Com que idade a esclerose múltipla pode aparecer?

03 Agosto, 2020
A esclerose múltipla é uma doença do sistema nervoso. É autoimune e crônica, e pode aparecer em qualquer idade, embora ocorra com mais frequência em jovens adultos.
 

A esclerose múltipla é uma das doenças desmielinizantes, um conjunto de patologias do sistema nervoso que tende a afetar jovens adultos. Abaixo, contaremos tudo o que você precisa saber sobre isso e com que idade ela tem mais tendência a aparecer.

O que é a esclerose múltipla?

A esclerose múltipla é uma doença neurológica, ou seja, afeta o sistema nervoso. Ela danifica principalmente a mielina, uma substância que cobre os axônios dos neurônios e os protege, tornando a transmissão nervosa mais rápida.

Se a mielina for afetada, toda a transmissão de impulsos nervosos também será.

Acredita-se que essa doença seja causada por uma mistura de fatores genéticos e ambientais. Se for herdada, existe uma predisposição para sofrer dessa patologia.

Também é uma condição autoimune, o que significa que as próprias células da pessoa afetada atacam sua mielina.

Por ser uma doença crônica, não há cura. Atualmente, uma pessoa com esclerose múltipla tem uma expectativa de vida semelhante a uma pessoa saudável, mas sempre viverá com a doença.

Com que idade a esclerose múltipla pode aparecer?

Com que idade costuma aparecer?

Como a maioria das doenças autoimunes, a esclerose múltipla afeta mais as mulheres do que os homens. Além disso, costuma aparecer em adultos jovens, principalmente entre 20 e 40 anos.

 

Embora seja mais comum aparecer nessas idades, pode afetar qualquer pessoa, desde a infância ou a adolescência, ou também mais tarde na vida. Até 10% das pessoas com esclerose múltipla têm seu primeiro surto antes dos 18 anos.

Embora o prognóstico dessa condição dependa de vários fatores, principalmente do tipo de doença que cada paciente apresenta, a idade de início também interfere na evolução. Portanto, as pessoas nas quais a patologia se manifesta pela primeira vez em uma idade mais avançada têm um prognóstico pior e a manifestação é mais agressiva.

Leia também: Esclerose múltipla: 14 sinais de alerta que você deve conhecer

Quais formas existem?

As formas da esclerose múltipla dependem da maneira como a doença progride. Assim, distinguimos diferentes tipos:

  • Remitente recorrente: é a forma clássica. A doença se manifesta através de surtos. Quando a pessoa não está em um surto, ela não apresenta sintomas.
  • Primária progressiva: em vez de apresentar surtos, desde o início a pessoa apresenta sintomas que progridem ao longo do tempo.
  • Secundária progressiva: é uma combinação das anteriores. Nela, os pacientes apresentam sintomas que evoluem desde o início. Além disso, são adicionados surtos nos quais os sintomas são piores.
Esclerose múltipla: pessoa na cadeira de rodas
 

Sintomas e diagnóstico

Os sintomas dessa doença podem ser muito variados e diferentes de uma pessoa para outra. Alguns dos mais comuns são os seguintes:

O diagnóstico dessa doença será baseado na clínica de cada paciente. Alguns testes adicionais também serão necessários, como análises do líquido cefalorraquidiano, ressonância magnética ou estudos do impulso nervoso.

Você também pode se interessar: As doenças autoimunes mais frequentes

O que você deve saber sobre a esclerose múltipla

É uma doença autoimune do sistema nervoso. Como já dissemos, é uma doença que costuma aparecer pela primeira vez em adultos jovens, entre 20 e 40 anos, e é mais comum em mulheres, embora possa afetar ambos os sexos.

É uma doença crônica para a qual ainda não temos nenhum medicamento de cura. No entanto, existem tratamentos destinados a impedir que os surtos apareçam e desacelerar a evolução da doença, para que os sintomas não piorem.

Por isso, em caso de suspeita ou aparecimento dos sintomas, você deve ir ao médico para confirmar o diagnóstico e estabelecer o tratamento apropriado o mais rápido possível.

 
  • Lilia N-O, Sergio S-S. Esclerosis múltiple. Vol. 8, Rev Mex Neuroci. 2007.
  • Actualización: esclerosis múltiple [Internet]. [cited 2020 May 10]. Available from: http://scielo.isciii.es/scielo.php?pid=S1131-57682001000900002&script=sci_arttext&tlng=pt
  • Qué es la Esclerosis Múltiple · Esclerosis Múltiple España [Internet]. [cited 2020 May 10]. Available from: https://www.esclerosismultiple.com/esclerosis-multiple/que-es/