Esclerose múltipla: 14 sinais de alerta que você deve conhecer

· 21 de maio de 2017
É possível que, antes de receber um diagnóstico médico da doença, os pacientes afetados pela esclerose múltipla apresentem alguns sinais que possam dar pistas sobre o desenvolvimento da mesma.

Uma das doenças mais difíceis de solucionar para a ciência é a esclerose múltipla, pois suas causas ainda são um mistério para a neurologia.

É possível que, em alguns casos, a esclerose múltipla seja difícil de detectar. Em outros, seus sintomas são tão abrasivos que não há dúvidas sobre sua existência.

O que agora se sabe é que essa doença se apresenta em maior proporção em mulheres e em pessoas entre 20 e 40 anos.

Principais sinais de alerta da esclerose múltipla

Observe com cuidado estes sintomas que causam alerta no aparente desenvolvimento da esclerose múltipla.

Ainda que cada um deles possa implicar outra coisa, quando se apresentam em conjunto, você deve buscar a opinião de um especialista.

1. Fraqueza

As pessoas acometidas por esta doença se sentem cansadas e se deslocam lentamente, sobretudo por causa do cansaço nas pernas.

É importante observar se pessoas normalmente ativas, do nada, começam a se sentir cansadas sem motivo aparente.

Leia também: 5 conselhos para evitar câimbras nas pernas

2. Falta de equilíbrio

cansaco-exercicios

Este sintoma se apresenta com tremores ao caminhar e instabilidade para se manter de pé. É como se fosse um desmaio, e as pessoas perdem o equilíbrio de repente.

Antes de se preocupar, você deve se assegurar de que não há outros fatores de saúde que estejam causando o problema.

3. Coordenação instável

Quando se nota dificuldade no domínio das extremidades.

Os braços não conseguem se esticar quando se deseja, e as pernas começam a desobedecer as ordens do cérebro para seus movimentos. Caminha-se de maneira desajeitada.

4. Descontrole das mãos

dar-as-maos

Se a doença estiver no início, é muito notório o descontrole das mãos.

Você vai identificar este problema porque não conseguirá pegar os objetos com elas ou terá dificuldades para sustentá-los.

5. Espasticidade muscular

É muito provável que os músculos se tensionem, causando dor e câimbras.

Já que este sintoma ocorre em outros tipos de problemas de saúde, como a diabetes, é importante que um especialista solicite exames para descartar outras condições.

6. Problemas da visão

problemas-de-visao

É o sintoma mais claro, e se apresenta com os seguintes problemas:

  • Movimentos oculares involuntários
  • Visão borrada
  • Neurite
  • Visão dupla
  • Perda permanente da visão, em casos muito raros

Praticamente, pode-se dizer que a pessoa perde o controle visual.

7. Alterações sensoriais

Aparecem formigamentos, inchaço ou até sensação de queimação na pele.

Esse tipo de sensação também é comum nos casos de problemas graves de circulação, portanto, você deve observar com que regularidade aparecem e descartar outras causas.

8. Alterações da fala

As pessoas modulam as palavras com dificuldade, como se as arrastassem, com uma lentidão evidente.

Percebe-se um problema ao falar que antes não ocorria. Custa aos pacientes se comunicar com fluidez e clareza.

9. Cansaço

cansado-extremo

A fadiga é um dos sintomas que mais problemas gera nos pacientes com esclerose múltipla.

Ao se manifestar, impede uma atitude positiva no caso de sermos diagnosticados com a doença, pois o paciente perde o interesse pelas atividades da vida diária, percebida como um esforço permanente na hora de realizarmos as atividades diárias que antes não eram problema.

10. Incontinência

O controle dos esfíncteres se torna um desafio para quem começa a desenvolver esta doença. Muitos dos pacientes apresentam:

  • Esvaziamento incompleto dos intestinos e da bexiga ou em momentos inadequados.
  • Excesso de vontade de urinar. Assim como na diabetes, provoca uma necessidade de micção noturna muito frequente.

11. Sexualidade

problemas-sexo

A esclerose múltipla praticamente acaba com o desejo sexual. Nos homens, ocorre a ejaculação precoce.

As mulheres deixam de ter uma vida sexual ativa por causa da perda de sensações prazerosas, e vivenciam a diminuição da lubrificação.

12. Alterações cognitivas

Ocorre a falta de memória a curto prazo, assim como da concentração e discernimento.

A capacidade de análise vai se degradando pouco a pouco, até chegar ao ponto da pessoa não entender, às vezes, situações triviais de fácil compreensão.

Visite este artigo: 6 soluções naturais para preservar a memória

13. Tremores

A pessoa pode apresentar episódios de espasmos musculares sem explicação alguma, nos quais o corpo treme como se sentisse frio, mesmo no calor.

14. Pontadas na pele

Além das sensações já mencionadas, uma das mais desagradáveis e dolorosas é a de agulhas ou alfinetes contra a pele.

Quem sofre com essa doença sente como se estivesse sendo atacado por agentes perfurantes que causam uma dor terrível.

Preste atenção nos sintomas para evitar o avanço da esclerose múltipla

Como se pode ver, a esclerose múltipla é uma doença que gera uma grande quantidade de sintomas que diminuem a qualidade de vida da pessoa.

Ainda que, atualmente, não exista uma forma de preveni-la, os neurologistas recomendam a exposição solar nas primeiras horas da manhã, para que o corpo possa sintetizar melhor a vitamina D.

Em muitos casos, a deficiência dessa vitamina foi detectada nos pacientes.

Agora que você já conhece os sintomas, mantenha-se alerta para identificá-los e consulte seu médico diante de qualquer suspeita.