Meu filho não me escuta

20 de julho de 2018
Muitas crianças ignoram seus pais quando estão conversando com eles. Aqui mostraremos como você pode fazer o seu filho te obedecer.

Essa é uma frase comum entre as mães: “meu filho não me escuta”. É a frase típica de uma mãe que tentou de tudo para se comunicar efetivamente com seu filho e não conseguiu. No entanto, isso não é o fim do mundo.

Você pode conseguir uma boa comunicação com seu filho, mas deve analisar como você faz isso para determinar o que está faltando e assim melhorar. Dessa maneira, além do seu filho te escutar, você também o escutará.

É completamente normal que as crianças, principalmente quando são pequenas, não escutem. Isso acontece devido a vários fatores. Um deles é que seu filho pode estar muito focado em suas atividades e não prestar atenção em você. Quando isso acontece, é melhor que você se aproxime e, de uma maneira agradável, peça a ele que te dê alguns minutos de atenção para conversar.

Outro fator que influencia é você mesma. Lembre-se de que você é a principal referência dele, portanto, se o seu filho falar com você e você não o escutar, ou se o seu pequeno constantemente implorar por sua atenção, algo está errado.

Se você não parar para escutá-lo, não espere que ele o faça. A primeira coisa que você deve fazer é reforçar a comunicação entre mãe e filho e dar um bom exemplo.

A importância da comunicação entre mãe e filho

Se você já está cansada de dizer: “meu filho não me escuta”, continue lendo. A comunicação é a base de todos os relacionamentos. É extremamente importante que haja uma boa comunicação entre você e seu filho. Certamente, você já pensou em mais de uma oportunidade que seu filho não te conta as coisas que ele faz. Recomendamos que, para o seu filho te contar os problemas dele, você também conte os seus.

Recomendamos ler: Meu filho é a minha fraqueza e a razão pela qual sou forte

Filha que não quer escutar sua mãe

Se desde cedo você cria um ambiente de confiança, no qual todos os membros da família podem conversar e contar o que aconteceu durante o dia, você reforçará a comunicação dentre de casa. Se você estabelecer esse hábito desde cedo, quando a criança entrar no estágio da adolescência, ela acabará contando as coisas naturalmente.

Manter a conexão com seu filho melhora muito o relacionamento familiar. Há muitos aspectos que fazem com que os relacionamentos fluam normalmente, mas vocês estarem conectados é essencial.

Meu filho não me escuta: o que estou fazendo de errado?

O problema é que, geralmente, você expressa suas ideias como seus pais faziam. No entanto, a criança que você tem à sua frente pertence à outra geração, com hábitos e costumes diferentes, portanto, recebe as mensagens de uma maneira diferente. Seu filho aprender a te escutar dependerá de dois aspectos fundamentais: como você transmite a mensagem e como a criança a recebe.

Não é complicado conseguir que seu filho preste atenção em você. Mas você deve ter em mente que isso não é alcançado de um dia para o outro. A paciência e perseverança devem ser fundamentais neste processo.

1. Meu filho não presta atenção em mim

Por mais que você o considere apático, é preciso entender que as razões pelas quais seu filho não a escuta não são sempre as mesmas. Às vezes, você dá uma ordem e ele ouve, mas finge que não prestou atenção. Este é um ato de desobediência.

Filha nãe escutando a mãe

Mas em outros casos, ele pode estar concentrado fazendo sua atividade favorita e sua atenção está focada em outra coisa, deixando você em segundo plano. Portanto, primeiro identifique a causa da falta de atenção e depois aja sobre ela.

2. Meu filho não me escuta, mesmo que eu repita as coisas

Você deve saber e compreender que não há nada mais tedioso para seus filhos do que receber uma ordem repetida. A criança não se sentirá motivada porque ouviu a mesma coisa várias vezes. Pelo contrário, as coisas novas sempre surpreendem.

Se você for inovadora e criativa ao mandar seu filho para fazer alguma coisa, então você terá uma nova oportunidade de ter sua mensagem ouvida. Altere o conteúdo, as palavras e a maneira de se expressar. Desta forma, você não aborrecerá seu filho e ele te obedecerá mais facilmente.

3. Meu filho não me escuta quando eu grito

O grito é sinônimo de desespero e falta de paciência. As crianças são muito inteligentes, e quando veem essa reação em você, elas entendem facilmente que conseguiram tirar você do sério. Como mãe, a pior coisa que você pode fazer em situações que saem do controle é perder a paciência.

Confira essas 8 dicas para educar seus filhos

Filha que não quer escutar sua mãe

Ao aumentar o tom da sua voz, você só estará dizendo que está chateada. Esta não é a mensagem que você quer passar para o seu filho. Apesar do seu desconforto, você deve deixá-lo ciente sobre o que ele fez de errado e como ambos podem melhorar as coisas.

4. Meu filho fica chateado com qualquer coisa que eu fale

Você deve aprender a se comunicar. Identifique as palavras que seu filho gosta. Não é falar por falar; é saber dizer certas coisas para que elas gerem uma ação positiva em seu filho. Mas a comunicação emocional tem seus limites. Não seja uma daquelas mães que conversam com o filho o tempo todo como se fosse um bebê. Ele é uma pessoa que cresce dia após dia e deve assumir as responsabilidades por seus atos.

Conclusão

Você não dirá mais: “meu filho não me escuta”. Fazer com que seu filho a escute e preste atenção em você não é complicado. Você deve entender que a educação que você proporciona a ele nessa idade será a base de toda a sua vida. Se você o ensina a ouvir e saber como se comunicar de forma eficaz, será muito mais fácil que o relacionamento entre mãe e filho seja estável e forte. Lembre-se de que você também deve escutá-lo.

Recomendados para você