Usar halls preto ajuda no orgasmo feminino? Descubra se existem riscos

Você já ouviu falar que o uso de halls preto ajuda as mulheres a atingirem o orgasmo? Descubra se existem riscos nessa prática.
Usar halls preto ajuda no orgasmo feminino? Descubra se existem riscos

Última atualização: 22 abril, 2022

Você já deve ter ouvido falar que o halls preto aumenta o prazer nas relações sexuais orais. Mesmo que ainda não exista nenhuma comprovação científica, supostamente o efeito refrescante dessa bala facilita o orgasmo.

Mas como isso acontece? De acordo com a crença popular, a bala pode ser usada durante as preliminares ou para praticar sexo oral, pois a sensação de frescor oferecida por ela tem efeito nos órgãos genitais.

De acordo com a ginecologista e sexóloga Lilian Fiorelli, especialista em sexualidade feminina pela Universidade de São Paulo, durante as relações sexuais todo o corpo sofre algumas alterações, e a bala pode intensificar essas sensações corporais.

“Após a excitação, há um aumento na circulação sanguínea e na vasodilatação da região pélvica, produzindo a lubrificação vaginal. Com isso, o local fica mais sensível e quanto mais estímulo tiver, maior será o prazer. O frescor da bala em algumas pessoas amplia a sensibilidade tanto da língua quanto da região íntima, o que costuma ser bastante prazeroso”, esclarece a sexóloga.

De acordo com outros especialistas, experimentar novas sensações sempre deixa o ato sexual mais cheio de prazer, mas é importante observar se o uso do halls preto provoca alguma reação adversa após o término da relação.

“O orgasmo é uma das fases da resposta sexual humana e, para que se experimente essa sensação, cada mulher precisa de determinados estímulos para sentir desejo. Por isso, o halls preto é uma alternativa, já que ele ativa a excitação e contribui para o clímax feminino”, explica Danila Oliveira, enfermeira especialista em sexualidade da Maternidade-Escola Assis Chateaubriand, do Complexo Hospitalar da Universidade Federal do Ceará (UFC).

Quais são os riscos para a saúde da mulher?

A principal pergunta é se o uso de halls preto pode prejudicar a saúde das mulheres. A resposta é depende, pois a bala não foi criada para o uso durante a prática sexual.

O produto foi elaborado, testado e aprovado apenas para o consumo oral, de forma que apenas sua influência na boca e no sistema digestivo foi investigado. As consequências do contato com a vagina e o pênis pode provocar reações adversas, como irritação e desconforto.

Especificamente falando das mulheres, sabe-se que o uso de substâncias na região íntima geralmente altera a flora vaginal, já que o halls preto contém bastante açúcar em sua composição e isso altera a quantidade de microrganismos na vagina.

“Com isso, é provocada uma irritação no local e altera-se o equilíbrio imunológico, levando ao surgimento de infecções na região íntima. O açúcar presente no halls preto aumenta a proliferação de bactérias e fungos patogênicos, e a mulher fica mais suscetível a ter candidíase, por exemplo”, explica Monique Valois, ginecologista, mastologista e obstetra do Hospital Dia Campo Limpo, que é administrado pelo Cejam (Centro de Estudos e Pesquisas Dr. João Amorim).

Sabe-se que a candidíase é provocada por uma alteração no equilíbrio vaginal que favorece a proliferação de fungos, que geralmente é causada pelo fungo Candida Albicans. A prática de sexo oral usando a bala pode contribuir para a manifestação da doença, pois pode irritar a mucosa vaginal.

Os principais sintomas da candidíase são os seguintes:

  • Corrimento espesso e de cor branca, com aspecto semelhante a leite coalhado.
  • Sensação intensa de coceira na região íntima.
  • Desconforto ou ardência ao urinar ou durante a prática sexual.
  • Vermelhidão e sensação de ardência no local.

Caso sinta algum incômodo ou sensação desagradável na vagina, a mulher deve sempre procurar um ginecologista. Somente um profissional capacitado pode descartar a presença de doenças mais graves e determinar o tratamento correto. Geralmente são prescritos cremes e medicamentos orais para aliviar os sintomas.

Os perigos do uso de halls preto durante a penetração

Não é recomendável introduzir a bala na vagina durante a penetração. Existe o risco de que a bala “se perca” ao chupá-la ou introduzi-la com o pênis ou a língua. Isso pode provocar desconforto até que a bala seja absorvida pelo organismo e acabará com a excitação do momento.

Além do mais, nem todas as mulheres gostam da experiência. “O halls preto é bastante intenso e algumas mulheres são mais sensíveis ao frescor. Sendo assim, em vez de sentir prazer, elas costumam sentir dor e desconforto durante o sexo oral com a bala”, explica Fiorelli.

Substitua o halls preto por produtos eróticos

Apesar de o uso dessas balas ser mais acessível e econômico, todos os profissionais consultados dizem que o ideal é substituir o halls preto por produtos eróticos, que foram elaborados para fins sexuais.

Existem diversas opções de produtos disponíveis com efeitos de sensibilização da região íntima, oferecendo a sensação de calor ou frescor na vagina. De forma geral, os produtos eróticos costumam gerar menos reações adversas e alterações na flora natural da região íntima feminina.

“Existem no mercado diversos produtos eróticos que são pensados e recomendados para esse tipo de uso. Por isso, ao entrar em contato com as mucosas não provocam irritações. Normalmente, se apresentam em forma de cápsulas e podem ser introduzidas na região genital ou anal, ajudando inclusive na lubrificação”, completa Oliveira.

Pode interessar a você...
Como facilitar o orgasmo das mulheres?
Melhor Com Saúde
Leia em Melhor Com Saúde
Como facilitar o orgasmo das mulheres?

Quer saber como é possível facilitar o orgasmo das mulheres? Embora muitas tenham dificuldade, alguns passos podem ser de grande ajuda.