Jovem cria mochilas solares para crianças que não têm eletricidade

Diante da falta de oportunidades para as crianças no Quênia, esta moça forneceu mochilas solares para crianças e mudou suas vidas.
Jovem cria mochilas solares para crianças que não têm eletricidade

Última atualização: 17 fevereiro, 2022

Existem detalhes que fazem a diferença na vida de muitas pessoas. Esse foi o caso de uma jovem que criou mochilas solares para crianças que não têm eletricidade em sua comunidade. Sem dúvida, isso foi mais do que um pequeno detalhe, porque o que ela fez foi incomparável.

É uma mochila que está integrada com um painel solar. Este, por sua vez, carrega uma lâmpada LED que é muito útil e necessária para os pequenos quando viajam na estrada que liga as suas casas à escola.

Convidamos você a conhecer como foi realizada essa incrível proposta e o benefício que as mochilas solares representam para muitas crianças locais.

Mochilas solares para crianças: uma mudança positiva

Uma lâmpada com luzes LED é o fator de mudança que garante que os pequenos possam continuar seus estudos. Caso contrário, muitos seriam forçados a abandonar a escola.

Por esta razão, uma garota chamada Salima Visram criou o Soular BackPack. Seu objetivo era claro e conciso: fornecer o apoio que as crianças do Quênia, na África, precisavam para continuar frequentando a escola.

O Soular BackPack é capaz de carregar enquanto caminham longas distâncias, de casa à escola. Dessa forma, a bateria serviria para fornecer energia elétrica a elas por aproximadamente cinco horas. Assim, esse complemento permite que elas continuem estudando quando chegarem em casa.

Estas mochilas são compostas por um pequeno painel, uma lâmpada LED economizadora de energia e, claro, um local para guardar material escolar.

Inicialmente, esta ferramenta inovadora foi entregue aos habitantes de Kikambala. Uma área que Salima conhecia de perto e que se destaca por ser uma das mais marginalizadas. Bons resultados foram observados neste primeiro teste, uma vez que a exposição ao sol por 4 horas proporcionou até 8 horas de iluminação.

Salima, uma jovem com visão para ajudar

A jovem que criou mochilas solares para crianças no Quênia encontrou neste projeto uma forma de mudar a vida de toda a comunidade. E é que ela observou que as famílias dependiam estritamente de combustível e outras substâncias inflamáveis para poder ter um pouco de luz.

Isso, além de representar um grande perigo para todos devido ao risco de sofrer um incêndio, também implica um gasto significativo para poder adquiri-lo. Considerando que há muitos que vivem com menos de um dólar por dia, Salima achou essa ideia uma criação magnífica. As mochilas solares representam uma oportunidade inigualável em meio de uma situação complexa para todos.

Se os jovens não tiverem eletricidade. Como eles podem fazer a lição de casa? Como eles avançarão na escola e sairão da necessidade em que vivem?

~ Salima Visram ~

Mudar a vida de alguém pode ser simples

Salima Visram é uma jovem de uma família de classe alta, com possibilidades para ter uma boa vida. No entanto, ela foi capaz de ver as deficiências com as quais outras pessoas viviam e não ficou de braços cruzados. As mochilas solares para crianças no Quênia mudaram suas vidas e garantiram um futuro melhor para elas.

Às vezes, não é necessário ter riqueza para ajudar os outros. O importante é ser solidário e ajudar as pessoas a encontrar soluções que, no longo prazo, gerem impacto positivo.

Ainda não sabe como ajudar alguém que está sofrendo? Muitas vezes, quando não temos muitos recursos para apoiar financeiramente, até mesmo uma conversa pode ser suficiente para provocar uma mudança na outra pessoa.

This might interest you...
Valores em casa: a chave para uma geração de sucesso
Melhor Com Saúde
Leia em Melhor Com Saúde
Valores em casa: a chave para uma geração de sucesso

Valores são crenças fundamentais que nos guiam para tomamos decisões e escolhas. Eles geralmente condicionam nossas ações e nossa atitude em relaçã...



  • Torres, R. M. (2006, September). Derecho a la educación es mucho más que acceso de niños y niñas a la escuela. In Ponencia presentada en el X Congreso Nacional de Educacion Comparada ‘‘El derecho a la educacion en un mundo globalizado’’, Sociedad Espanola de Educacion Comparada, San Sebastian, Espana (pp. 6-8).