Faça sua própria loção anti-mosquitos caseira e natural

· 23 de janeiro de 2018
A loção anti-mosquitos caseira é muito eficaz e não inclui ingredientes tóxicos, embora devamos ter cuidado se apresentarmos alergia a qualquer um dos seus componentes e, nesse caso, suspender a aplicação

Se você olhar para os ingredientes da sua loção anti-mosquitos você verá que eles contêm alguns componentes que podem ser prejudiciais para a saúde.

A melhor opção é encontrar um produto natural sem componentes tóxicos que repelem efetivamente esses insetos.

Neste artigo, ensinaremos como preparar uma loção anti-mosquitos caseira e com ingredientes naturais como a citronela, o eucalipto azul ou o gerânio egípcio. Experimente!

Loção anti-mosquitos convencional

Sua loção anti-mosquito convencional contém alguns componentes que podem ser tóxicos para sua saúde.

Estas substâncias penetram a nossa pele através dos poros e atingem a corrente sanguínea, pudendo danificar o funcionamento de diferentes órgãos.

Em seguida, destacamos os componentes com maior toxicidade.

DEET

Moça aplicando uma loção anti-mosquitos caseira

Muitos repelentes de insetos contêm um ingrediente chamado N, N-dietil-meta-toluamida (DEET). Ele é muito eficaz, mas pode ser tóxico no longo prazo para o sistema nervoso central.

Isto até o ponto de alterar o comportamento e inibir a atividade de uma enzima muito importante, acetilcolinesterase.

Alguns estudos confirmam que também podem causar irritação e vermelhidão na pele, bem como entorpecimento com efeito semelhante ao da anestesia.

Você quer saber mais? 4 repelentes caseiros contra os mosquitos

DMP

Outro componente não saudável é o ftalato de dimetilo (DMP), presente tanto em repelentes quanto em perfumes. Isso tem a função de aumentar a sua permanência quando os aplicamos.

No entanto, como efeitos colaterais para a nossa saúde podem danificar a função do fígado e os rins, além de prejudicar o embrião na gravidez.

Parabenos

Mulher aplicando uma loção anti-mosquitos caseira

Os parabenos não estão apenas presentes em repelentes, mas também em muitos cosméticos e produtos de cuidados pessoais.

Eles atuam como conservantes para evitar a proliferação de bactérias e fungos. No entanto, mais e mais produtos especificam que estão livres de parabenos devido ao seu efeito nocivo, especialmente em termos de alergias e alterações hormonais.

Loções Anti-mosquitos caseiras e naturais

Os principais ingredientes naturais que repelem mosquitos são esses três óleos essenciais:

Citronela de Java

É o anti-mosquito natural mais conhecido e se destaca pelo seu aroma particular de citrinos. No entanto, devemos procurar essa variedade, originalmente da Indonésia, se quisermos obter uma loção que seja eficaz.

Eucalipto azul

Eucalipto para preparar uma loção anti-mosquitos caseira

Se nossa pele for sensível, podemos optar por eucalipto azul, que também é muito eficaz, mas com menos risco de irritação da pele.

Seu efeito anti-inflamatório também é muito útil para acalmar o desconforto das mordidas que já temos.

Gerânio do Egito

A doce fragrância do gerânio é a opção mais suave, mas também efetiva. É a melhor escolha para crianças, desde que respeitemos a adequada diluição.

No caso de bebês, podemos usá-lo bem diluído em roupas ou em um lençol, de modo que ele atua como um repelente sem necessidade de ser aplicado sobre a pele.

Você quer saber mais? Os 10 melhores óleos essenciais para cuidar da beleza

Loção anti-mosquitos caseira

Você pode preparar sua própria loção anti-mosquitos caseira de forma muito simples, seguindo estes passos.

Ingredientes

  • ½ xícara de álcool, de preferência álcool cetoestearílico, que é o único que não seca ou irrita a pele (100 ml)
  • 50 gotas de óleo essencial de citronela, eucalipto azul ou gerânio, ou combinadas (se for uma loção para crianças será suficiente com 30 gotas).

Se preferirmos que a nossa loção seja em formato de creme, em vez do álcool cetoestearílico, podemos usar a mesma quantidade de gel de aloe vera (que tem um efeito calmante e refrescante) ou óleo de coco (que alimenta a pele e lhe dá suavidade).

Recomendamos sempre a escolha de óleos essenciais puros, bem rotulados com a informação específica do óleo (parte da planta, método de extração, quimiote, etc.).

Desta forma, evitaremos as essências químicas que são vendidas de forma semelhante, mas que não são naturais nem têm propriedades terapêuticas.

O que deve fazer?

  • Em um recipiente com uma tampa, misture bem os ingredientes.
  • Mantenha-os em uma garrafa escura, para manter intactas as propriedades dos óleos essenciais.
  • Pode usá-lo por duas semanas, no máximo.

Aplicação

  • Embora seja um produto muito eficaz, por ser natural, teremos que repetir a aplicação a cada duas ou três horas. No entanto, esse tempo variará de acordo com a pessoa.
  • Devemos sempre evitar os olhos, a boca e outras áreas sensíveis do corpo.
  • Além disso, devemos estar alertas para qualquer possível reação aos óleos essenciais.