Curiosidades sobre a saliva

Estima-se que, ao longo de nossas vidas, produzamos cerca de 40.000 litros de saliva. Esta substância natural tem inúmeras funções. Saiba mais sobre elas a seguir.
Curiosidades sobre a saliva

Última atualização: 03 Abril, 2021

A saliva é aquele líquido claro produzido nas glândulas salivares da boca. Estas são glândulas que se encontram em cada bochecha, sob a mandíbula e na frente da boca. Elas produzem saliva continuamente.

Embora nunca pensemos nele, este líquido tem muito mais funções do que imaginamos. Não serve apenas para ajudar a digerir os alimentos e sermos capazes de nos alimentar. A saliva participa de vários processos, como a manutenção da saúde da boca.

É constituída quase inteiramente por água, embora tenha diferentes substâncias que respondam por apenas 1% do total. Na verdade, a saliva é um bom indicador da concentração de algumas substâncias em nosso corpo – como certas drogas.

Neste artigo, vamos explicar algumas curiosidades sobre a saliva. Certamente você deve desconhecer muitas das suas características e a importância que ela tem em nosso corpo.

Quanta saliva nós produzimos?

Nossas glândulas salivares produzem saliva continuamente, embora sua quantidade varie de acordo com certos estímulos. Na verdade, os picos de produção ocorrem antes, durante e após as refeições. Essa quantidade costuma ser reduzida durante o sono.

No total, produzimos quase um litro e meio de saliva todos os dias. A fome não é o único estímulo que atua sobre a saliva; ela também aumenta em situações de estresse ou durante as relações sexuais.

Existem certas situações que causam exatamente o contrário: uma diminuição na secreção de saliva, como fumar um cigarro ou consumir maconha. Isso leva a um desequilíbrio que prejudica a saúde dos dentes e da boca.

Quais são as funções da saliva na boca?

Como já mencionamos, esse líquido transparente é essencial para a saúde bucal. Isso ocorre porque ele atua como um antibacteriano natural. A saliva contém muitas substâncias que nos defendem contra infecções, como uma proteína chamada estaterina.

Por outro lado, é responsável por regular o pH da nossa boca. Evita que a acidez aumente muito e prejudique os dentes e a mucosa. Também funciona como lubrificante, atuando como uma espécie de proteção contra qualquer lesão.

Mulher colocando a língua para fora

É necessária para o paladar

Dentro dessa pequena porcentagem que não é água, encontramos certas substâncias que são responsáveis ​​por ativar as papilas gustativas. Estes são os receptores que estão na língua e que são responsáveis ​​por desencadear a sensação do paladar.

Esses receptores funcionam apenas em meio líquido. A saliva os umedece e permite que desempenhem suas funções corretamente. É por isso que saboreamos a comida. Porém, quando temos uma quantidade baixa de saliva, não conseguimos sentir essa sensação.

A saliva contém uma substância opioide

Os opioides são substâncias feitas de ópio e que são usadas como analgésicos. Alguns exemplos são a morfina e a heroína. Uma das curiosidades é que, na nossa saliva, encontramos a opiorfina. 

A opiorfina atua como um analgésico natural e está relacionada à sensação de prazer que sentimos ao comer, entre outras coisas. Parece ser seis vezes mais potente do que a morfina. Seu possível uso como tratamento está sendo investigado.

Higiene bucal

Tem um papel importante na sexualidade

Já mencionamos antes que a quantidade de saliva aumenta durante a relação sexual ou excitação. Essa não é a única maneira de intervir em nossa sexualidade. Alguns cientistas afirmam que esse fluido também é um importante mecanismo de comunicação hormonal.

Quando beijamos alguém, há uma troca desse fluido entre nós. Parece que a concentração de diferentes hormônios pode atuar para aumentar a excitação da outra pessoa.

Para concluir, deve-se notar que a saliva pode ser um bom indicador de certos processos patológicos. Até mesmo sua diminuição é um dos primeiros sintomas que aparecem em certas doenças ou síndromes, como a síndrome de Sjögren. Portanto, devemos estar atentos e cuidar da saúde da nossa boca.

Pode interessar a você...
Os 5 possíveis primeiros sintomas do câncer de língua
Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
Os 5 possíveis primeiros sintomas do câncer de língua

O câncer de língua é um dos tipos de câncer menos frequentes. Confira os 5 possíveis primeiros sintomas do câncer de língua neste artigo.