É saudável comer frutas em jejum?

· 15 de abril de 2014
Quando ingerimos as frutas em jejum, o estômago não consegue digeri-las, mas sim o intestino delgado. Com isso, os açúcares são liberados e os nutrientes absorvidos.

Existem várias crenças a respeito de comer frutas em jejum. Por um lado, estão aqueles que acreditam que não é saudável fazê-lo. Por outro lado, estão os que consideram o melhor complemento da alimentação diária. Fique sabendo mais no seguinte artigo!

O que é melhor?

De fato, a fruta é perfeita para começar o dia. Primeiramente, nosso sistema digestivo não precisa de uma grande quantidade de energia para processá-la. Além disso, oferece diferentes benefícios para o funcionamento do organismo.

Assim, as frutas são consideradas um alimento capaz de fazer com que o cérebro trabalhe com mais rapidez; trazendo equilíbrio para todas as partes do corpo.

Podemos encontrar na composição das frutas elementos importantes para o bom funcionamento de nosso organismo.

Dentre estes, o elemento mais predominante em sua composição é a frutose, composta por aproximadamente 95% de água. Logo, quando falamos em tanta água na composição de uma fruta, estamos falando de um alimento capaz de limpar o organismo e beneficiá-lo.

Há um jeito certo de comer frutas?

Em suma, o problema no consumo das frutas é que a maioria das pessoas desconhece a maneira adequada de fazê-lo. À vista disso, o que deve ser feito é consumir as frutas em jejum ou quando nosso estômago está vazio.

Por que comer frutas em jejum ou com o estômago vazio?

Comer frutas em jejum faz bem?

Este é o modo mais eficaz de consumir frutas, visto que no princípio da digestão elas não são digeridas pelo estômago, mas sim pelo intestino delgado. As frutas passam rapidamente pelo estômago e são direcionadas para o intestino, lugar onde liberam seus açúcares.

Porém, se juntamente com as frutas, tivéssemos consumido amido ou carne, o deslocamento até o intestino seria dificultado. Portanto, além da redução em seu desempenho nutricional, também seriam fermentadas.

“Quando eu como frutas, me sinto mal”: Qual a razão?

Se você come alguma fruta e depois sente um sabor desagradável na boca, ou sente incômodo no estômago, provavelmente não consumiu este alimento da forma mais adequada. Além disso, seu estômago poderia estar cheio.

Outros fatores

Se, na sua rotina, você costuma consumir em jejum suco de caixinha, enlatado, em recipientes de vidro, entre outros,  é recomendado que evite fazê-lo. Pois, o fato do suco estar nestes recipientes indica que, provavelmente, teve algum processo de aquecimento na produção, tornando sua estrutura original ácida.

Além disso, costumam adicionar conservantes.

Falando de benefícios

Homem segurando uma fruta para comer

Comer frutas em jejum não apenas tornará sua alimentação mais leve, como também trará importantes benefícios naturais, que agirão da seguinte maneira:

  • Primeiro, ajudam a proteger o organismo de doenças cardíacas;
  • Segundo, fortalecem os vasos capilares, principalmente os mais frágeis, que constantemente causam ataques cardíacos ou sangramentos internos;
  • Terceiro, são ricos em bioflavonoides. Por isso podem evitar que o sangue se torne espesso e obstrua as artérias.  

Como tornar a dieta eficaz consumindo frutas?

Para exemplificar, se você costuma sair da cama e comer o máximo que pode, sem abrir mão dos pães, manteiga e café, certamente você está começando o dia muito mal. Já que está colocando em seu estômago alimentos que demorarão um dia inteiro para serem digeridos.

Por isso, você pode pensar em alimentos de fácil absorção e capazes de limpar o corpo, assim como as frutas.

Se possível, consuma apenas frutas e sucos frescos ao acordar. Mantenha este tipo de alimentação até a hora do almoço. Continuar com este consumo por mais tempo, fará com que o corpo tenha a chance de eliminar as toxinas ao longo do dia e de forma rápida.

Outras recomendações

Sucos depurativos com frutas

Ao consumir frutas e sucos pela manhã, tente não consumi-los muito gelados, pois isto faz com que seus componentes se solidifiquem, tornando a digestão mais lenta.

Depois de cada refeição, comece a implementar a ingestão de um chá quente ou, se preferir, um pouco de água quente. Isso fará com que as gorduras se tornem mais “leves”, deixando sua eliminação mais rápida e facilitando a digestão.

*NOTA: não se esqueça de consumir frutas bem frescas, cuide-se e aproveite!