Princípios da decoração japonesa para usar em casa

· 21 de março de 2019
Se você optar pelo minimalismo, a ordem e o respeito para com a natureza, este tipo de decoração te encantará. Não deixe de ler, parecerá a melhor opção.

No tipo de decoração japonesa, o que mais se destaca é o minimalismo; ou seja, poucos móveis, muito sóbrios e simples. Não são utilizados elementos decorativos de forma excessiva, simplesmente os móveis necessários e nada de ostentação dos mesmos. Outro elemento importante é a ordem. Como resultado dessa cultura de responsabilidade e trabalho, não se admite desordem nem sujeira.

Por outro lado, os ambientes são limpos, organizados e conectados com a natureza. Devem ser simples e ter predomínio das linhas retas. É um estilo ideal para manter os lugares organizados e obter, em cada um deles, uma paz que é transmitida pela cultura oriental.

Como conseguir uma decoração japonesa?

Iluminação na decoração japonesa

Agora, se você seguir estes passos conseguirá mudar para a decoração japonesa qualquer ambiente. A primeira coisa a ser levada em consideração é que se trata de um ambiente minimalista; ou seja, com o mínimo de móveis indispensáveis. Isso terminará com a desordem.

Assimetria dos objetos

Para a cultura japonesa a simetria significa paralisia. Por outro lado, a assimetria para eles significa criatividade. Por isso, neste tipo de decoração devemos ter atenção especial ao colocar os objetos e elementos decorativos de forma assimétrica.

Camas baixas

Nesta cultura sempre encontrará camas baixas. Geralmente verá que o colchão é uma esteira realizada com palha que é denominada “tatami”. Este elemento traz calidez e uma agradável sensação de conforto. Além disso, proporciona a dureza necessária para dormir com comodidade.

Mesa e cadeiras baixos

Os japoneses sentam-se no chão. As mesas são muito baixas e são utilizadas almofadas grossas e cômodas, de cores sóbrias e claras. Notará que as mesas são muito pequenas quando comparadas com as ocidentais.

Elementos da natureza

A natureza se encontra muito presente na cultura japonesa. Utilizam madeira de diferentes tipos, decoram com plantas e fazem um tributo à água. Você pode optar por alguns destes elementos em cada ambiente da casa:

  • Em primeiro lugar, plantas tradicionais japonesas como o bambu ou bonsai. Sempre se verão naturais e verdes.
  • Logo, janelas grandes que tem vista a plantações verdes de grandes extensões.
  • Pequenos jardins em lugares específicos da sala com decorações de madeira e pedras.
  • Finalmente, o uso de fontes de água pequenas que geram um ambiente de tranquilidade incomparável.

Portas e janelas na decoração japonesa

Janelaas grandes na decoração japonesa

Este tipo de portas corrediças é muito utilizado no Japão devido à falta de espaço. Esta característica faz com que cada centímetro quadrado seja cuidado e seja especial. Geralmente são amplas e translúcidas, já que são feitas de papel com um marco de madeira. Cumprem a função de portas e paredes ao mesmo tempo.

As janelas são extremamente amplas e deixam ver sempre a natureza que se encontra no exterior. São corrediças assim como as portas e de estrutura similar.

Por outro lado, para separar espaços são muito utilizados os biombos. São divisões móveis, translúcidas e simples que ajudam a obter união ou separação dos ambientes de forma fácil, rápida e efetiva. Sem dúvidas, é uma grande solução se temos uma casa moderna com pouco espaço.

Banheiras japonesas

Certamente, na cultura japonesa, o banho é um momento relaxante e purificador. Por isso, as banheiras são retangulares e profundas. Possuem um assento para que o corpo fique totalmente submerso na água. Tradicionalmente eram feitas com uma madeira especial que reproduzia seu aroma na água produzindo um efeito relaxante.

Arranjos florais para adicionar à decoração japonesa

É comum encontrar ikebanas ou pequenos arranjos florais nas casas japonesas. Caracterizam-se por suas formas lineares que integram ramos em estado natural. Associam-se com as tradições do povo japonês, nas quais cada celebração tinha seu ikebana.

Sem dúvida alguma, a decoração japonesa prende, pois mostra uma cultura que apaixona. Nos levam séculos de vantagem em economizar espaços e em valorizar a natureza. Claramente optar por uma casa deste estilo ajudará a construir um ambiente de ordem, respeito e simplicidade.

  • LAZENBY, Gina. El Feng Shui en la decoración : un nuevo concepto en el diseño de interiores. Barcelona: Blume,
    1998. ISBN 8480762799.
  • HALE, Gill. Enciclopedia práctica del Feng Shui. Barcelona: Grijalbo Mondadori, 2000. ISBN 8425334535.
  • NOBORU, Kawazoe. La arquitectura de Japón. Tokyo : International Society for Educational Information, 1990. Serie de referencia 7.
  • TAUT, Bruno. La casa y la vida japonesas. Barcelona : Fundación Caja de Arquitectos, 2007. ISBN 9788493468873.