Moxabustão e suas contribuições para a saúde

· 26 de junho de 2018
A moxabustão é uma técnica alternativa que, embora tenha um impacto positivo, não deve substituir outros tratamentos, mas pode complementá-los para obter melhores resultados.

A moxabustão é uma das técnicas terapêuticas da medicina tradicional chinesa na qual as folhas da artemísia são usadas para fazer charutos chamados moxas. Com eles, o calor é aplicado em pontos específicos de acupuntura.

O objetivo é conseguir um efeito de equilíbrio no organismo graças aos estímulos produzidos pelo calor que penetra através dos meridianos da acupuntura. Isso afeta positivamente nossas funções fisiológicas e órgãos internos.

A moxabustão promove o equilíbrio homeostático. Ela serve como um método preventivo para evitar problemas de saúde ou como um método de tratamento para fortalecer o corpo.

O mais comum é usar a moxabustão como complemento de outras técnicas terapêuticas da medicina tradicional, como a acupuntura, a fitoterapia ou a massagem chinesa Tui-na, para oferecer um melhor resultado em cada tratamento.

Para que serve a moxabustão? Quais doenças ela trata?

Terapia de moxabustão

O moxabustão ajuda a tratar doenças através do calor. É responsável por ajudar a promover uma melhor circulação sanguínea, o que, por sua vez, elimina os sintomas de frio interno ou desconforto geral.

Leia também: Experimente estes remédios naturais para melhorar a circulação

Pode tratar doenças muito variadas, sejam agudas ou crônicas ou problemas digestivos. Entre estes encontramos:

  • Problemas ginecológicos ou dores menstruais
  • Diarreia ou constipação
  • Lesões esportivas
  • Cansaço ou fadiga
  • Falta de concentração ou memória
  • Disfunção sexual
  • Ondas de calor durante a menopausa
  • Má circulação

Entre os benefícios da moxabustão, destacam-se os seguintes:

  • Previne doenças.
  • Promove a circulação de energia e sangue.
  • Aquece os meridianos ou canais de energia.
  • Elimina o frio e aquece o sangue.
  • Acalma a dor, graças às suas propriedades analgésicas.
  • Gera anticorpos.
  • Produz glóbulos vermelhos, glóbulos brancos e hemoglobina.

As sessões

Às vezes, o uso da moxabustão é utilizado como terapia única. No entanto, nos casos de doenças que apresentam maior dificuldade, utiliza-se o uso de terapias complementares, como a eletroacupuntura.

Uma vez que o paciente tenha sido diagnosticado, o terapeuta decide que tipo de tratamento deve ser aplicado. É assim que o tempo da sessão é definido, e pode durar de 20 minutos a meia hora.

Dependendo do tipo de charuto aplicado na terapia, o terapeuta realiza as técnicas manualmente nos meridianos que apresentam os problemas do corpo.

Se o problema persistir, serão usadas caixas de artemísia, que podem cobrir várias áreas do corpo, que se aquecerão até que haja melhora.

Métodos de aplicação da moxabustão

Moxabustão

  • Charutos de artemísia ou moxa: queimando uma barra perto do ponto de acupuntura.
  • Cones de artemísia: colocando um pequeno cone diretamente sobre a pele.
  • Cone de artemísia com gengibre: é feito com a ajuda com uma rodela de gengibre, pelas propriedades tônicas e revitalizantes que possui. Coloca-se entre a pele e o cone de artemísia.
  • Cone de artemísia com alho: é geralmente usado em processos infecciosos causados ​​por agentes externos devido ao seu efeito antisséptico.
  • Moxa com sal: geralmente é aplicado no umbigo. Entende-se que o umbigo é o meridiano médio da energia, exercendo assim um maior equilíbrio.
  • Em acupuntura: uma moxa é acesa sobre a agulha de acupuntura com a ajuda de um incenso para melhorar os processos terapêuticos.
  • Caixa de moxabustão: é uma caixa de madeira em que a moxa é acesa para que tenha maior cobertura e melhor precisão. Particularmente usado na região lombar ou no abdômen.

A escolha do método de terapia ou sessão será de acordo com a doença ou desconforto que o paciente tiver. Hoje existem equipamentos especializados que ajudam a gerar o calor, substituindo os charutos de artemísia.

Contribuições da moxabustão para a saúde

Acupuntura

Com o tempo, a medicina tradicional chinesa foi levada em conta para o tratamento alternativo de doenças crônicas ou comuns que costumamos desenvolver.

Embora os campos científicos ainda não endossem este tipo de medicina como sofisticada ou segura quando se trata de mostrar resultados, ela se provou benéfica para os pacientes que foram tratados.

A moxabustão, por ser um ramo da acupuntura, trata a doença desde a raiz. É por esse motivo que vem ganhando força no campo da medicina alternativa.

Além disso, a moxabustão pode ajudar a melhorar a vida de pacientes com câncer, uma vez que favorece o sistema imunológico e estimula a energia vital nos órgãos do corpo.