5 possíveis sinais de nódulos na garganta

09 Novembro, 2020
As protuberâncias nas cordas vocais são mais conhecidas como nódulos. Frequentemente, costumam ser confundidos com os pólipos, embora sejam problemas diferentes.

Os nódulos na garganta são formações protuberantes, não cancerígenas, localizadas nas cordas vocais que geralmente aparecem como resultado de um esforço excessivo da voz por um tempo prolongado.

Sua evolução e desenvolvimento variam desde uma inflamação até o endurecimento e a transformação em calos. Por isso, quanto antes forem detectados e o tratamento iniciado. melhor.

Vamos entender mais sobre os nódulos na garganta, suas causas, seus sintomas mais comuns e outros aspectos de interesse.

Causas e fatores de risco associados

Algumas das possíveis causas dos nódulos na garganta podem ser as seguintes:

  • Imitar vozes.
  • Pigarrear.
  • Tosse crônica.
  • Forçar a voz (como se estivéssemos cantando em um registro de voz que não é o nosso, por exemplo, ou gritando).

Em resumo, tudo que tiver a ver com um esforço excessivo das cordas vocais produz um traumatismo progressivo. Isso causa inflamação até que finalmente os nódulos aparecem na garganta.

Fatores que favorecem o aparecimento dos nódulos

  • Alergias.
  • Tabagismo.
  • Quantidade insuficiente de ar.
  • Sofrer de refluxo gastroesofágico.
  • Lugares com excesso de umidade.
  • Ser profissional da voz: professores, palestrantes, cantores.
  • Exposição a gases irritantes ou produtos químicos.

Sintomas mais comuns

Embora nem todos os casos sejam iguais, de acordo com os especialistas da American Speech-Language-Hearing Association, os nódulos na garganta geralmente apresentam os seguintes sintomas que vamos comentar.

1. Voz rouca

Quando uma pessoa tem nódulos na garganta, muitas vezes pode apresentar rouquidão, em graus variados, devido a uma diminuição da intensidade da voz. Isso costuma acontecer porque há uma má gestão do ar, que não é suficiente para chegar ao final da frase e a sensação de que a pessoa está com falta de ar.

2. Cansaço vocal

Dentro da mesma lógica, a pessoa com nódulos na garganta, além de ter rouquidão, pode sentir com frequência ressecamento na faringe e na laringe, assim como pigarros e cansaço vocal.

3. Tensão nos músculos do pescoço

Mulher com dor de garganta

Existem várias causas para a tensão muscular, desde a falta de hidratação, o excesso de peso, más posturas, movimentos bruscos, entre outros. É um problema muito frequente que se manifesta bloqueando os músculos da área afetada.

Uma pessoa com nódulos na garganta pode sentir uma grande tensão na área do pescoço, o que pode levar, por sua vez, a dores de cabeça e outros tipos de desconforto.

Leia também: 6 exercícios para aliviar as dores no pescoço

4. Tosse

Também é comum ter a sensação de estar com um corpo estranho alojado na faringe. Por isso, a tosse pode se tornar dolorosa, principalmente se ocorrer constantemente em intervalos de tempo muito curtos.

5. Fadiga corporal e da voz

Quando o organismo é forçado, obviamente a fadiga surge. No caso da voz, quando chegamos à exaustão fônica, os inconvenientes aparecem.

O que você deve fazer se tiver esses sintomas?

Se você apresentar rouquidão por mais de duas ou três semanas, deve consultar seu médico o mais rápido possível para que ele faça uma avaliação completa e detecte o que está causando tais desconfortos e qual é o tratamento mais adequado.

Além de fazer um exame físico, o médico também pode solicitar que você faça:

  • Uma avaliação neurológica.
  • Um exame realizado por um otorrinolaringologista (especialista em problemas de voz).
  • Uma avaliação da voz feita por um patologista da fala e da linguagem, ou um fonoaudiólogo.
  • Uma laringoscopia com luz intermitente também pode ser usada para observar o movimento das cordas vocais.

Quais são os tratamentos para os nódulos na garganta?

Segundo o Dr. Clarence T. Sasaki, “o tratamento dos nódulos, pólipos e granulomas das cordas vocais consiste em evitar o que pode estar causando a irritação da laringe e em descansar a voz”.

Fármacos

Medicamentos

Às vezes, um tratamento medicamentoso pode ser necessário para reduzir o impacto nas cordas vocais. Isso inclui o tratamento de refluxo gastroesofágico, alergias e problemas da tireoide.

Reeducação da voz

A terapia inclui a aprendizagem de uma boa higiene bucal, a eliminação dos abusos da voz, o uso adequado do tom e do volume, e o funcionamento respiratória para um boa produção da voz.

Outros tratamentos

  • Repouso absoluto da voz.
  • Medicamentos anti-inflamatórios esteroides. Quando os nódulos são pequenos ou moles, eles são tratados com esse tipo de medicamento.
  • Exercícios foniátricos, para restaurar a função das cordas vocais e evitar que elas sejam prejudicadas novamente.
  • Intervenção cirúrgica. Consiste na remoção do nódulo da corda vocal. Esse tratamento é recomendado quando os nódulos são muito grandes ou incomodam há muito tempo.

Como prevenir o aparecimento dos nódulos na garganta?

A melhor maneira de prevenir os nódulos na garganta é não abusando da sua voz. Se você for um cantor, um professor ou um locutor, deve diariamente usar um tempo para descansar a voz.

Adicionalmente, você deve considerar adquirir novas habilidades a nível oral para poder realizar seu trabalho com segurança e tranquilidade.

Por outro lado, os pais devem se preocupar se as crianças estão aprendendo a usar a técnica correta de voz, para evitar qualquer tensão desde uma idade precoce, pois é um problema que pode começar a se desenvolver.

Em todo caso, nunca é demais eliminar hábitos nocivos para a saúde (como o tabagismo) e evitar a exposição a substâncias que irritam as fossas nasais, a laringe e a faringe.