Conheça os sintomas da intolerância ao glúten e saiba como tratá-la

· 8 de dezembro de 2017
Muitas empresas oferecem produtos sem glúten, mas isso não significa que sejam saudáveis. O determinante é compensar a falta deste nutriente com vitaminas.

Você conhece os sintomas da intolerância ao glúten? O glúten é definido como a combinação de glutenina e gliadina, contida em alguns cereais como o trigo, a cevada e o centeio. Por outro lado, a intolerância ao glúten é considerada um problema que pode pôr a saúde intestinal do paciente em risco.

O glúten constitui a estrutura que compõe a massa do pão e é obtido durante o processo de lavagem do amido. É obtido formando uma massa com farinha e água, para depois lavar com bastante água.

Cabe destacar que nem todos os grãos contêm glúten, como é o caso do arroz e do milho.

Em que consiste a intolerância ao glúten?

Mulher sofrendo de intolerância ao glúten

Ela se define como a reação fisiológica anormal causada pela má digestão das proteínas do trigo, causando transtornos intestinais.

Como ocorre?

O glúten destrói as estruturas anatômicas que se aderem às paredes do revestimento do intestino delgadoIsso impede que o organismo assimile os alimentos, por isso ocorre uma inflamação crônica do intestino que não permite que os nutrientes sejam absorvidos corretamente.

Quais são os principais sintomas da intolerância ao glúten?

Mulher com dor de cabeça

  • Problemas digestivos como diarreia, inflamação, gases ou prisão de ventre.
  • Presença de queratose pilar na parte de trás dos braços. Isso se deve à falta de ácidos graxos e vitamina A.
  • Sensação de cansaço logo depois de ingerir qualquer alimento com glúten.
  • Desenvolvimento de doenças autoimunes como artrite reumatoide, colite e lúpus.
  • Problemas neurológicos como enjoos e perda de equilíbrio.
  • Irregularidades nos níveis hormonais.
  • Enxaquecas recorrentes.
  • Dor e inchaço nas articulações.
  • Mudanças bruscas de humor entre ansiedade, depressão e euforia.
  • Dificuldade para se concentrar.

Como se diagnostica?

A intolerância é diagnosticada fazendo os seguintes exames:

  • Exame de sangue, em jejum.
  • Biópsia intestinal, que envolve a extração de uma amostra de tecido do intestino delgado superior.

Quais alimentos contêm glúten?

Sintomas da intolerância ao glúten

O trigo e as farinhas são ingredientes muito comuns em nossa dieta, por isso há vários alimentos com glúten que devem ser descartados.

Se você sofre de intolerância ao glúten, alguns dos alimentos que deve evitar são:

  • Cerveja
  • Cereais
  • Pães e bolos
  • Alimentos fritos
  • Macarrçao
  • Substitutos de carnes e mariscos
  • Molho de soja
  • Sopas

Quais alimentos não contêm glúten?

  • Leites e derivados como queijos, requeijão, nata e iogurtes
  • Todo tipo de carnes
  • Embutidos como carne seca e presunto
  • Peixes e mariscos frescos
  • Ovos
  • Verduras, hortaliças e tubérculos
  • Frutas
  • Arroz e milho
  • Leguminosas
  • Açúcar e mel
  • Óleos e manteigas
  • Café
  • Refrigerantes
  • Vinhos
  • Oleaginosas
  • Sal
  • Especiarias naturais
  • Azeitonas

Como tratar a intolerância ao glúten?

Dieta à base de frutas e vegetais

A melhor forma de controlar e evitar os sintomas da intolerância ao glúten é manter uma dieta livre de glúten. Isso porque a intolerância ao glúten não é um problema que se trata com remédios, mas sim com outras estratégias.

Ao eliminar os alimentos com glúten, os sintomas desaparecem, por isso o intestino delgado pode se restabelecer da lesão. Por sorte, este restabelecimento é permanente se o glúten for suprimido por completo da alimentação.

Cabe mencionar que o consumo de pequenas quantidades de glúten pode agravar os sintomas. Se não se mantém uma dieta 100% livre de glúten, a intolerância ou doença celíaca se tornará crônica.

Depois das duas primeiras semanas de um plano alimentar equilibrado, os sintomas começam a ceder. A normalização serológica acontece entre os 6 e 12 meses, enquanto a recuperação da mucosa intestinal ocorre dois anos depois de aplicar o plano ou tratamento.

Porém, no caso das crianças os resultados são mais lentos. O tratamento consiste em retirar o consumo de, principalmente, 4 cereais: o trigo, a aveia, a cevada e o centeio, assim como seus derivados.

Vitaminas para a intolerância ao glúten

Quando o paciente identifica os sintomas da intolerância ao glúten, é recomendável o consumo de um suplemento vitamínico. Isso devido ao fato de que o dano que ocorre no revestimento do intestino causa uma diminuição na absorção de ferro, cálcio e do restante das vitaminas.

Por outro lado, uma grande porcentagem dos produtos com glúten contêm vitaminas e minerais. Ao serem excluídos, a dieta se torna deficiente em nutrientes.

Para resolver o que foi dito antes, é preciso visitar um especialista que receite um produto vitamínico livre de glúten e que represente 100% do consumo diário recomendado.

Para finalizar, é importante dar ênfase ao fato de que a intolerância ao glúten tem solução, a qual está associada com uma mudança na dieta e no estilo de vida.

Mas, o que foi dito antes não implica que tenhamos que deixar de comer em restaurantes e nos isolarmos. Sempre e quando nos apegarmos às recomendações, não precisaremos nos preocupar.

Cuide do seu sistema digestivo hoje para que continue saudável amanhã.