10 alimentos para tratar a enxaqueca

· 16 de janeiro de 2014
As enxaquecas podem estar associadas ao estresse. É importante repensar o seu estilo de vida ou praticar algum tipo de esporte para relaxar.

Enxaqueca! Só a palavra já nos assusta. Trata-se de um tipo específico de dor de cabeça, associado a uma dor pulsátil insistente, situada geralmente em um lado da cabeça, que pode provocar vômitos e fotofobia (aversão à luz). Em seguida, neste artigo iremos indicar formas naturais de se tratar a enxaqueca.

Quando sofremos uma enxaqueca, certamente buscamos ambientes silenciosos e escuros. Esse é um processo que pode nos bloquear por 6 a 48 horas. Em algumas ocasiões, precede a uma série de sintomas conhecidos como “aura”, indicadores que nos avisam da chegada iminente de uma enxaqueca. Além disso, costuma incidir mais em mulheres e, às vezes, pode começar bem cedo.

Possíveis causas

  • Inegavelmente o fator hereditário tem bastante peso em relação à enxaqueca;
  • A enxaqueca, em si, deve-se a uma atividade cerebral anormal que, por sua vez, ocorre devido a alterações de determinadas vias nervosas e tecidos circundantes;
  • O estresse é, sem dúvidas, um fator que pode causar fortes crises de enxaqueca;
  • Problemas no fígado;
  • Mudanças hormonais;
  • Problemas de vista, como por exemplo, os causados por trabalhar muitas horas em frente ao computador;
  • Má alimentação.

Quais situações podem desencadear uma enxaqueca?

  • Uma jornada de muito estresse;
  • Alterações no sono;
  • Jejuar pelas manhãs;
  • Passar muito tempo exposto ao sol;
  • A menstruação e, inclusive, até o uso de anticoncepcionais;
  • Certos alimentos tais como o cacau, lácteos e, principalmente, alimentos que contenham tiramina (vinho vermelho, queijo curado, peixe, fígado de frango, figo…)
  • Luzes muito brilhantes, bem como cheiros muito fortes, barulho e sons muito altos.

Também pode te interessar:

Mistura de gengibre e azeite de oliva para acalmar a dor

Remédios para tratar a enxaqueca

Analgésicos naturais

  • Gengibre: é, provavelmente, o analgésico natural mais efetivo que existe, ou seja, maravilhoso para tratar a enxaqueca. Você pode, por exemplo, preparar um chá com gengibre duas vezes ao dia. Ferva a água e deixe repousar com o gengibre. Depois, coe e tome pouco a pouco.

gengibre ajuda a tratar a enxaqueca

  • Menta: é um excelente sedativo. É possível preparar infusões com menta, mas uma massagem com óleo de menta no pescoço é perfeita para relaxar, inalar seus vapores também é muito efetivo.
  • Lavanda, erva-cidreira e tília: todas elas têm uma ação sedativa muito poderosa. Ou seja, combinadas e tomadas de 5 em 5 horas e de pouco a pouco melhorarão a dor.
  • Unha-de-gato (Uncaria tomentosa): ideal para tratar a enxaqueca, pois desinflama e ameniza a dor.
  • Calêndula: perfeita para relaxar e aliviar a dor. Basta tomar duas xícaras por dia de seu chá. Pegue um pouco de folhas e esquente em ¼ de água, em seguida filtre o líquido e beba-o aos poucos.
  • Óleo de lavanda: aplique na testa com uma compressa, pois ele é um remédio muito antigo para aliviar as dores causadas pela enxaqueca.

Nutrição adequada

  • Vitamina B2: pesquisas realizadas pela Universidade da Bélgica concluíram que os alimentos que possuem vitamina B12 reduzem, significativamente, a dor de cabeça. E onde encontramos tal vitamina? Em alimentos que contêm riboflavina, ou seja, sardinhas, lentilhas, salmão, robalo, cogumelo etc.
  • Vitamina B6: é necessária para aumentar o nível de serotonina, hormônio que evita o surgimento da dor. Pode ser encontrada no bacalhau, na truta, no atum, em batatas assadas (com casca), no brócolis, nos espargos, no nabo, nos cereais integrais e nas sementes de girassol, por exemplo.
  • Magnésio: indispensável. Segundo muitos estudos, quando sofremos com o estresse a produção de magnésio é bloqueada, isso culmina em dor física, principalmente dor de cabeça. E onde encontramos o magnésio? Anote: na levedura de cerveja, em sementes de girassol, nas nozes, no arroz integral, nas castanhas secas. Também é possível encontrá-lo em capsulas, como suplemento, o que ajudará a prevenir a enxaqueca.

Também pode te interessar:

O efeito da dislexia em crianças

Dieta diária para prevenir a enxaqueca

  • Em jejum: suco de limão espremido, ajuda a limpar o organismo.
  • Café da manhã: uma xícara de aveia e uma fruta.
  • Almoço: um caldo de vegetais, salada fresca e salmão.
  • Não se esqueça de beber muita água: isto evitará a desidratação, principalmente se você vomitou devido à dor de cabeça.
  • Jantar: verduras ao vapor, um sanduíche integral e uma xícara de leite de amêndoas com aveia.
  • Antes de dormir: uma maçã e uma das infusões ou chás anteriormente citados.

Alimentos prejudiciais

  • Bebidas açucaradas;
  • Chocolate;

chocolate

  • Vinho tinto;
  • Carnes curadas;
  • Queijos envelhecidos;
  • Molho de tomate, temperos fortes etc;
  • Embutidos;
  • Bebidas estimulantes;
  • Leite integral de vaca;
  • Chá preto.

Concluindo, recomendamos também que inclua em sua vida uma hora do dia para praticar algum exercício: andar de bicicleta, nadar, etc. Faça o mesmo para tentar relaxar mais, em situações de enxaqueca associada ao estresse, é muito importante reorganizamos a vida e levarmos dias mais tranquilos.