Usos medicinais da vaselina que você vai gostar de conhecer

Graças à sua textura, a vaselina é de fácil aplicação e se combina com perfeição com outros ingredientes para preparar diferentes remédios de uso tópico.
Usos medicinais da vaselina que você vai gostar de conhecer

Última atualização: 06 Janeiro, 2019

A vaselina, também conhecida como petrolato, é um produto versátil que pode ser aproveitado tanto nas tarefas do lar quanto na beleza e medicina natural. Para que possamos aproveitá-la ao máximo, hoje falaremos sobre os usos medicinais da vaselina.

É uma pomada incolor, de textura oleosa, recomendada como hidratante natural, já que prende a umidade sem causar efeitos indesejados na pele.

Contém substâncias antioxidantes e vitaminas e minerais que, após serem aplicados de forma externa, ajudam a tratar alguns problemas cutâneos e algumas doenças.

O melhor de tudo é que ela pode ser combinada com facilidade com outros ingredientes, o que permite a elaboração de remédios econômicos e naturais.

Conheça a seguir os seis melhores usos medicinais da vaselina.

Usos medicinais da vaselina

1. Remédio contra o reumatismo

Reumatismo no joelho

A aplicação externa de vaselina pode facilitar as massagens para acalmar as dores que ocorrem por causa do reumatismo. Neste caso iremos combiná-la com casca de ulmeiro, o que proporciona efeitos analgésicos.

Ingredientes

  • 3 colheres de sopa de vaselina (60g)
  • 3 colheres de sopa de casca de ulmeiro triturada (45g)

Preparo

  • Coloque a vaselina em um recipiente resistente ao calor e derreta em banho-maria.
  • Quando estiver derretida, acrescente a casca de ulmeiro triturada e misture.
  • Deixe repousar em temperatura ambiente até que se solidifique.

Modo de aplicação

  • Pegue a quantidade necessária de pomada e aplique-a com uma massagem suave sobre a área afetada pela dor reumática.
  • Use até 2 vezes ao dia.

2. Remédio contra a dermatite

Os ácidos graxos da vaselina ajudam a hidratar a pele para suavizar as crostas duras que vão se formando devido à dermatite.

Ingredientes

  • 2 colheres de sopa de vaselina (40g)
  • 1 colher de sopa de óleo de amêndoas (15g)

Preparo

  • Combine a vaselina com o óleo de amêndoas até obter um creme homogêneo.

Modo de aplicação

  • Pegue um pouco da pomada com a ponta dos dedos e aplique sobre as crostas da dermatite.
  • Deixe absorver sem enxaguar e repita o uso 2 vezes ao dia.

3. Remédio contra as hemorroidas

Mulher sentindo cólicas

A vaselina é um produto suave que não provoca agressões na pele.

Por esta razão, podemos combiná-la com outros ingredientes medicinais para acalmar a irritação e a dor provocadas pelas hemorroidas.

Ingredientes

  • 1 colher de sopa de vaselina (20g)
  • 2 colheres de sopa de farinha de cevada (30g)
  • 1 colher de sopa de mel (25g)
  • 1 clara de ovo

Preparo

  • Derreta uma colher de vaselina em banho-maria.
  • Quando estiver pronta, acrescente a farinha de cevada, o mel e a clara de ovo.
  • Misture tudo até formar uma massa consistente.

Modo de aplicação

  • Aplique o remédio sobre a área afetada quando sentir incômodo ou dor.
  • Conserve-o em um frasco de vidro hermético na geladeira.

4. Remédio para as entorses

Com a vaselina como base, podemos preparar um unguento anti-inflamatório para acelerar a recuperação das entorses.

Ingredientes

  • 2 colheres de sopa de vaselina (40g)
  • ½ colher de chá de pimenta caiena em pó (2g)

Preparo

  • Derreta a vaselina em banho-maria e misture com a pimenta caiena em pó.
  • Deixe repousar em temperatura ambiente e armazene em um frasco hermético.

Modo de aplicação

  • Aplique a pomada sobre a área afetada e faça uma massagem durante 5 minutos.
  • Deixe agir por 2 ou 3 horas e enxágue.
  • Repita seu uso todos os dias.

5. Remédio contra as contusões

Hematomas nos joelhos

Este remédio com vaselina ajuda a melhorar a circulação sanguínea para acelerar o processo de recuperação das contusões.

Contém folhas de confrei, um ingrediente com propriedades anti-inflamatórias e calmantes ideais para tratar pancadas.

Ingredientes

  • 5 colheres de sopa de vaselina (100g)
  • 2 colheres de sopa de folhas de confrei picadas (30g)

Preparo

  • Coloque a vaselina em um recipiente resistente ao calor e derreta em banho-maria.
  • Em seguida, acrescente as folhas de confrei picadas, diminua o fogo e misture durante 10 minutos.
  • Retire o produto da fonte de calor e deixe repousar por 5 a 10 minutos.
  • Por último, coe com um pano de algodão e armazene em um frasco de vidro.

Modo de aplicação

  • Aplique a pomada sobre a região afetada e massageie durante 5 minutos até que se absorva bem.
  • Se você considerar necessário, repita seu uso 2 vezes ao dia.

6. Remédio contra as queimaduras solares

Se combinarmos as propriedades da vaselina com um pouco de azeite de oliva podemos obter um creme hidratante para regenerar a pele afetada pelas queimaduras solares.

Ingredientes

  • 2 colheres de sopa de vaselina (40g)
  • 1 colher de sopa de azeite de oliva (16g)

Preparo

  • Coloque a vaselina em um recipiente e misture com o azeite de oliva.

Modo de aplicação

  • Três ou quatro dias depois de sofrer a queimadura, aplique este creme de vaselina sobre a região afetada.
  • Use até notar uma melhora.

Nota: evite usá-la imediatamente depois de sofrer a queimadura.

Você já conhecia estes usos medicinais da vaselina? Como pode notar, é um produto multiuso que pode servir como solução para vários problemas. Não deixe de utilizá-la!

Pode interessar a você...
13 usos da vaselina que você não conhecia
Melhor Com Saúde
Leia em Melhor Com Saúde
13 usos da vaselina que você não conhecia

Os usos da vaselina são muito diversos. Use a quantidade certa, já que, sendo um produto denso com fácil adesão, não se dissolve na água.



  • Araújo, Natalúcia Matos, and Sonia Maria Junqueira Vasconcellos de Oliveira. “The use of liquid petroleum jelly in the prevention of perineal lacerations during birth.” Revista latino-americana de enfermagem 16.3 (2008): 375-381.
  • Fuertes, Alejandro Villa. “Verrugas plantares: tratamiento con ácido monocloroacético y vaselina salicílica.” El Peu 27.2 (2007): 107-112.
  • Grabois, Florencia S., et al. “Tratamiento con vaselina estéril para lesión por extravasación en un prematuro.” Archivos argentinos de pediatría 106.6 (2008): 533-535.