Como aliviar a dor durante o parto

3 de outubro de 2019
Fazer exercício durante a gravidez e praticar técnicas de relaxamento pode ajudar a diminuir a dor durante o parto. Além disso, controlam a ansiedade e o estresse desse momento.  

Não existe uma fórmula mágica para aliviar a dor durante o parto. No entanto, existem algumas técnicas que promovem o relaxamento para aumentar a tolerância à mesma. Embora sua gravidade varie em cada mulher, em geral todas desejam estar mais preparadas para enfrentá-la.

A dor é causada pela contrações dos músculos e pressão sobre o colo do útero. Algumas a comparam a cólicas menstruais severas, enquanto outras sentem uma pressão intensa que se estende para os lados, coxas e costas.

Em qualquer caso, é um sintoma constante que pode ir aumentando, principalmente quando acompanhado pelo estresse e a ansiedade do momento. Por isso é conveniente aprender como lidar com ela de forma natural, para que o parto não seja tão traumático. Descubra como conseguir.

Dicas para aliviar a dor durante o parto 

A dor durante o parto é uma resposta do corpo às repetidas contrações sofridas pelo útero para facilitar o movimento do bebê. Sua gravidade varia em cada mulher, mas pode levar a um estado de exaustão, que às vezes prolonga o nascimento.

Por esse motivo, há algum tempo se promovem alguns hábitos e métodos terapêuticos que reduzem a tensão. Estes têm como objetivo preparar a mãe antes de dar à luz para que o enfrente com calma e, mais a tolerância à dor. Descubra-os!

Faça exercício físico regularmente 

Exercícios para aliviar a dor do parto

Um dos melhores hábitos para aliviar a dor durante o parto é o exercício físico. Embora não seja conveniente adotar rotinas intensas durante a gravidez, é bom realizar algumas atividades de baixo impacto que fortaleçam o solo pélvico e mantenham a resistência física.

Sua prática regular prepara o corpo para o estresse do trabalho de parto e diminui o risco de complicações e lágrimas. Além disso, favorece a recuperação pósparto, e é fundamental para manter um peso adequado.

De qualquer forma, siga um conselho: consulte o seu médico sobre os tipos de exercícios que você pode fazer em cada estágio da gravidez. Tente fazê-lo sob a supervisão de um profissional para evitar posturas erradas ou movimentos arriscados.

Ducha quente 

O parto na água é um método que foi estendido como alternativa para reduzir as dores desse momento. No entanto, a imersão em água não é recomendada até a fase de dilatação. Por isso, para reduzir o desconforto você pode tomar um banho quente.

Uma boa dica é tomar um banho quente, acompanhada pelo seu parceiro ou alguém em quem você confia, se houver alguma emergência.

Leia: 10 coisas que você precisa levar ao hospital para dar à luz

Respiração profunda 

Mulher grávida

Em alguns hospitais são ensinadas técnicas de relaxamento algumas semanas antes do parto. Seu objetivo é ajudar a preparar a futura mãe para aprender a lidar com a dor quando chegar a hora de dar à luz. Também reduz a tensão muscular e aumenta a sensação de tranquilidade.

É aconselhável realizar exercícios de respiração profunda e pausada, e você deve tentar se concentrar o máximo possível.

Massagem 

A aplicação de uma massagem suave em alguns pontos estratégicos do corpo pode ajudar a aliviar a dor durante o parto. É melhor aplicá-las nos pés, pernas e costas, para minimizar o desconforto causado pela tensão.

Peça ao seu parceiro ou membro da família para lhe fazer uma massagem suave. Evite massagear áreas sensíveis para evitar complicações. Se desejar, use instrumentos complementares para fazer massagens.

Não perca: As mulheres precisam de um ano para se recuperar após o parto

Compressas quentes 

Se a dor do parto se estender para a região lombar e os quadris, o uso de compressas quentes pode ajudar a reduzi-la. A aplicação direta do calor tem um leve efeito analgésico que diminui esse sintoma.

Para fazer isso, aqueça no micro-ondas uma bolsa térmica de sementes e aplique-a com cuidado. De modo opcional, molhe um pano em água quente e faça o mesmo procedimento.

Caminhar e fazer movimentos 

Os movimentos livres podem ser úteis para aliviar a dor durante o parto. Ficar na cama pode ser muito estressante, por isso o melhor é caminhar e fazer alongamentos simples e de baixo risco. Isso diminui a ansiedade e acalma a sensação de tensão.

Você pode caminhar pelo corredor do centro hospitalar ou levantar da cama e fazer movimentos suaves. Evite ficar na cama por um longo tempo ou na mesma posição.

Por fim, lembre-se de que é benéfico ter uma pessoa confiável ao seu lado. Peça ao seu parceiro para estar presente, ou procure apoio de um membro da família. Em muitos casos, a companhia reduz a necessidade de intervenções como cesarianas, e o uso de anestesia peridural.