Óleos vegetais para hidratar o cabelo

10 de janeiro de 2020
Se o seu cabelo estiver danificado pelo uso do secador, esses óleos devolverão todo o seu esplendor. Não pare de ler se quiser descobrir todas as possibilidades que eles oferecem.

Nosso cabelo faz parte da nossa imagem e reflete nossa saúde geral. No dia a dia, existem fatores que podem degradá-lo, mostrando cabelos com frizz, opacos e até com possíveis quedas. Entretanto, a solução é simples. Podemos hidratar o cabelo com óleos vegetais e assim, devolver toda a sua beleza.

O clima, os tratamentos químicos e físicos, o estresse e a má nutrição afetam a aparência do cabelo.

Para evitar isso, podemos usar tratamentos naturais que nos ajudem a restaurar essa parte do nosso corpo. Assim, refletiremos uma boa imagem e, claro, boa saúde. O uso de máscaras nutritivas e hidratantes é o mais recomendado, aos quais podemos adicionar os benefícios de óleos vegetais.

Hidratar o cabelo com óleos vegetais

Além dos produtos que podemos encontrar em diferentes lojas e perfumarias, existem alguns tratamentos naturais, como óleos vegetais. Esses produtos fornecem os ingredientes ativos concentrados de várias plantas. Escolheremos os melhores para nutrir e hidratar o cabelo. Neste artigo, indicaremos as propriedades e benefícios de cada um deles.

Esses óleos são adequados para cabelos secos ou danificados, ou para nutri-los após o verão ou de tempos em tempos. Pessoas com cabelos oleosos devem evitar esse tipo de tratamento, mas se as pontas estiverem secas e duplas, o tratamento pode ser usado sempre tendo o cuidado de evitar o couro cabeludo.

Óleo de gergelim

Podemos hidratar o cabelo com óleos vegetais, entre eles, o óleo de gergelim

Os hindus costumam usar óleo de gergelim para massagear o corpo e os cabelos e, neste segundo caso, isso ajuda a prevenir a calvície e a caspa. É bastante oleoso, então vamos usá-lo para massagear todos os fios de cabelo e o couro cabeludo apenas no caso de cabelos secos. Este óleo é altamente antioxidante, rico em vitaminas e minerais e possui propriedades antibacterianas, anti-inflamatórias e antifúngicas.

Isso pode interessar você: O poder do gergelim

Óleo de linhaça

Óleo de linhaça para o cabelo

O conteúdo de ácidos graxos ômega-3 do óleo de linhaça é adequado para cuidados profundos e hidratação dos cabelos e, portanto, além de consumi-los, podemos aplicá-los topicamente. Além disso, o linho também contém vitamina E, mucilagem, proteínas e iodo, entre outros componentes. Como não possui uma textura muito oleosa, podemos aplicá-lo em todos os tipos de cabelo que tendem a ter cutículas abertas e pontas duplas.

Óleo de amêndoas

Óleo de amêndoas para o cabelo

O óleo de amêndoa é um dos mais conhecidos e usados, e um dos motivos é que é um dos mais econômicos mas nem por isso, possui menos propriedades. É ideal para cabelos principalmente secos e quebradiços, para suavizar e remover o volume ocasionado pelo frizz.

Leia também: 6 benefícios do óleo de amêndoas para a saúde

Óleo de neem

Óleo de neem

Este óleo não é tão conhecido como os anteriores e, no entanto, possui propriedades muito poderosas para a saúde de nossos cabelos. Esta árvore de origem hindu tem sido usada tradicionalmente na medicina ayurvédica com grande sucesso, e é cada vez mais frequente encontrá-la em lojas de produtos naturais.

Este óleo contém esteróis vegetais e ácidos graxos essenciais, como Ômega 3, Ômega 6 e Ômega 9, além de Azadiractina, um limonoide que é especialmente benéfico como bactericida. O neem nos ajudará a tratar piolhos, coceira, caspa, psoríase, a queda de cabelo, secura, etc.

Óleo de coco

O coco é especial quando queremos hidratar o cabelo com óleos vegetais

O óleo de coco ajuda a regular problemas dermatológicos, como caspa ou coceira.

O óleo de coco virgem, com seu aroma delicioso e textura delicada, é o segredo de muitas mulheres indianas para manter seus cabelos saudáveis ​​e bonitos.

Podemos aplicá-lo no cabelo e no couro cabeludo antes da lavagem, massageando bem para que penetre profundamente.

Será muito útil em casos de caspa, dermatite seborreica ou prurido em geral, pois possui propriedades antibacterianas. Se tivermos cabelos muito oleosos, podemos seguir o mesmo procedimento, mas usando leite de coco.

Como hidratar o cabelo com óleos vegetais

Sem molhar o cabelo, aplicaremos o óleo que escolhermos da metade da cabeleira até as pontas, ou do couro cabeludo, se o tivermos muito seco. Vamos envolver o cabelo com uma touca ou filme plástico e uma toalha e deixar pelo menos meia hora. Também podemos deixar a noite toda. Depois, lavaremos o cabelo como de costume.

Se tivermos pontas duplas, podemos aplicar algumas gotas após a lavagem. E para os cabelos muito secos e sem brilho, recomendamos colocar duas ou três gotas na palma da mão, esfregar e distribuí-las bem entre todos os fios de cabelo, massageando suavemente e penteando.

Outra opção para quem tem cabelos oleosos é misturar, em partes iguais, o óleo escolhido com gel natural de Aloe Vera. Assim, a máscara não ficará tão oleosa, mas permitirá hidratar e nutrir bem os cabelos. Os óleos também podem ser adicionados a máscaras, xampus ou tinturas naturais, como as de hena.

Então, você se anima a experimentar esses tratamentos naturais? Depois de usá-los, conte como foi a sua experiência.