10 Incríveis benefícios da aveia e uma receita para o café da manhã

27 Agosto, 2020
A aveia pode nos ajudar a acabar com a diabetes tipo 2? As fibras solúveis da aveia estimulam a digestão do amido e estabilizam os níveis de açúcar.

A aveia é um dos cereais mais completos, deliciosos e saudáveis que podemos encontrar. Confira neste artigo 10 incríveis benefícios da aveia e uma receita para o café da manhã.

Popularmente a aveia também é conhecida como “a rainha dos cereais”, porque contém mais proteínas, vitaminas, hidratos de carbono e nutrientes que os demais cereais.

É um dos alimentos mais consumidos no mundo, devido ao seu alto valor nutricional e energético que se transformou na base da alimentação de muitas civilizações e culturas.

O melhor de tudo é que, podemos aproveitar a aveia todos os dias do ano, pois sempre está disponível e o seu preço é bem econômico. Quer mais motivos para consumir aveia todos os dias?

Benefícios da aveia

Controla o colesterol

A aveia contém um composto chamado Beta-Glucana (fibra) que, de acordo com pesquisas, é benéfico para as pessoas que sofrem de colesterol alto. Assim, um dos benefícios de incluir aveia no café da manhã todos os dias, é regular os níveis de colesterol.

Leia mais: O quão efetiva a aveia é para controlar o colesterol

É antioxidante

Benefícios da aveia como antioxidante

A aveia também possui propriedades antioxidantes que contribuem para combater os radicais livres procedentes do colesterol ruim. Este é um benefício da aveia realmente importante porque também é a chave para prevenir as doenças cardiovasculares.

Fortalece o sistema imunológico

A Beta-Glucana da aveia ajuda a melhorar a resposta do sistema imunológico contra vírus e bactérias que causam as infecções. Consumir uma porção de aveia por dia nos ajuda a fortalecer o sistema imune e assim protegemos o nosso corpo destes patógenos.

Ajuda a combater o diabetes

Benefícios da aveia contra o diabetes

As pessoas que consomem aveia regularmente são menos propensas a contrair diabetes tipo II. A fibra solúvel da aveia pode ajudar as pessoas com diabetes, porque estimula a digestão do amido estabilizando os níveis de açúcar, especialmente depois de ingerir os alimentos.

Melhora a digestão

Outro dos benefícios da aveia é que nos ajuda a melhorar a digestão. Isso porque a fibra é ideal para melhorar o trânsito intestinal e evitar problemas como a prisão do ventre. Além disso, a fibra insolúvel da aveia ajuda a reduzir os ácidos biliares e diminuir a sua capacidade tóxica.

Proporciona saciedade

Benefícios da aveia para a saciedade

Uma das razões pelas quais recomenda-se consumir aveia no café da manhã, é porque gera sensação de saciedade por mais tempo. Dessa forma, evita que sintamos a necessidade de comer a toda hora.

Este benefício se deve ao seu teor de carboidratos complexos ou conhecidos também como carboidratos de absorção lenta.

É anticancerígena

A aveia contém ligninas e fitoestrógenos, que são duas substâncias chaves na prevenção do câncer relacionado com os hormônios.

Por esse motivo é recomendado especialmente para as mulheres que estão na fase da menopausa, pois pesquisas descobriram que é a chave para reduzir, em boa parte, o risco de sofrer de câncer de mama.

Leia também: Perca peso de forma eficaz com a dieta da aveia

Ajuda a combater a asma

A aveia também tem um efeito expectorante que ajuda especialmente as pessoas que sofrem de tosse e bronquite.

Estudos revelaram que, aumentar o consumo de cereais integrais como a aveia, pode reduzir em até 50% o risco de asma nas crianças.

O estudo complementou a dieta com a ingestão de peixes e fibra dos cereais, concluindo que o consumo desses alimentos pode reduzir em até 50% o risco de asma e, em 80% o risco de estreitamento das vias respiratórias, que ocorre nos brônquios.

Protege o coração

Benefícios da aveia para o coração

As ligninas contidas na aveia, são fitoquímicos também presentes em outros cereais, que são sintetizados graças à flora intestinal e podem proteger o coração de diferentes doenças.

É diurética

Outro dos benefícios da aveia é que seu consumo ajuda a eliminar o ácido úrico e aumenta a quantidade de urina graças ao silício que contém. Devido a esta propriedade, a aveia também combate a gota e outras doenças relacionadas à retenção de líquidos.

A aveia é um cereal versátil e com vários benefícios, por isso deve ser consumida com frequência.

Como consumir a aveia no café da manhã?

Há diversas formas de comer aveia no café da manhã. No entanto, a seguir compartilharemos uma receita simples para você aproveitar todas as suas propriedades e começar o dia da melhor maneira.

Ingredientes

  • 1/2 xícara de aveia integral moída.
  • 6 amêndoas.
  • 2 nozes.
  • 1 colher de sementes de chia.
  • Mel ou estévia.
  • 1 colher de café de uva passa.
  • Bebida de coco ou amêndoa.

Modo de preparo

  • Primeiramente, encha um recipiente pela metade com aveia.
  • Acrescente uma colher de sementes de chia.
  • Misture bem esses elementos e então complete o restante do recipiente com a bebida vegetal escolhida. Deixe um espaço para os outros ingredientes.
  • Acrescente as demais substâncias e finalmente tampe e deixe na geladeira durante toda a noite. No dia seguinte você pode acrescentar um pouco de leite.
  • Chandalia, M., Garg, A., Lutjohann, D., Von Bergmann, K., Grundy, S. M., & Brinkley, L. J. (2000). Beneficial effects of high dietary fiber intake in patients with type 2 diabetes mellitus. New England Journal of Medicine342(19), 1392-1398. Available at: https://www.nejm.org/doi/full/10.1056/NEJM200005113421903. Accessed 06/03/2020.
  • DAVIS, J. M., MURPHY, E. A., BROWN, A. S., CARMICHAEL, M. D., GHAFFAR, A., & MAYER, E. P. (2004). Effects of oat β-glucan on innate immunity and infection after exercise stress. Medicine & Science in Sports & Exercise36(8), 1321-1327. Available at: https://journals.lww.com/acsm-msse/Fulltext/2004/08000/Effects_of_Oat___Glucan_on_Innate_Immunity_and.9.aspx. Accessed 06/03/2020.
  • EFSA Panel on Dietetic Products, Nutrition and Allergies (NDA). (2010). Scientific Opinion on the substantiation of a health claim related to oat beta glucan and lowering blood cholesterol and reduced risk of (coronary) heart disease pursuant to Article 14 of Regulation (EC) No 1924/2006. EFSA Journal8(12), 1885. Available at: https://doi.org/10.2903/j.efsa.2010.1885. Accessed 06/03/2020.
  • Mackie, A., Rigby, N., Harvey, P., & Bajka, B. (2016). Increasing dietary oat fibre decreases the permeability of intestinal mucus. Journal of functional foods26, 418-427. Available at: https://doi.org/10.1016/j.jff.2016.08.018. Accessed 06/03/2020.
  • MedlinePlus (2019). Antioxidantes. Available at: https://medlineplus.gov/spanish/antioxidants.html. Accessed 06/03/2020.
  • Othman, R. A., Moghadasian, M. H., & Jones, P. J. (2011). Cholesterol-lowering effects of oat β-glucan. Nutrition reviews69(6), 299-309. Available at: https://doi.org/10.1111/j.1753-4887.2011.00401.x. Accessed 06/03/2020.
  • MedlinePlus (2018). Fibra. Available at: https://medlineplus.gov/spanish/ency/article/002470.htm. Accessed 06/03/2020.
  • Peterson, D. M. (2001). Oat antioxidants. Journal of cereal science33(2), 115-129. Available at: https://doi.org/10.1006/jcrs.2000.0349. Accessed 06/03/2020.
  • Rebello, C. J., O’Neil, C. E., & Greenway, F. L. (2016). Dietary fiber and satiety: the effects of oats on satiety. Nutrition Reviews74(2), 131-147. Available at: https://doi.org/10.1093/nutrit/nuv063. Accessed 06/03/2020.
  • Singh, R., De, S., & Belkheir, A. (2013). Avena sativa (Oat), a potential neutraceutical and therapeutic agent: an overview. Critical reviews in food science and nutrition53(2), 126-144. Available at: https://doi.org/10.1080/10408398.2010.526725. Accessed 06/03/2020.
  • Virtanen, S. M., Kaila, M., Pekkanen, J., Kenward, M. G., Uusitalo, U., Pietinen, P., … & Veijola, R. (2010). Early introduction of oats associated with decreased risk of persistent asthma and early introduction of fish with decreased risk of allergic rhinitis. British journal of nutrition103(2), 266-273. Available at: https://doi.org/10.1017/S0007114509991541. Accessed 06/03/2020.
  • Zhang, X., McGeoch, S. C., Megson, I. L., MacRury, S. M., Johnstone, A. M., Abraham, P., … & Lobley, G. E. (2014). Oat‐enriched diet reduces inflammatory status assessed by circulating cell‐derived microparticle concentrations in type 2 diabetes. Molecular nutrition & food research58(6), 1322-1332. Available at: https://doi.org/10.1002/mnfr.201300820. Accessed 06/03/2020.