Hortelãzinho: benefícios e muito mais

6 de janeiro de 2019
O poejo, mais conhecido como hortelãzinho, é uma planta medicinal com propriedades extraordinárias muito benéficas para o organismo. Pode agir como emagrecedor, calmante, e sua infusão tem um sabor muito agradável.

O poejo, também conhecido como hortelãzinho, é uma planta aromática do gênero Mentha. Teve sua origem na Ásia Ocidental, na bacia do Mar Mediterrâneo. Seu caule pode medir entre 30 e 40 centímetros. Suas folhas são de cor verde escura e suas flores são pequenas, de cor roxa.

Atualmente o hortelãzinho é uma erva amplamente utilizada para infusões. Contém minerais como potássio e fósforo, além de propriedades medicinais muito favoráveis ​​para o organismo. Seu sabor requintado pode ser realçado com algumas gotas de limão, um pouco de mel, entre outros ingredientes.

Benefícios do hortelãzinho

  • A infusão de hortelãzinho é perfeita para aliviar os problemas relacionados ao sistema digestivo.
  • Serve como relaxante, expectorante, antigripal e favorece o emagrecimento.
  • Melhora a cicatrização.
  • A infusão ajuda no início do período menstrual em casos de irregularidade.

Usos do hortelãzinho

Chá de hortelãzinho

  • O hortelãzinho é amplamente utilizado para aliviar dores e problemas de estômago. A infusão é digestiva graças às suas propriedades antiespasmódicas. Contribui para o controle de cólicas e flatulências.
  • Uma infusão de hortelãzinho é ideal como um relaxante; não só como um calmante de estômago, mas também como um calmante contra o estresse. O delicioso aroma e sabor do hortelãzinho ajudam a reduzir o nervosismo. É perfeito para tomar antes de dormir e descansar ao máximo. 
  • Esta infusão serve como um expectorante natural. É altamente recomendado para limpar as vias respiratórias. Ajuda a desinfetar e aliviar as secreções acumuladas nos pulmões. Portanto, é ideal para ser usado em caso de bronquite.
  • Ajuda a combater resfriados. É o substituto perfeito de qualquer antigripal, e muito melhor, por ser natural. Graças às propriedades desta planta, uma infusão de hortelãzinho pode aliviar desconfortos e dores nas articulações e no corpo. Além disso, é ótimo para diminuir a febre.

Efeitos calmantes, emagrecedores e curativos

Óleo de hortelãzinho

  • Uma das propriedades mais destacadas desta infusão é a de emagrecimento. É recomendável tomá-la se quiser perder peso ou se estiver fazendo dieta. É a ajuda adicional perfeita para queimar gordura. Claro, sem uma dieta e um programa de exercícios, a infusão não será de grande ajuda.
  • A planta também pode ser aplicada de forma tópica para limpar feridas e cortes, o que pode impedir que se infectem e possam se curar corretamente.
  • Além disso, ajuda a aliviar dores menstruais e a combater infecções vaginais.

Como preparar uma infusão de hortelãzinho?

Hortelãzinho

É muito fácil preparar uma infusão de hortelãzinho. A primeira coisa que você deve saber é que existem duas maneiras de prepará-la: você pode comprar saquinhos comerciais ou prepará-la com folhas naturais. Esta última opção é a mais recomendada para usufruir de seus benefícios ao máximo.

Preparação

  • Ferva a água, pode ser em um bule ou em uma panela. O aconselhável é usar água potável.
  • Coloque o saquinho de infusão, ou 4 a 5 folhas da planta.
  • Desligue o fogo e aguarde cerca de 5 min até diminuir a temperatura um pouco para tomar.
  • Adicione um pouco de açúcar ou adoçante. No entanto, se você quer consumir essa infusão para perder peso, é melhor não adoçar.

É importante ter em mente que o consumo excessivo desta infusão pode causar efeitos colaterais. Deve ser consumida com moderação, pois pode causar dor de garganta, transpiração excessiva, sede, dor de cabeça e diarreia. Se você tiver algum desses sintomas, é melhor consultar um médico.

  • Allama, S., Kruegera, D., Demirb, I. E., Ceyhanb, G., Zellerc, F., & Schemanna, M. (2015, November 15). “Extracts from peppermint leaves, lemon balm leaves and in particular angelica roots mimic the pro-secretory action of the herbal preparation STW 5 in the human intestine”,  Phytomedicine, 22(12), 1063-1070
  • McKay DL, Blumberg JB., “A review of the bioactivity and potential health benefits of peppermint tea (Mentha piperita L.)”, Phytother Res. 2006 Aug;20(8):619-33.
  • Masoumi SZ, et al., “Evaluation of mint efficacy regarding dysmenorrhea in comparison with mefenamic acid: A double blinded randomized crossover study”, Iran J Nurs Midwifery Res. 2016 Jul-Aug;21(4):363-7. doi: 10.4103/1735-9066.185574.