Tatá Werneck: a gravidez foi um dos momentos mais difíceis da minha vida

A humorista e apresentadora contou nas redes sociais um pouco sobre o que viveu durante a espera de Clara Maria.
Tatá Werneck: a gravidez foi um dos momentos mais difíceis da minha vida

Última atualização: 01 junho, 2022

A gravidez é um período que sempre traz muitas alegrias e também medo do desconhecido. As mudanças hormonais e físicas dessa fase podem desencadear estresse, ansiedade e muitas outras alterações. Os sintomas mais conhecidos são enjoos, vômitos e alterações no paladar.

Gerar uma criança exige que o corpo abra espaço para uma nova vida, tanto que os órgãos mudam de lugar para acomodar o crescimento e a formação de um filho.

As pessoas costumam glamorizar a gravidez e maternidade, mas nem sempre é assim. É claro que algumas mulheres sofrem mais do que outras, mas sempre haverá muitas mudanças.

Atualmente, muitas mulheres decidiram compartilhar a sua experiência para mostrar que é um período mágico, mas também muito desafiador. Entre elas, destacam-se Tayla Ayala e Tatá Werneck.

gravidez

Maternidade

Tatá não esconde de ninguém que ama ser mãe e é, por vezes, elogiada por seus seguidores pela forma como desempenha seu papel. No entanto, ela decidiu falar abertamente sobre não ter curtido tanto assim estar grávida.

Sem romantização, a apresentadora e humorista Tatá Werneck deu um importante relato sobre a maternidade e a gravidez: “Amo minha filha, mas estar grávida foi um dos momentos mais difíceis da vida”.

Em apoio à Thaila Ayala, que fez um vídeo para relatar o que sofreu durante a gestação de Francisco, seu primeiro filho, Tatá contou um pouco do que viveu à espera de Clara Maria e foi bastante sincera sobre o que passou durante a gestação.

Tayla fez um sensível relato sobre as dificuldades que uma mulher encontra quando se torna mãe, mas também como fica completamente vulnerável diante de algumas situações, mesmo sabendo que precisa ser fortaleza para a criança que acabou de chegar ao mundo. Nos comentários, a atriz recebeu apoio de amigos e seguidores, entre eles, Tatá Werneck.

Gravidez

Tatá e Clara Maria

“Só de pensar na minha gravidez, eu me lembro de vomitar 15, 20, 30, 40 vezes até os 9 meses e ainda de ter gravado o ‘Lady Night’ até os 7 meses. Gravava vomitando”, recordou.

Tatá Werneck falou ainda sobre ter sofrido um descolamento de placenta e que precisou fazer um repouso de dois meses. Ela afirmou também que precisou tomar hormônios para manter a gestação e que ouviu das pessoas que ela se arrependeria de ter reclamado.

“Eu não estava reclamando da minha filha, mas da gravidez, que até então eu não sabia que poderia ser ruim”, ressaltou.

Além disso, também sofreu de diabetes gestacional e urticária por todo o corpo. “Quando minha filha nasceu, eu ouvi: ‘Peça desculpas a ela por tudo que você reclamou’. Ouvi isso de mulher e de homem”, lembrou.

No entanto, ela diz que tudo o que passou não afeta sua relação com a pequena. “Amo a minha filha mais que tudo, mas estar grávida foi um dos momentos mais difíceis da minha vida. Com todo respeito a quem quer engravidar e eu quero de novo… Se tiver o direito de falar a verdade”, completou.

Em resposta, algumas usuárias do Instagram se identificaram com o relato. “Também passei por isso”, escreveu uma; “É isso, romantizam demais esse momento”, afirmou outra.

Muitos seguidores se comoveram com a disposição da apresentadora de apoiar Tayla. Esse acolhimento é algo de que muitas mulheres dizem sentir falta depois do nascimento dos filhos. É preciso enxergar os medos e anseios da mãe e não apenas as necessidades da criança.

Pode interessar a você...
Thaila Ayala confessa segurar o choro enquanto vira a madrugada com o filho
Melhor Com Saúde
Leia em Melhor Com Saúde
Thaila Ayala confessa segurar o choro enquanto vira a madrugada com o filho

Clique e veja o desabafo da atriz Thaila Ayala, que diz ter que segurar o choro em alguns momentos em que a maternidade é um desafio. Entenda!