Como limpar a casa se tiver animais de estimação

· 3 de fevereiro de 2019
Quem avalia em levar um animal para casa teme que a limpeza de cada um dos cômodos será coisa do passado. Na verdade, é possível viver com um mascote e manter a casa limpa; aqui deixamos algumas recomendações úteis.

A esse ponto, os benefícios de viver com animais, para quem gosta deles, são inegáveis. No entanto, tem um aspecto que nunca devemos deixar passar: a higiene na casa. Para ajudar nisso, mostramos alguns conselhos para limpar a casa caso tenha animais.

As mascotes que encabeçam a lista de popularidade são os cachorros e os gatos. Estes são adoráveis e podem trazer muita felicidade e carinho tanto para crianças quanto para adultos. No entanto, também costumam ser portadores de sujeira e bactérias; é uma consequência inevitável de sua pelagem e seu modo de vida.

Posto que nosso organismo funciona diferente do deles, é necessário tomar certas medidas para preservar a higiene de nossa casa. Os seguintes conselhos apontam precisamente para isso: aprenda como limpar sua casa caso tenha animais.

Dicas para limpar a casa caso tenha animais

Para poder combinar perfeitamente o fato de ter uma mascote que te acompanhe e uma casa saudável, recomendamos seguir estas sugestões:

1. Conserve seus elementos limpos

Ainda que não seja necessário lavar o prato ou bebedouro do cachorro junto com nossa louça, temos que fazê-lo periodicamente para evitar o acúmulo de bactérias e até mofo. Com relação a estes objetos, o melhor é não colocá-los na cozinha: lembre-se que podem armazenar restos de pelos e saliva.

Se seu cachorro ou gato tem uma caminha, tente fazer com que seja de material impermeável. Deste modo, poderá aplicar água ou panos úmidos para uma limpeza mais efetiva.

Recomendamos que você leia também: Saiba mais sobre os grandes benefícios dos animais de estimação para a família

2. Não deixe seu sofá sujo

É recomendável limpar a casa depois de deixar entrar os animais

Existem animais que se apropriam de tudo. O sofá, geralmente, costuma ser sua primeira conquista. Devemos considerar que se trata de uma superfície na qual podem ficar aderidas muitas partículas, como o pelo.

De qual maneira podemos evitar sofrer estas consequências? Tem dois caminhos: o primeiro é comprar para sua mascote um mini sofá para que o converta em seu espaço de relaxamento e descanso.

A segunda, caso a primeira não seja do seu agrado ou já é muito tarde para acostumá-lo, é comprar um protetor para o sofá. Depois, somente bastará lavá-lo semanalmente para manter a área despejada de partículas nocivas para a saúde.

3. Cuidado com os produtos

Às vezes, os humanos têm problemas de saúde causados pelos fortes químicos de alguns produtos de limpeza. Imagina o efeito que estes podem causar em um cachorro, cujo olfato é muito mais sensível?

Por este motivo, é extremamente recomendado que tenha cuidado com os produtos que for comprar. Pode consultar com um veterinário ou em uma loja de produtos de limpeza sobre artigos que sejam aptos para serem usados quando existam animais de companhia habitando na casa.

Se preferir buscar opções mais naturais, não se esqueça dos queridos bicarbonato de sódio, vinagre branco, sal, limão, entre muitos outros. São a melhor opção para muitos problemas; serão perfeitamente úteis para limpar a casa caso tenha animais.

4. Lave-os periodicamente

Depois de dar banho no mascote é recomendável limpar a casa

Certamente, cada animal e cada raça tem uma frequência recomendada para os banhos. Nesse sentido, os gatos podem – e devem – passar mais tempo sem um banho.

Por outro lado, os cachorros precisarão sim de um de forma periódica. De todas as formas, tampouco é bom se exceder, já que certas raças, como por exemplo o Shar Pei, apenas precisam de um par de banhos por ano.

Sem dúvida, a melhor medida para ficar bem informado é consultar o veterinário para conhecer especificamente os requerimentos de seu bicho nesta área.

Por outro lado, não se esqueça do pelo. Escove sua mascote periodicamente e também aspire tapetes e outras superfícies nas quais possam ficar pelos acumulados, principalmente nas épocas de muda.

Finalmente, se seu cachorro sai para o quintal com assiduidade, não seria uma má ideia lavar rapidamente as patinhas antes de deixá-lo entrar em casa. Se você deixa um recipiente com água próximo a entrada e uma toalha para secar, o fará em questão de minutos. Lembre-se de premiá-lo se se comporta e se deixa limpar.

Não deixe de ler: Benefícios para a saúde de ter um animal de estimação

5. Combata o mau cheiro

Sem dúvida, os cheiros do animal vão se acumulando por toda a casa. É claro que isso não contribui para a higiene de uma casa, nem tampouco para a saúde de seus donos.

Em suma, para evitar este problema, recomendamos que dê banho à mascote regularmente, como comentamos antes. No entanto, pode ser que isso não seja o suficiente.

Nesse caso, pode usar elementos como o bicarbonato de sódio, o vinagre ou até mesmo o álcool para limpar móveis e outras superfícies a fundo. Também pode ser útil combinar as substâncias com limão, um desodorante natural muito potente. As flores aromáticas são outra grande ideia; por exemplo, o alecrim ou a lavanda.

Finalmente, com estas simples sugestões, poderá limpar sua casa caso tenha animais e deseje conviver sem nenhum problema em um ambiente saudávelLembre-se de que a limpeza periódica e evitar o acúmulo de objetos e sujeira é primordial.