5 remédios naturais para tratar a colite ulcerativa

Embora estes remédios possam nos ajudar a aliviar os sintomas da colite ulcerativa, sempre deve-se ir ao médico especialista para saber se precisamos de outro tipo de tratamento médico.
5 remédios naturais para tratar a colite ulcerativa

Última atualização: 17 Fevereiro, 2021

A colite ulcerativa é uma doença crônica que afeta continuamente o cólon (intestino grosso), ao provocar danos em seu revestimento interno. Sua causa exata é desconhecida, mas muitas vezes está relacionada a fatores genéticos, alterações na microbiota ou na flora intestinal e aumento da permeabilidade intestinal.

Muitas vezes, pode ser confundido com um episódio comum de diarreia, já que em alguns casos ocorrem juntos. No entanto, devido à inflamação no cólon, a colite tende a se manifestar com outros sintomas.

Por sua vez, podem ocorrer sangramento e pequenas feridas nas paredes internas do intestino. Isso provoca fortes dores abdominais, inchaço e sangue ou pus nas fezes.

O tratamento da colite ulcerativa

Embora seja verdade que não há cura para esta doença, existem várias opções de tratamento para controlá-la.

Nesse sentido, os especialistas da Fundação Espanhola do Aparelho Digestivo (FEAD), comentam que entre os medicamentos para o controle da inflamação estão: antibióticos, corticoides, salicilatos, imunomoduladores ou imunossupressores, entre outros.

Também são utilizadas terapias biológicas, que consistem na administração de medicamentos projetados pela engenharia genética, a partir de culturas de células. Por outro lado, apenas em casos de emergência e situação de exaustão é utilizado o tratamento cirúrgico.

Embora estas sejam as principais opções de tratamento – e que têm mostrado bons resultados – há aqueles que consideram podem recorrer a certos remédios caseiros para o complementar e assim aliviar alguns desconfortos. Vejamos alguns dos remédios naturais mais propostos a seguir.

1. Água de repolho

Repolho para tratar a colite ulcerativa

A água do repolho é uma bebida natural que, além de hidratar, ajudaria a aliviar o desconforto estomacal. Principalmente porque quando tomada quente ou morna, ajuda a relaxar.

Ingredientes

  • 2 xícaras de água (500 ml).
  • 5 folhas de repolho.

Preparação

  • Primeiramente, despeje as xícaras de água em uma panela e adicione as folhas de repolho.
  • Depois, coloque para ferver, e quando chegar à ebulição, reduza para o fogo ao mínimo e deixe por 3 minutos.
  • Aguarde que descanse em temperatura ambiente e, quando estiver apropriado para consumo, coe.

2. Chá de camomila

O chá de camomila tem propriedades analgésicas, anti-inflamatórias e relaxantes. Por isso, tornou-se um remédio clássico para reduzir as dores abdominais, embora também seja indicado para aliviar os sintomas da colite ulcerativa.

Ingredientes

  • 1 xícara de água (250 ml).
  • 1 colher de chá de mel (25 g).
  • 2 colheres de chá de camomila (10 g).

Preparação

  • Primeiramente, ferva um copo de água e, quando atingir o seu ponto de ebulição, adicione as flores de camomila.
  • Depois, cubra a bebida, deixe descansar à temperatura ambiente e, quando estiver morna, coe.
  • Por fim, adicione uma colher de chá de mel para adoçar.

3. Suco de aloe vera e mel

Há estudos que sugerem que o aloe vera tem propriedades digestivas. Inclusive, pode ajudar pacientes com síndrome do intestino irritável.

Misturar um pouco de gel de aloe vera com mel pode ser um bom remédio para o alívio da colite ulcerativa, de acordo com a sabedoria popular, já que ambos os ingredientes têm potencial curativo e regenerativo.

Ingredientes

  • 3 colheres de sopa de gel de aloe vera (45 g).
  • 1 colher de chá de mel (25 g).
  • ½ xícara de água (125 ml).

Preparação

  • Extraia o gel de aloe vera.
  • Lave com água em abundância até que toda a sálvia (camada amarelada) seja removida.
  • Coloque em um copo com água e um pouco de mel e consuma.

4. Leite de aveia

Diz-se que esse leite vegetal é um remédio calmante para diarreia, dor e problemas de estômago, pois a aveia tem propriedades anti-inflamatórias e digestivas.

Ingredientes

  • 1 xícara de água (250 ml).
  • 1 colher de sopa de mel (10 g).
  • 3 colheres de sopa de aveia (30 g).

Preparação

  • Primeiramente, adicione as colheres de sopa de aveia em um copo de água e deixe ali por duas horas.
  • Em seguida, despeje o produto no liquidificador e processe-o por alguns instantes.
  • Finalmente, após obter uma bebida homogênea, adicione mel se desejar.

5. Chá de sementes de feno-grego

O feno-grego mostrou efeitos antimicrobianos. Por isso, acredita-se que possa auxiliar no combate a infecções vaginais que causam mau cheiro, entre outras questões.

O chá de sementes de feno-grego é um remédio tradicional contra problemas digestivos. Tem propriedades anti-inflamatórias e calmantes que diminuem a irritação do cólon.

É essencial consultar seu médico antes de consumir este remédio. Especialmente se você estiver grávida ou amamentando.

Ingredientes

  • 1 xícara de água (250 ml).
  • 1 colher de chá de sementes de feno-grego (5 g).

Preparação

  • Coloque um copo de água para ferver e adicione as sementes de feno-grego.
  • Depois, cubra a bebida e deixe descansar por 10 minutos.

Você provaria esses remédios?

Se você foi diagnosticado com colite ulcerativa, o melhor é seguir as instruções do seu médico e perguntar se você pode recorrer aos remédios caseiros separadamente, pois assim saberá o que é recomendado e o que não é, além de evitar  reações adversas.

Lembre-se de que não existe remédio capaz de curar uma doença, portanto, você nunca deve apoiar sua saúde apenas no seu consumo. Em vez disso, opte por seguir as recomendações do seu médico e mantenha um estilo de vida saudável e consistente.

Pode interessar a você...
A colite: 8 alimentos que todo paciente deve evitar
Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
A colite: 8 alimentos que todo paciente deve evitar

Ainda que seja comum recomendar o consumo de fibras para melhorar a digestão e a eliminação de resíduos, se você sofrer com a colite, é melhor evitá-las.



  • Al-Snafi, P. D. A. E. (2016). Beneficial medicinal plants in digestive system disorders (part 2): plant based review. IOSR Journal of Pharmacy (IOSRPHR). https://doi.org/10.9790/3013-067038592
  • Butt, M. S., Tahir-Nadeem, M., Khan, M. K. I., Shabir, R., & Butt, M. S. (2008). Oat: Unique among the cereals. European Journal of Nutrition. https://doi.org/10.1007/s00394-008-0698-7
  • Langmead, L., Dawson, C., Hawkins, C., Banna, N., Loo, S., & Rampton, D. S. (2002). Antioxidant effects of herbal therapies used by patients with inflammatory bowel disease: An in vitro study. Alimentary Pharmacology and Therapeutics. https://doi.org/10.1046/j.1365-2036.2002.01157.x
  • Miraj, S., & Alesaeidi, S. (2016). A systematic review study of therapeutic effects of Matricaria recuitta chamomile (chamomile). Electronic Physician. https://doi.org/10.19082/3024
  • Rajeswari, R., , M. Umadevi, C. S. R., & , S. Selvavenkadesh, K. P. Sampath Kumar, D. B. (2012). Aloe vera: The Miracle Plant Its Medicinal and Traditional Uses in India. Journal of Pharmacognosy and Phytochemistry.