Como fazer iogurte natural em casa?

22 Novembro, 2019
Preparar nosso próprio iogurte em casa é a forma mais saudável de consumir esta sobremesa sem termos que nos preocupar com possíveis aditivos que possam pôr nossa saúde em risco.

Se há um produto que é maravilhoso para a flora intestinal, sem dúvidas, é o iogurte, embora algumas pesquisas, como esta realizada pelo Centro Médico Universitário VU (Holanda), enfatizam a necessidade de novas melhorias em relação a esse alimento.

Por que se conformar com o que há no supermercado quando você pode fazer uma versão do jeito que você gosta, sem conservantes e ingredientes escondidos?

Dizem que para que as coisas fiquem bem feitas, devemos fazê-las nós mesmos. Quer um iogurte caseiro econômico e fácil de preparar? Então mãos à obra!

O iogurte não é nada mais do que leite fermentado, ou seja, com milhões de bactérias que se transformam em ácido lático.

Se você se envolve no preparo, pode controlar os ingredientes, principalmente a quantidade de açúcar e os conservantes.

O objetivo é que seja benéfico para a saúde e que tenha a segurança de que o produto que consome não tem ingredientes industrializados.

As empresas enchem os iogurtes de corantes e aromatizantes para dar sabor, aroma e uma cor que nos prende, mas isso também pode ser prejudicial.

Não há nada como saborear uma deliciosa consistência cremosa misturada com frutas e ver como se tinge de forma natural.

Fique tranquila! Se cozinhar não é a sua praia, não se preocupe, porque a receita para fazer iogurte natural em casa é muito simples.

A chave está em três passos: coloque, misture e espere. É só isso!

Como fazer iogurte natural

Iogurte natural feito em casa

Os ingredientes que você precisa são:

  • 2 litros de leite integral
  • ½ xícara de iogurte natural sem açúcar (100 g)
  • 1 colher de sopa de açúcar (10 g)

Preparo

  • Coloque o leite integral em uma panela e aqueça. Não deixe ferver, já que isso mudaria o sabor do iogurte. Mantenha durante 10 minutos a uns 90 ºC para que pasteurize.
  • Logo antes de ferver, desligue o fogo e deixe esfriar. Com a ajuda de um termômetro, verifique para que esteja a uns 40 ºC. Caso não tenha termômetro, coloque o dedo mindinho no leite e se puder contar 20 segundos sem se queimar, está no ponto!
  • Adicione a colher de açúcar e mexa de forma uniforme.
  • Coloque o iogurte e bata muito bem até obter uma mistura homogênea.
  • Despeje em um molde e cubra com papel alumínio para depois envolver com um pano de prato.
  • Deixe o molde bem coberto durante 4 horas para que comece o processo de fermentação.
  • Abra e escorra o soro que se soltou e, com a ajuda de uma colher, bata a mistura.
  • Finalmente, coloque-o em um recipiente com tampa e deixe na geladeira durante a noite.
  • Ao acordar, você terá o seu iogurte!

Recomendações

  • O iogurte e o leite devem estar frescos.
  • Ao adicionar o iogurte, o leite não deve estar frio, já que as bactérias precisam de calor, mas também não deve estar muito quente, porque se destroem. No entanto, existem bactérias do leite resistentes ao calor e que, segundo este estudo da Technological of Higher Studies de Ecatepec (México), poderiam servir para o desenvolvimento de culturas de inibidores de micro-organismos patogênicos.
  • Por nenhum motivo interrompa o processo, uma vez que esteja coberto.

Benefícios do iogurte caseiro

Fazer iogurte natural em casa

  • Contém nutrientes como: potássio, vitamina A, fósforo e cálcio. Altos níveis de proteína.
  • Por ser uma fonte rica de cálcio, previne a osteoporose, como declarado neste estudo da Universidade Estadual do Michigan (Estados Unidos).
  • Acredita-se que eles melhoram o sistema imunológico, de acordo com este estudo realizado pela Vanderbilt University School of Medicine (Estados Unidos). No entanto, recomenda-se cautela, devido à falta de estudos suficientes.
  • Limpa a flora intestinal e permite que os nutrientes sejam melhor absorvidos.
  • Reduz o colesterol no sangue e evita o risco cardiovascular. Isto é afirmado neste estudo pela Tianjin University of Traditional Chinese Medicine (China).
  • Trata a gastroenterite e diarreia, de acordo com este estudo do Hospital Regional da Universidade Carlos Haya (Espanha).
  • Suas propriedades beneficiam a pele graças ao ácido lático. Este estudo publicado pela Biblioteca Nacional de Medicina e Institutos de Saúde dos Estados Unidos confirma isso.

Além disso…

  • Os probióticos equilibram os linfócitos, além de regular a produção de citocinas (como sugerido por este estudo da Universidade de Granada) que regulam a função das células. Isso ajuda a controlar a intolerância à lactose, de acordo com a Universidade Oberta da Catalunha neste estudo.
  • Combate o sobrepeso e a obesidade.
  • Infecções vaginais? Graças aos lactobacilos que ocorrem na fermentação do iogurte natural, eles impedem a multiplicação das bactérias em caso de contrair um fungo. De fato, essas propriedades foram verificadas em um estudo publicado pelo Centro Médico Judaico de Long Island nos Annals of Internal Medicine, que concluiu que a ingestão diária de 233 ml de iogurte rico em Lactobacillus acidophilus diminuiu a colonização e a infecção por candidíase.
  • O iogurte não pode faltar após o exercício devido às suas altas quantidades de proteínas e carboidratos.

Você precisa de outro motivo para fazer o seu próprio iogurte natural em casa? Experimente seguir os passos para fazê-lo em casa e veja por si mesmo todos os seus benefícios para a saúde. Você vai adorar!

  • Hilton, E., Isenberg, H. D., Alperstein, P., France, K., & Borenstein, M. T. (1992). Ingestion of yogurt containing Lactobacillus acidophilus as prophylaxis for candidal vaginitis. Annals of Internal Medicine. https://doi.org/10.7326/0003-4819-116-5-353
  • Yang, Y. J., & Sheu, B. S. (2012). Probiotics-Containing Yogurts Suppress Helicobacter pylori Load and Modify Immune Response and Intestinal Microbiota in the Helicobacter pylori-Infected Children. Helicobacter. https://doi.org/10.1111/j.1523-5378.2012.00941.x
  • Adolfsson, O., Meydani, S. N., & Russell, R. M. (2004). Yogurt and gut function. American Journal of Clinical Nutrition.
  • Tribby, D. (2009). Yogurt. In The Sensory Evaluation of Dairy Products. https://doi.org/10.1007/978-0-387-77408-4_8