Tumor cerebral: tipos, sintomas, causas e tratamentos

09 Setembro, 2020
Os tumores cerebrais são patologias muito sérias. Seu tratamento é complicado, assim como sua detecção precoce. Existem muitas variedades, algumas benignas e outras malignas.

Um tumor cerebral é, como todos os tumores, uma massa composta por células que crescem incontrolavelmente. Eles podem ser malignos ou benignos, e existem muitos tipos diferentes. A seguir, contaremos tudo que você precisa saber sobre eles.

O que é um tumor cerebral?

Um tumor cerebral é uma massa composta por células que perderam o controle sobre a sua reprodução e crescimento. Em outras palavras, elas crescem e se multiplicam incontrolavelmente de maneira diferente do resto das células normais do corpo.

Isso ocorre porque uma célula sofre mutações que fazem com que ela se reproduza muito mais do que o normal e não morra quando deveria, acumulando ainda mais mutações que a tornam maligna. Assim, elas acabam formando uma massa de células mutadas.

Podemos diferenciar dois tipos de tumores. Existem tumores benignos e malignos. A diferença entre eles reside na capacidade de metastatizar, ou seja, na possibilidade de se espalhar por todo o corpo. Nos tumores benignos, o crescimento será local, enquanto os tumores malignos se espalharão.

Além disso, também diferenciamos os tumores primários, que são aqueles que se originam diretamente do tecido de que estamos falando, que neste caso será cerebral, e os tumores secundários, que são aqueles que se originaram em outra área do corpo e foram metastizados para o cérebro.

Cérebro iluminado
Os tumores no cérebro podem ser benignos, malignos, primários ou secundários.

Tipos de tumores cerebrais

Dentro das classificações entre malignos e benignos e primários e secundários, existem muitos tipos diferentes de tumores que podemos encontrar no cérebro. O surgimento de um tipo ou de outro pode variar dependendo da idade ou do sexo do paciente, por exemplo. Existem tumores que aparecem especialmente em crianças, enquanto outros são mais comuns em adultos ou idosos.

Levando em conta todos os tipos de tumores cerebrais, os mais comuns são os secundários. Entre eles, destacam-se as metástases do câncer de pulmão, mama e pele.

Entre os primários, existem vários tipos, dependendo da célula de onde se originam. O mais comum em adultos é o meningioma, seguido pelo glioblastoma. Outros tipos de tumor cerebral primário são, por exemplo, neurinoma acústico, adenoma hipofisário, meduloblastoma e craniofaringioma.

Você também pode se interessar: Tratamento de tumores neuroendócrinos de pâncreas

Sintomas de um tumor cerebral

Os sintomas que um tumor cerebral produz dependem de seu tamanho, localização e taxa de crescimento, entre outros fatores. Como o cérebro é uma área crucial para controlar múltiplas funções, os sintomas podem ser muito diversos. Alguns deles serão:

  • Dores de cabeça novas e frequentes.
  • Náusea ou vômito.
  • Perda de sensação ou de movimento de qualquer parte do corpo.
  • Problemas ao caminhar ou para manter o equilíbrio.
  • Perda parcial ou total da visão em um ou ambos os olhos.
  • Dificuldades para falar ou entender os outros.

Normalmente, esses sintomas aparecem gradualmente ao longo de semanas ou meses, uma vez que dependerão do envolvimento de uma determinada área do cérebro afetada pelo crescimento do tumor.

Não deixe de ler: Um simples exame de sangue poderia localizar onde estão os tumores

Causas de tumores cerebrais e diagnóstico

Atualmente, as causas exatas do câncer não são conhecidas, embora possamos relacioná-las a alguns fatores de risco. Conhecemos alguns tipos de câncer que podem ser herdados, ou seja, eles são codificados em genes.

No entanto, outros ocorrem espontaneamente. Alguns fatores que podem predispor ao desenvolvimento de câncer são, por exemplo, a exposição à radiação e o hábito de fumar.

Para o diagnóstico, será necessária a avaliação clínica de um especialista. Exames diferentes também serão solicitados, tanto de imagem – como a tomografia computadorizada – quanto de sangue ou biópsias da massa. Assim, será possível estabelecer exatamente que tipo de tumor é antes do início do tratamento.

Tumores cerebrais
Imagens de tomografia computadorizada ou ressonância magnética são fundamentais no diagnóstico de tumores cerebrais.

Tratamento dos tumores cerebrais

O médico especialista encarregado do caso vai decidir qual é o tratamento mais adequado para cada um. Isso pode variar de quimioterapia ou radioterapia à cirurgia para remover o tumor. O tratamento vai depender do tipo de tumor, sua localização, as características do paciente e muitos outros fatores que deverão ser estudados em conjunto.

Atualmente, os pesquisadores estão trabalhando duro no campo da pesquisa estudando todos os tipos de câncer para melhorar o tratamento e a sobrevivência dos pacientes. Ainda assim, quanto mais rápido um tumor for detectado e o tratamento iniciado, maior será a expectativa de vida do paciente.

  • Sinning M. CLASIFICACIÓN DE LOS TUMORES CEREBRALES. Rev Médica Clínica Las Condes. 2017 May;28(3):339–42.
  • Karlsson P, Holmberg E, Lundberg LM, Nordborg C, Wallgren A. Intracranial Tumors after Radium Treatment for Skin Hemangioma during Infancy: A Cohort and Case-Control Study. Radiat Res. 1997 Aug;148(2):161.
  • Contreras LE. EPIDEMIOLOGÍA DE TUMORES CEREBRALES. Rev Médica Clínica Las Condes. 2017 May 1;28(3):332–8.
  • Nayak L, Lee EQ, Wen PY. Epidemiology of brain metastases. Curr Oncol Rep. 2012 Feb;14(1):48–54.
  • Hottinger AF, Khakoo Y. Neurooncology of familial cancer syndromes. Vol. 24, Journal of Child Neurology. SAGE Publications Inc.; 2009. p. 1526–35.