Tipos de infecções vaginais e suas causas

As infecções vaginais são provocadas por diversas causas e cada uma pode ser identificada por sintomas específicos. Por esse motivo, é essencial reconhecer os sintomas para saber o diagnóstico e receber o tratamento.
Tipos de infecções vaginais e suas causas

Última atualização: 27 Novembro, 2020

As infecções vaginais são uma das principais razões pelas quais muitas mulheres procuram consultas ginecológicas. Embora seja verdade que na maioria dos casos um dos fatores determinantes seja a higiene íntima, esse não é o único a se considerar.

Cada um dos tipos de infecções vaginais é causado por um microrganismo específico. Por exemplo, no caso da vaginose bacteriana, os patógenos são bactérias, como o nome indica. Por outro lado, no caso da candidíase, a infecção é causada por fungos.

A seguir, informaremos com mais detalhes quais são os tipos de infecções vaginais existentes, são suas causas e seus principais sintomas.

Os desequilíbrios na flora vaginal

Na vagina vive naturalmente um conjunto de microrganismos que ajudam a protegê-la contra patógenos e, consequentemente, infecções. Esse conjunto é chamado de microbiota ou flora vaginal.

Agora, quando o equilíbrio da flora vaginal é perturbado, a mulher sente coceira, queimação, vermelhidão e inchaço da vulva, além de alterações no corrimento vaginal, entre outros desconfortos.

Principais causas de infecções vaginais

Os especialistas da Young Women’s Health indicam que as principais causas de infecções vaginais são:

  • Tricomoníase.
  • Vaginose bacteriana.
  • Infecção causada por fungos.

Por outro lado, eles esclarecem que “essas causas podem incluir doenças sexualmente transmissíveis, um absorvente interno que foi acidentalmente deixado no local, um problema congênito da vagina ou do útero, ou alguma alergia ou irritação causada pelo uso de certos produtos, como espermicidas, sabonetes, entre outros”.

Em relação às infecções de origem bacteriana, os especialistas de SaludSexall esclarecem o seguinte: “As infecções bacterianas mais frequentes do trato genital costumam ser polimicrobianas (ou seja, há vários germes envolvidos)”.

Essas bactérias causam alterações no fluxo, dor pélvica e, se a condição não for tratada adequadamente a tempo, pode levar a outros problemas de saúde mais graves, como esterilidade e aumento do risco de gravidez extrauterina.

Vale notar que, embora a maioria das infecções vaginais possua alguns sintomas em comum, cada uma delas apresenta uma série de sinais e sintomas em particular. Portanto, elas não têm o mesmo tratamento.

Tipos de infecções vaginais

Vamos ver abaixo quais são os principais tipos de infecções vaginais.

1. Candidíase vaginal

Bactérias das infecções vaginais

A causa da candidíase é o fungo Candida albicans. Ele causa sintomas como corrimento vaginal espesso e branco (como queijo cottage), além de prurido ou queimação (especialmente durante a relação sexual).

2. Vaginose bacteriana

Como explicado no Manual MSD, a vaginose bacteriana é causada pela alteração do equilíbrio bacteriano na vagina. É a infecção vaginal mais frequente seu aparecimento se deve a fatores como:

  • Ter vários parceiros sexuais.
  • Usar um dispositivo intrauterino (DIU).
  • Ter alguma doença sexualmente transmissível.

O sintoma mais característico dessa doença é a alteração do corrimento vaginal. A secreção é cinza (ou branca), abundante e fina, além de malcheirosa (com cheiro de peixe).

3. Vaginite por Trichomonas (tricomoníase)

A tricomoníase é uma infecção vaginal causada pelo protozoário de Trichomonas vaginalis. Também é considerada uma infecção sexualmente transmissível.

Caracteriza-se por produzir um corrimento vaginal verde ou amarelo, que pode ser abundante, cheirar a peixe e estar acompanhado de coceira ou irritação. Também causa desconforto ao urinar.

4. Clamídia

O microrganismo que causa essa infecção vaginal é chamado Chlamydia Trachomatis, que é transmitido por contato sexual. Essa infecção vaginal pode ser assintomática. É uma infecção vaginal de alto risco porque causa lesões microscópicas no colo do útero, o que pode afetar a capacidade de dar à luz. Portanto, o tratamento adequado é essencial.

Quanto antes forem tratadas, melhor

Em conclusão, todas as infecções vaginais requerem tratamento imediato para evitar complicações a longo prazo, assim como o declínio da qualidade de vida.

Se você acha que tem algum dos sintomas acima, o melhor a fazer é ir ao médico para ser examinada e receber um tratamento de acordo com o que você precisa.

Pode interessar a você...
Infecção vaginal: como detectar e tratar a tempo
Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
Infecção vaginal: como detectar e tratar a tempo

A infecção vaginal ou também chamada “vaginite” é uma das doenças que mais afetam as mulheres em todo o mundo, e suas causas e sintomas são diversos.