fome será tão simples como se acostumar a beber água regularmente. A melhor opção para acostumar o corpo a consumir uma grande quantidade de água é beber desde a hora em que se acorda e sempre meia hora antes de cada refeição.

2. Alimentos com calorias vazias

Muito azúcar pode dar a sensação de fome constante

Não coma docinhos em que o açúcar é o protagonista porque estará ingerindo muitas calorias vazias durante o dia.

Além disso, petiscos doces, mesmo que ingeridos em pequenas quantidades, acabam por excitar nosso apetite sem dar ao nosso corpo alimentos saudáveis ​​e nutritivos.

A chave é tentar reduzir o número de carboidratos e açúcares e apostar em comer alimentos mais saudáveis.

Leia mais: Como comer entre as refeições sem engordar

3. Não dormir bem

Não dormir bem te fará acordar e ter necessidade de comer, algo que não acontecerá se dormir profundamente durante 7 ou 8 horas.

Durante a noite, o corpo produz um hormônio chamado melatonina que é responsável pelo bom funcionamento do nosso corpo.

4. Estresse

O estresse pode provocar sensação de fome constante

Todos nós respondemos a dois tipos de comportamentos quando enfrentamos momentos de estresse. As pessoas que não conseguem comer nada e aquelas que comem mais, justamente por estarem angustiadas.

Se for daquelas que comem mais em momentos de estresse e angústia, é preciso ter em mente que o estresse não é motivo para comer alimentos pouco saudáveis ​​e é melhor escolher fazer alguma atividade.

Por isso, chame seus amigos, faça um esporte, leia um livro, tudo o que lhe permitir distrair sua atenção e não pensar em alimentos.

5. Aperitivos e álcool

O álcool engorda e também estimula seu apetite. Não beba álcool, e se sair com os amigos, escolha comer refeições pequenas e lanches saudáveis.

Saiba mais: Devemos parar de beber álcool para perder peso?

6. Falta de proteínas

Peixes

É essencial que, para evitar a sensação de fome constante, incluir proteínas na dieta. Não só fornecem energia, como também gerarão uma sensação de saciedade. Coma vegetais e frutas além das proteínas.

7. Ausência de gorduras saudáveis

Nem todas as gorduras dos alimentos são as mesmas. Por exemplo, fast food, alimentos fritos, gordurosos, defumados e a farinha têm gorduras não saudáveis; gorduras saturadas que engordam.

No entanto, as gorduras saudáveis ​​devem estar presentes na alimentação. Este tipo de gordura é encontrado no azeite, no salmão, nas nozes e frutas secas, abacate e nas sementes de girassol.

8. Não seguir um horário para as refeições

A mã alimentação pode dar sensação de fome constante

Faça as cinco refeições por dia: café da manhã, almoço, jantar e dois lanches entre elas. Não perca nenhuma dessas refeições, e se tiver a opção, sempre coma no mesmo horário ou com um intervalo de tempo similar.

Ademais, não é aconselhável exagerar na quantidade. Por isso, aposte em pequenas porções durante intervalos aproximadamente regulares.

9. Não pense em comida o tempo todo

A crescente tendência de olhar para imagens de alimentos através das redes sociais nos faz pensar sobre isso constantemente. Estamos sempre conectados ao Instagram em busca do que cozinhar para o jantar ou para a próxima festa; por conseguinte, fica aquela sensação de fome constante.

10. Não coma com pressa

Casal com sensação de fome

Em suma, comer devagar é essencial para se sentir saciado no momento certo. E comer rapidamente faz com que o nosso corpo não tenha tempo para assimilar nada e acaba pedindo por mais comida.

Uma boa maneira de consegui-lo é mastigar muito mais devagar e cortar a comida em pequenos pedaços. O cérebro precisa de um certo tempo até chegar ao ponto sentir saciedade, então deixe esse tempo passar.

Se comer muito rápido, acabará ingerindo mais calorias, e muitas delas provavelmente nem necessitava; mas seu cérebro não recebeu a mensagem de saciedade que deveria receber e a qual o corpo exige.