Tratamento para a fibromialgia

A fibromialgia é uma doença de causa desconhecida que provoca dor musculoesquelética crônica. Que tratamentos existem para combatê-la?
Tratamento para a fibromialgia

Última atualização: 12 Fevereiro, 2021

O tratamento para a fibromialgia é um dos desafios atuais da medicina. No momento, a causa exata desta doença é desconhecida, e essa é uma limitação enorme para encontrar uma resposta convincente.

Porém, o que se sabe é que ela causa fortes limitações para quem a sofre. Além disso, é caracterizada por causar dor generalizada e crônica, principalmente no aparelho locomotor.

A ciência conseguiu determinar que se trata de uma doença de origem reumatológica. Também foi estabelecido que a dor se deve a um desequilíbrio nos neurotransmissores. Porém, quanto ao tratamento da fibromialgia, sabe-se apenas que devem incluir múltiplos tipos de ação. Você quer saber quais são?

Aspectos gerais da fibromialgia

A fibromialgia é uma doença que às vezes incapacita muito uma pessoa. A coisa mais difícil de enfrentar é a dor ou “mialgia”, que é mais intensa e prolongada do que a dor normal. Da mesma forma, também é difusa e afeta várias partes do corpo ao mesmo tempo.

Aspectos gerais
Além da dor generalizada, a fibromialgia causa fadiga crônica, baixa concentração e mudanças de humor. Na verdade, a doença está relacionada à ansiedade e à depressão.

O diagnóstico desta doença é difícil. Na verdade, até agora não existe nenhum teste de laboratório que a identifique. Normalmente, os médicos a definem examinando clinicamente os pacientes em 18 pontos do corpo que são sensíveis à pressão.

  • Fadiga
  • Rigidez
  • Transtornos do sono
  • Deterioração cognitiva
  • Depressão e ansiedade
  • Transtornos gastrointestinais

Neste sentido, os especialistas classificaram a fibromialgia em quatro tipos para facilitar o tratamento:

  • Tipo 1: se não há doença concomitante (que a acompanha).
  • Tipo 2: quando simultaneamente há doenças reumáticas e autoimunes.
  • Tipo 3: se há uma grave alteração psicopatológica
  • Tipo 4: corresponde aos pacientes que simulam ter a doença

Assim é o tratamento para a fibromialgia

Como o seguinte artigo publicado por vários pesquisadores da Universidade de Torino afirma claramente, o tratamento da fibromialgia não tem um propósito curativo; é apenas paliativo. Portanto, o objetivo final é reduzir os sintomas. Dessa forma, o que se busca é que a pessoa tenha uma melhor qualidade de vida e se mantenha o mais funcional possível.

É importante ressaltar que o tratamento da fibromialgia implica ações em várias frentes. Basicamente devemos contemplar três aspectos:

  • A gestão da dor
  • O aumento da funcionalidade
  • A condição psicossocial do paciente

Um dos aspectos cruciais é a educação do doente. Na verdade, sem a cooperação total e consciente do paciente, é difícil o tratamento funcionar. Quanto mais comprometida a pessoa, maiores suas chances de melhora.

Farmacoterapia

Farmacoterapia

O tratamento da fibromialgia inclui um componente farmacológico, que deve incluir uma dose de analgésicos e anti-inflamatórios. Nestes casos, é comum utilizar Tramadol, Paracematol ou ambos em combinação prescrita por um médico.

No entanto, os anti-inflamatórios não esteroides não parecem ser tão eficazes no tratamento da dor. Em geral, são utilizados como medida complementar e quase sempre em curtos períodos de tempo, mas não de forma sistemática.

Em termos de anti-inflamatórios não esteroides (AINEs), o ibuprofeno e o naproxeno demonstraram não ser melhores do que o placebo.

Também é comum o uso de outros tipos de drogas, como benzodiazepínicos, relaxantes musculares, anticonvulsivantes, antidepressivos ou esteroides. Além disso, é importante ressaltar que a automedicação é perigosa nesses casos e que se deve procurar um profissional para avaliar sua eficácia. 

Atividade física no tratamento para a fibromialgia

A atividade física frequente tem se mostrado um componente essencial no tratamento da fibromialgia. Não só beneficia a capacidade física do paciente, mas também ajuda a reduzir os sintomas a curto prazo.

Os exercícios e a prática esportiva devem ser personalizados. Na verdade, é o médico que deve orientar essas práticas graduais. Nessa linha, o mais adequado é a atividade aeróbica, pois contribui para melhorar o desempenho geral.

Práticas de relaxamento como tai chi ou ioga também são recomendadas. Da mesma forma, pesquisas coletadas nos Arquivos de Medicina Física e Reabilitação mostraram que a natação e várias formas de hidroterapia têm um efeito positivo em pacientes com fibromialgia.

“Uma terapia de exercícios 3 vezes por semana durante 16 semanas em uma piscina aquecida pode melhorar a maioria dos sintomas” ─ Diego Munguía Izquierdo e Alejandro Legaz Arrese.

Psicoterapia e outras medidas eficazes

Como já mencionamos, no tratamento da fibromialgia é importante que o paciente desenvolva uma atitude construtiva em relação à doença. É comum que aqueles que sofrem com isso fiquem irritáveis ​​e se encontrem em episódios de tristeza ou angústia. Ao mesmo tempo, esse humor piora os sintomas.

Os especialistas recomendam uma psicoterapia cognitivo-comportamental. Isso permitirá que o paciente canalize seus sentimentos e, ao mesmo tempo, não permitirá que a doença os isole ou se torne um fator de deterioração das suas relações interpessoais.

Por outro lado, um estudo publicado em 2013 pelo International Journal of Acupuncture mostrou que alguns pacientes notam melhora após tratamentos de acupuntura, quiropraxia ou craniopuntura. No entanto, qualquer pessoa que frequente essas práticas deve garantir que sejam aplicadas por um médico qualificado.

Procure ajuda para o tratamento para a fibromialgia

Como você viu (embora seja uma doença ainda sob investigação), existem várias opções para combatê-la. Portanto, nós o convidamos a não ignorar a dor.

Além do mais, se você identificar algum desses sintomas, procure o suporte de um especialista. Desta forma, ele fará os exames necessários e você receberá um diagnóstico preciso para lidar com o problema.

Pode interessar a você...
Tratamento natural para a fibromialgia
Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
Tratamento natural para a fibromialgia

A fibromialgia é um transtorno que causa dores musculares e exaustão. É cada vez mais frequente, principalmente em mulheres. Conheça os tratamentos...



  • Mease, P. J., Arnold, L. M., Bennett, R., Boonen, A., Buskila, D., Carville, S., … Crofford, L. (2007). Fibromyalgia syndrome. In Journal of Rheumatology. https://doi.org/10.1046/j.1563-258X.2003.03037.x
  • Bellato, E., Marini, E., Castoldi, F., Barbasetti, N., Mattei, L., Bonasia, D. E., & Blonna, D. (2012). Fibromyalgia syndrome: Etiology, pathogenesis, diagnosis, and treatment. Pain Research and Treatment. https://doi.org/10.1155/2012/426130
  • Arnold, L. M. (2010). The Pathophysiology, Diagnosis and Treatment of Fibromyalgia. Psychiatric Clinics of North America. https://doi.org/10.1016/j.psc.2010.01.001
  • Imamura, M., Cassius, D. A., & Fregni, F. (2009). Fibromyalgia: From treatment to rehabilitation. European Journal of Pain Supplements. https://doi.org/10.1016/j.eujps.2009.08.011
  • Collazo Chao, E. y Muñoz Reina, MD (2013). Craneopuntura y acupuntura en el tratamiento de pacientes con fibromialgia. Estudio prospectivo aleatorizado. Revista Internacional de Acupuntura, 7 (1), 6–11. https://doi.org/10.1016/s1887-8369(13)70077-2.
  • Pattman, Jacqueline & Hall, Jane & Record, Eirwen. (2013). Effectiveness of Aquatic Physiotherapy in Clinical Practice. International Journal of Aquatic Research and Education. 7. 396-406. 10.25035/ijare.07.04.09.
  • Munguía-Izquierdo, Diego & Legaz-Arrese, Alejandro. (2009). Assessment of the Effects of Aquatic Therapy on Global Symptomatology in Patients With Fibromyalgia Syndrome: A Randomized Controlled Trial. Archives of physical medicine and rehabilitation. 89. 2250-7. 10.1016/j.apmr.2008.03.026.