Fatores que causam prisão de ventre

· 3 de janeiro de 2018
Você sabia que fatores como o estresse, o sedentarismo ou seguir uma dieta desequilibrada, podem ser os desencadeantes da constipação, assim como de outros problemas digestivos?

Quando nos referimos à constipação, costumamos relacionar esse transtorno com uma má alimentação ou com questões genéticas. No entanto, existem alguns fatores que causam prisão de ventre que provavelmente vão nos surpreender.

Descubra neste artigo as causas desconhecidas da constipação para superar este mal de uma vez por todas, sem ter que recorrer aos laxantes.

Prisão de ventre aguda ou crônica

Na hora de diagnosticar e tratar a prisão de ventre, é fundamental definir se é um problema pontual, causado por uma situação temporária, ou se é um problema de saúde que nos incomoda há anos.

No caso da prisão de ventre aguda, alguns remédios naturais podem ser muito eficazes desde o primeiro dia:

  • Sementes de chia
  • Sementes de linhaça
  • Uvas-passas
  • Kiwi
  • Maçã com casca
  • Psyllium
  • Agar agar

Se sofremos de um caso crônico, podemos analisar os seguintes fatores que causam prisão de ventre para determinar o que pode estar por trás do problema.

Fatores que causam prisão de ventre

1. Nervosismo e estresse

Mulher angustiada

Quando estamos estressados ou enfrentamos qualquer situação emocional difícil de suportar, o sistema nervoso se altera, o que influi de forma negativa no funcionamento geral do nosso organismo.

Não temos noção de até que ponto os nossos nervos afetam a nossa saúde.

A solução, nesses casos, não consiste em tomar laxantes, mas em equilibrar o sistema nervoso, com os seguintes dicas:

  • Alimentação variada, rica em frutas e vegetais crus, alimentos integrais e gorduras de boa qualidade (abacate, oleaginosas, sementes, azeite de oliva, óleo de coco, etc.).
  • Suplementos que ajudam a equilibrar o sistema nervoso: levedura de cerveja, gérmen de trigo, pólen, spirulina, magnésio.
  • Plantas medicinais relaxantes: melissa, passiflora, valeriana, tilia.
  • Terapias e exercícios relaxantes, massagens, ioga, tai chi, alongamentos, danças, etc.

2. Falta de proteína na dieta

Este fator é um dos menos conhecidos: Uma alimentação com alto teor de carboidratos e pouca proteína pode causar prisão de ventre, mesmo com a ingestão de fibras.

Isso pode ser um problema para algumas pessoas vegetarianas ou veganas que não seguem uma dieta equilibrada. No entanto, a solução não está em comer muita proteína, e sim em buscar fontes de boa qualidade.

Muitos alimentos de origem vegetal contêm proteína:

  • Leguminosas
  • Oleaginosas
  • Sementes
  • Abacate
  • Cereais integrais

3. Excesso de carne

Limite o consumo de carnes

Se considerarmos o outro extremo, as dietas que têm um alto teor de carnes e embutidos também favorecem a prisão de ventre, especialmente se consumimos também gorduras de má qualidade (frituras, alimentos pré-cozidos, etc) e pouca fibra vegetal.

A carne rica é em gordura (carne vermelha, embutidos), além disso, inflama seu intestino e pode causar câncer.

4. Desidratação permanente

Beber pouca água tem graves consequências para a saúde e pode levar ao surgimento de muitos transtornos, como, por exemplo, a prisão de ventre.

Para evacuar as fezes, nosso organismo precisa de um certo grau de hidratação. Quando as fezes têm a forma de pequenas bolas, é muito provável que a causa principal seja a desidratação.

5. Nível alto de estrogênio em mulheres

Mulher sentindo cólica

Os níveis hormonais de estrogênio em mulheres podem estar relacionados à prisão de ventre crônica.

Quando a mulher deixa de ter prisão de ventre justo nos dias antes da menstruação e inclusive durante o sangramento, é sinal de que a causa é hormonal. Isso porque nesse período os níveis de estrogênio são mais baixos.

Um dos melhores remédios para regular os níveis de estrógeno é o vitex, que podemos tomar como chá ou em comprimidos.

6. Sedentarismo

A falta de exercício e passar a maior parte do dia sentados afeta de forma muito negativa os movimentos peristálticos do intestino.

Devemos nos mover regularmente e praticar alguma atividade física mais intensa, pelo menos duas vezes por semana.

7. Abuso de laxantes e medicamentos

Remédios e pílulas num prato

Os laxantes irritantes e alguns tipos de medicamentos destroem a delicada flora bacteriana do nosso intestino e alteram completamente o seu funcionamento.

Sempre que possível, devemos substituir esses medicamentos por alternativas naturais e não irritantes, além de tomar suplementos (durante algum tempo) para regenerar a flora intestinal.

8. Problemas no fígado

Quando o nosso fígado não funciona bem por vários motivos, seja por alguma doença hepática, ou por um excesso de toxinas no nosso organismo, os sais biliares deficientes impedem o bom funcionamento do intestino.

Alguns remédios muito benéficos são os seguintes:

  • Cardo mariano
  • Boldo
  • Alcachofra
  • Suco de limão com azeite de oliva em jejum

Seria conveniente, além disso, fazer uma desintoxicação periodicamente.

Agora que você já conhece estes fatores que causam prisão de ventre, revise seus hábitos para evitá-los em seu dia a dia e não ter que enfrentar este problema tão incômodo.