Remédios caseiros e dietas contra a psoríase

· 21 de agosto de 2013
A psoríase não é uma doença contagiosa mas, infelizmente, devido aos sintomas e aparência, pode causar exclusão social

A psoríase é uma doença de pele causada por um sistema imunológico desequilibrado. Desenvolve-se em pacientes entre os 11 e 45 anos e apresenta um sintoma muito característico. Falamos do desprendimento constante de células mortas que se acumulam na superfície da pele.

Causa manchas roxas e escamas prateadas, que se desprendem facilmente. Pode ocorrer em qualquer parte do corpo, ainda que seja encontrada com maior frequência, por exemplo, nos cotovelos, joelhos, costas e coro cabeludo.

Pode causar em alguns casos muita coceira e ardor. Não é uma doença contagiosa, mas infelizmente pode gerar exclusão social.

Remédios caseiros contra a psoríase

  • Mantenha a pele hidratada e úmida. Porque uma vez que as placas de células mortas estejam secas podem causar coceira e manter a pele úmida ajudará. Assim, hidrate a pele várias vezes ao dia e use cremes ou óleos naturais sem perfume, como vaselina ou manteiga de karité. Principalmente essa última, que apresenta propriedades anti-desidratantes e grande poder de regeneração.
  • Tome banhos de sol nas primeiras horas da manhã. Os raios ultra violeta mantém a pele nutrida e ajudam com os sintomas. Entretanto, nunca se exponha diretamente ao sol e principalmente mais de 15 minutos, especialmente entre as 12 e 17 horas e sempre aplique protetor solar em toda a pele.
  • Se você vive perto do mar aproveite para dar sempre um mergulho. A água do mar pode beneficiar bastante aos portadores desse problema. Em seguida, hidrate bem a pele.
  • Tome banhos caseiros com aveia por pelo menos 15 minutos, isso ajudará a afrouxar as escamas secas e aliviar a coceira.
  • Procure algum grupo de ajuda em sua localidade, com pessoas que passem pelo mesmo problema, psicologicamente é importante quanto a ajudar na autoestima.

Leia também: 5 remédios caseiros para a psoríase no couro cabeludo

Dieta para portadores de psoríase

Alimentos permitidos

  • Consuma antioxidantes, essenciais e presentes em frutas e verduras, como por exemplo, laranjas, limões, melão, morango, brócolis, cenoura e mirtilo, entre outros.
  • Beba muita água, pelo menos dois litros diários, para evitar a secura e coceiras na pele.
  • Inclua em sua dieta carnes magras e sem pele como, por exemplo, frango ou peru, com um consumo obviamente moderado.
  • Consuma peixes ricos em ômega-3 pelo menos duas vezes por semana. Assim, isso ajudará no trato de inflamações. Alguns recomendados são, atum, salmão, cavalinha, truta e anchova. Também vegetais de folhas verdes e linhaça.
  • Adicione a sua dieta legumes, pelo menos duas vezes na semana.
  • Além disso, frutos secos e cereais integrais são aconselháveis.

E não perca: 6 cremes naturais para tratar a psoríase

Alimentos proibidos

  • Em suma, evite doces, bolos, álcool, cafeína, assim como alimentos ricos em gorduras e colesterol, fast foods, leite e especiarias, já que tudo isso tende a piorar os sintomas.

Imagem oferecida por gaelx

  • Arruda, L. H. F., Campbell, G. A., & Takahashi, M. D. F. (2001). Psoríase. An Bras Dermatol, 76(2), 141-167.
  • Silva, K. D. S., & Silva, E. A. T. D. (2007). Psoríase e sua relação com aspectos psicológicos, stress e eventos da vida. Estud. psicol.(Campinas), 24(2), 257-266.
  • Romiti, R., Maragno, L., Arnone, M., & Takahashi, M. D. F. (2009). Psoríase na infância e na adolescência Psoriasis in childhood and adolescence. Anais Brasileiros de Dermatologia, 84(1), 09-20.
  • Mingnorance, R. C., Loureiro, S. R., & Okino, L. (2002). Pacientes com psoríase: qualidade de vida e adaptação psicossocial. An Bras Dermatol, 146-159.