Um sobrinho é o melhor presente que um irmão pode dar

· 24 de abril de 2016
Esta é uma relação muito especial. Os tios são mentores, confidentes e companheiros de brincadeiras para os sobrinhos, estas pessoinhas capazes de despertar os sentimentos mais amáveis.

Ter um sobrinho é uma benção, o presente mais maravilhoso que um irmão pode dar ao outro. Há muitas razões pelas quais isso é verdade, entre outras porque a sua inocência e a sua alegria colocam de cabeça para baixo a vida familiar.

Suas pequenas mãozinhas, sua vontade de passear pela vida, sua alegria, seu entusiasmo, seus sorrisos, seus prantos, seu amor, sua vontade, seus olhos brilhantes e sua expectativa diante do mundo que tem para explorar.

Ter sobrinhos é algo inigualável, porque ser tio significa muito mais do que podemos descrever com palavras. É fascinante a relação tão especial que se estabelece e o quão generosa ela é em amor.

Tia com sobrinho

Somente os tios podem dar abraços como os pais, guardar segredos como irmãos e compartilhar alegrias como amigos.

O que aprendemos ao ter um sobrinho

Primeiro aprendizado: você aprende a amar de maneira incondicional

Se você ainda não tiver filhos, um sobrinho irá ensinar a você o que é o amor incondicional. É fabulosa a sensação de poder dar tudo por alguém, sentir uma ternura imensa e uma necessidade infinita de proteção.

Ser pais, companheiros de brincadeiras, amigos confidentes, instrutores… Tudo isso em conjunto só pode se conseguir na relação entre tios e sobrinhos. Isso porque é um intercâmbio no qual prevalece a igualdade, o desfrute e o entendimento.

A proibição e imposição das regras estão presentes de uma maneira muito mais flexível e cooperativa entre tios e sobrinhos. Isso tem o intercâmbio de uma cor especial.

Leia também: Fortaleça as relações familiares

Segundo aprendizado: você aprende a se comportar como um super-herói

Desde o momento em que você ganha a etiqueta de tio, se transforma em uma espécie de super-herói. Você é uma pessoa admirável, o que te dá responsabilidade de surpreender, inventar e transmitir um amor infinito.

Cada explosão de amor, cada abraço e cada olhar de cumplicidade são demonstrações de que a mais maravilhosa criação do seu irmão ou da sua irmã é um dos seus pontos cardiais.

Esta sintonia especial pode ocorrer, pois a pressão e a responsabilidade das pautas de criação não prejudicam o prazer de brincar, conversar e cuidar da criança.

Sobrinho com sua tia

Terceiro aprendizado: você resgata a admiração pela vida

Outro dos grandes ensinamentos é aprender de novo a admirar e desfrutar a magia da vida, do aprendizado diário, do entusiasmo, da alegria, da inocência e do coração. Ou seja, transformar-se novamente em uma criança, mesmo sendo um adulto.

Vamos tateando como se fôssemos os maiores inexperientes do mundo, e conseguimos voltar a aproveitar a vida de maneira relaxada. Da mesma forma, aprendemos a compartilhar um entorno mágico com eles quanto a cuidado, felicidade, reconhecimento e cumplicidade.

Não é fácil satisfazer todas estas expectativas, mas o empenho em fazer isso vem acompanhado da condição de ser tio, de ter recebido o melhor presente que a fraternidade oferece: os sobrinhos.

Leia mais: Irmãos, o vínculo que nasce do coração

A importância do tio na vida do sobrinho

O legado emocional que um tio oferece a um sobrinho é outra das razões que fazem desta relação uma parte imprescindível na vida dos pequenos.

O papel dos tios é ser grandes mentores, pessoas que ajudam a ter outros pontos de vista diante da vida. São familiares que compartilham sem julgamentos as inquietudes, as brincadeiras, os pensamentos e os sentimentos.

Um tio pode conseguir inspirar em uma criança hobbies e motivações. Além disso, pode aconselhá-la e orientá-la em momentos complicados de sua vida em relação a temas com os quais pode entrar em conflito com seus pais ou que, simplesmente, não são os melhores para tratar no núcleo familiar mais direto.

O que aprendemos ao ter um sobrinho

Ainda que um tio não seja um amigo, ele representa cumplicidade, confidencialidade, proximidade e lealdade dentro da incondicionalidade da família. Todas estas características se envolvem na figura da pessoa adulta, flexível e próxima.

Os tios são amigos para toda a vida e os sobrinhos são acompanhantes incondicionais na vida da sua família. Um bonito legado que se transmite em uma relação sem rivais, sem pressão e sem segredos.

Muitas vezes o papel dos tios na vida das crianças não é reconhecido. Além disso, também parece que um sobrinho fica esquecido quando chegam os filhos. No entanto, sendo esta uma relação tão especial e mágica, se a mesma for cultivada será um dos vínculos emocionais dos quais mais iremos sentir orgulho durante toda a vida.

  • Goldsmid, R., & Féres-Carneiro, T. (2007). A função fraterna e as vicissitudes de ter e ser um irmão. Psicologia Em Revista. https://doi.org/10.1016/j.chaos.2007.07.062