Dicas para diminuir o consumo excessivo de café

17 de janeiro de 2019
Se você quiser parar com o consumo de café em excesso é importante que não o substitua por outro vício, mas aprenda algumas técnicas para poder ficar sem ele de maneira saudável. 

O consumo excessivo de café se tornou um hábito para muitas pessoas. É uma bebida que nos faz sentir relaxados e despertos por causa de seu conteúdo de cafeína que provoca hiperatividade.

Uma ou duas xícaras por dia está bem. No entanto, o problema começa quando você tem um consumo excessivo de café.

Você quer descobrir como pode abandonar este hábito, substituindo-o por opções mais saudáveis?

O consumo de café em excesso

Café negro em excesso

Tudo com moderação é saudável, mas quando abusamos do consumo de alguma coisa, já não conseguimos parar. Isso acontece porque nosso corpo acaba tolerando o excesso. Desta forma, ele quer mais para que o café produza o mesmo efeito quando o bebemos pela primeira vez.

O consumo excessivo de café aumenta a atividade do organismo, a mesma que pode causar leve à uma alteração nervosa, ansiedade, e até taquicardia. Isto é, pode levar a problemas de saúde.

Existem casos de pessoas cujo sistema nervoso é alterado. Pode afetar o sono, a disposição e, em alguns casos, causar a síndrome das pernas inquietas, ou a doença de Willis-Ekbom. Esta síndrome é de origem neurológica, e produz desejos incontroláveis ​​de mover as pernas, por causa da sensação de formigamento e queimação.

O café também contém kahweol e cafestol, substâncias que aumentam o chamado “colesterol ruim” (LDL) no sangue.

Deixar de tomá-lo de um dia para o outro pode causar alguns sintomas de abstinência, como dor de cabeça, mau humor, ou fadiga. Por estas razões propomos parar o consumo excessivo de café de maneira progressiva.

Como reduzir o consumo de café

Tente algumas dessas ideias para evitar tomar café o dia todo:

1. Diminuir a quantidade

A primeira coisa a fazer com essa decisão é reduzir o número de xícaras por dia. Se você toma cinco xícaras por dia, diminua para quatro durante alguns dias, depois três, e assim por diante.

Desta forma você não sentirá abstinência ou ansiedadeSeu corpo não precisa de tantas xícaras de café por dia. Uma ou duas serão suficientes para lhe dar energia, ou fazer com que você se sinta satisfeito.

2. Combine com leite

É uma maneira de reduzir o consumo da substância tão pura ou forte. Se você continuar a servi-lo no mesmo copo e tomá-lo combinado com leite para torná-lo menos concentrado, estará consumindo menos cafeína.

Se você não tolera o leite, então prepare-o com mais água. A ideia é que a ingestão de cafeína seja reduzida, por isso é uma boa alternativa.

Descubra: Um estudo revela a hora mais adequada para tomar a primeira xícara de café

3. Beber descafeinado

Mude o seu café com cafeína para um descafeinado. Embora o último contenha as mesmas substâncias que aumentam o colesterol, você estaria deixando de ingerir a cafeína, que é a causa do efeito viciante.

Uma vez que afaste o componente viciante do café da sua vida, será mais fácil parar ou diminuir a dose. Não se preocupe com o sabor deste tipo de café, pois não varia muito.

4. Troque o café

Nos momentos de tempo livre no trabalho, troque a xícara de café por uma fruta, um suco, ou qualquer outro lanche que seja mais saudável.

Experimente uma maçã para ver os resultados, mas, sem dúvida, ficará surpreso quando perceber que a água é o melhor substituto.

Quando você sentir vontade de tomar café, consuma imediatamente uma alternativa saudável. Você deve fazer isso conscientemente, e não substituir o café por outro vício.

Leia este artigo: Como preparar um creme natural de café para o contorno dos olhos

5. Tire uma soneca

Para diminuir o consumo de café em excesso, beba devagar

Se o motivo pelo qual você toma café é manter-se acordado, é melhor tirar uma soneca entre 15 e 25 minutos para se recuperar. Os resultados serão mais favoráveis ​​porque o café o mantém acordado, mas não colabora com a sua concentração, nem faz você se sentir descansado.

Não negue ao seu corpo o direito de descansar como ele merece. Lembre-se que não dormir o suficiente causará o aparecimento de fadiga, e outras doenças.

É importante que, durante o processo de acabar com o consumo excessivo de café, você mantenha algum remédio para dor de cabeça. É muito comum sofrer de enxaqueca durante os primeiros dias.

Recomendações finais

O chá não deve ser considerado uma alternativa para interromper o consumo de cafeína, porque embora seja mais saudável, é também viciante e contém teína. Esta substância é tão forte quanto a cafeína.

É aconselhável dormir 7 ou 8 horas por noite, para recuperar o corpo e carregá-lo com energia e vitalidade. Desta forma, permaneceremos ativos durante o dia, sem depender de substâncias que nos mantenham acordados e alertas.

Ter uma dieta equilibrada é essencial para evitar o consumo excessivo de café. Coma no horário, e faça um lanche no meio da manhã e no meio da tarde para evitar o estresse e a ansiedade, que muitas vezes nos levam a pensar em tomar uma xícara de café.

A hidratação é importante para manter os órgãos internos em bom estado de funcionamento. Dois litros de água são, em média, a quantidade que devemos fornecer diariamente para o nosso corpo.

No entanto, o médico é quem deve indicar o quanto cada pessoa precisa, de acordo com seu peso e condições orgânicas.