Criança que respeita os mais velhos se torna um adulto melhor

As crianças que são estimuladas desde cedo com atitudes e contexto de respeito, paciência e cortesia se tornam em sua maioria adultos mais sensatos, éticos e cordiais.
Criança que respeita os mais velhos se torna um adulto melhor

Última atualização: 27 maio, 2022

Uma criança que não respeita os mais velhos se torna um adulto frustrado, pois não saberá lidar com os inúmeros “nãos” vindos da sociedade.

O comportamento humano é pautado por exemplos que, quando bem estruturados na infância, formam cidadãos mais conscientes. Os valores que são estabelecidos na memória de uma criança permanecem e se transformam ao longo da vida. Além disso, fortalecem a importância do respeito por tudo, mesmo que sejam coisas ou pessoas diferentes.

Crianças que não respeitam pais e avós crescem mimadas e acham que podem conseguir qualquer coisa que quiserem com o mau comportamento. Porém, o mundo não funciona assim.

Uma criança que não respeita os mais velhos terá maior tendência a desrespeitar outras pessoas na vida adulta.

Além disso, mesmo durante a infância essa criança acabará sendo isolada, por ser considerada chata ou até malvada pelos coleguinhas.

O respeito é um dos pilares da sociedade

Ensine seu filho a respeitar o colega que senta ao seu lado, a professora, o porteiro da escola, os avós. Não porque são mais velhos ou mais novos, mas porque todos merecem respeito.

Ensine seu filho sobre respeito respeitando-o. Ele tem opiniões, gostos e ideias que talvez sejam diferentes das suas. Se você não souber lidar com isso, jamais conseguirá ensinar sobre respeito como um sentimento positivo e não como submissão ou medo.

Muito mais do que aquilo que falamos é o que fazemos.

Criança que respeita os mais velhos se torna um adulto melhor

No entanto, é essencial que os pais da criança também respeitem os mais velhos e disseminem esse comportamento para as mais diversas pessoas. Por isso, os pais devem demonstrar tolerância com opiniões divergentes e abandonar preconceitos.

Ligue e visite seus pais e avós regularmente, mostrando aos seus filhos como se deve agir. Outra opção interessante é levar os pequenos para conhecer alguma casa de repouso, fazendo companhia, conversando e entendendo essas pessoas especiais que vivem tão sozinhas.

Dessa forma, a criança absorverá melhor esses ensinamentos e saberá como agir futuramente. Isso fará com que ela se inclua melhor na escola, na faculdade ou no trabalho.

Uma criança que respeita os mais velhos poderá se adaptar muito melhor à vida em sociedade na infância e adolescência e até mesmo na inserção à vida adulta! Afinal, crianças que cultivam respeito possuem menor tendência a serem frustradas ou causar problemas.

Pode interessar a você...
Educar não é criar, mas ajudar as crianças a se criarem
Melhor Com Saúde
Leia em Melhor Com Saúde
Educar não é criar, mas ajudar as crianças a se criarem

Educar não é criar, porque quando criamos, limitamos, impedindo que as crianças sejam autênticas e únicas. Vamos refletir sobre isso?