Por que é bom doar sangue?

A cada dia mais pessoas se animam a doar sangue. No entanto, ainda são necessárias mais doações. Saiba mais detalhes neste artigo.
Por que é bom doar sangue?

Última atualização: 17 Janeiro, 2021

14 de junho é o Dia Mundial do Doador de Sangue. No entanto, não é necessário marcar essa data no calendário para levar em conta que doar sangue é um ato muito benéfico a qualquer momento, por diversos motivos que estão relacionados a ajudar os outros.

Por se tratar de uma ação gratuita, para alguns é uma forma altruísta de ajudar os outros e, para outros, é um dever cívico. Porém, é preciso esclarecer que o fato de alguns entenderem dessa forma não significa que doar sangue seja uma obrigação. Na verdade, essa é uma ação que deve ser feita de forma voluntária

Agora, para fazê-lo bem é necessário conhecer alguns detalhes em relação ao nosso estado de saúde. Se certas condições não forem respeitadas, podemos colocar nossa vida em perigo. A seguir, contaremos tudo que você precisa saber sobre isso.

Quem precisa de uma doação?

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), para entender muito da importância da doação de sangue , é necessário revisar quem são as pessoas que podem precisar de uma doação:

  • Pacientes com câncer.
  • Pacientes com anemia grave.
  • Pessoas com traumas graves que entram no serviço de emergência após um acidente.
  • Pacientes submetidos a procedimentos cirúrgicos complexos.
  • Pessoas afetadas por doenças como hemofilia, talassemia, doença falciforme.
  • Mulheres com complicações obstétricas como gravidez ectópica, hemorragias, entre outras.

De acordo com dados da Cruz Vermelha, com uma única doação de sangue, até três pessoas diferentes podem se beneficiar. Isso se deve ao fracionamento que ocorre dos três componentes fundamentais do sangue: glóbulos vermelhos, plasma e plaquetas.

Razões para doar sangue

Bolsa de sangue

  • Para ajudar um ente querido.
  • Para contribuir com o bem da sociedade.
  • Não se pode usar o sangue de animais. As proporções de células sanguíneas ou plaquetas de que precisamos são compatíveis apenas com as que outra pessoa tem.
  • Não há como fazer sangue. Portanto, este só pode ser obtido por meio de doação.
  • O sangue tem prazo de validade e não pode ser armazenado. Portanto, embora muitos doadores contribuam regularmente, é necessário receber novas doações para ajudar os necessitados.

Benefícios de doar sangue

Conforme mencionado acima, a doação de sangue traz diversos benefícios que são divididos em três grandes categorias: físicos, psicológicos e sociais.

  • Benefícios físicos:
    • Você recebe um checkup gratuito.
    • Ajuda a queimar calorias.
    • Favorece a eliminação de substâncias nocivas. Por exemplo, o ferro que “sobra” no corpo, os triglicerídeos, entre outros, são eliminados.
    • Reduz o risco de doenças cardíacas ou câncer.
  • Benefícios psicológicos:
    • Aumenta sua empatia.
    • Melhora sua autoestima.
    • Fortalece os relacionamentos entre conhecidos.
  • Benefícios sociais:
    • Salva vidas.
    • Reforça valores como a generosidade e o respeito.

É interessante saber que muitas das pessoas que são incentivadas a doar sangue não o fazem apenas em casos específicos por familiares, amigos ou conhecidos, mas sim periodicamente pelo simples ato de ajudar quem precisa.

Conselhos para doar sangue

Médica em consultório

  • Ter uma boa saúde é obviamente essencial.
  • Ter entre 18 e 65 anos, altura mínima de 1,50 metros e 50 kg de peso.
  • É preciso ter comido bem, pelo menos 3 horas antes.
  • As mulheres não devem doar sangue quando estiverem menstruadas, grávidas ou amamentando.
  • As mulheres podem doar no máximo 3 vezes por ano e os homens 4.
  • Não fumar maconha, beber álcool ou usar outras drogas em um período de 12 horas.
  • É necessário não ter ingerido medicamentos, principalmente antibióticos, nos últimos 3 dias.
  • Não ter feito tatuagens ou piercings nos últimos oito meses, bem como cirurgias.
  • Não ter feito sexo com mais de uma pessoa nos últimos 8 meses.
  • Se você tem diabetes ou pressão alta, pode doar sangue desde que esteja sob tratamento médico.

Lembre-se de que, para que o procedimento não cause um desconforto que possa colocar sua vida em risco, é necessário que você vá ao procedimento bem alimentado e hidratado. Depois que a doação é concluída, todos os doadores costumam receber um pequeno lanche para ajudá-los a recuperar as forças.

Pode interessar a você...
O homem que salva milhões de bebês com seu sangue
Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
O homem que salva milhões de bebês com seu sangue

Esta é uma dessas histórias positivas, cheias de esperança, que amamos compartilhar com os leitores. Nosso protagonista é um doador de sangue.