Amar alguém comprometido: erros que cometemos

Se a pessoa que amamos foi infiel com sua parceira conosco, por que ele não nos enganaria, também, se a ocasião surgir?

Amar alguém comprometido é uma situação muito delicada. Não é possível evitar se apaixonar por alguém comprometido, no entanto, temos que estar cientes do que isso implica.

Muitas vezes o amor nos cega de tal forma que caímos em erros que nem percebemos. Amar alguém comprometido é uma situação que apresenta várias nuances arriscadas, que podem até terminar em tragédia.

Se não tivermos cuidado, esta situação pode nos prejudicar muito, assim como a outras pessoas.

Hoje, vamos descobrir alguns erros que cometemos quando nos encontramos na situação de amar alguém comprometido. Isso já aconteceu com você?

Erros mais comuns ao amar alguém comprometido

Esperar que o outro relacionamento termine

Homem esperando, sentado numa cadeira

Pode parecer um pouco grosseiro, mas quando amamos alguém comprometido, às vezes acontece da outra pessoa nos dizer coisas como: “Eu penso em deixar minha namorada/noiva/esposa“, “Estou procurando o momento certo“, “Se eu tivesse a chance”, …

Ao ouvirmos esse tipo de promessa velada, criamos a esperança de que isso nos permitiria iniciar um relacionamento com essa pessoa que amamos, mas que agora tem outro relacionamento.

No caso da pessoa nos dizer claramente que não pretende deixar a sua parceira ou parceiro atual, não faria sentido esperar nada. Nós é que decidiríamos aceitar sermos “os outros” ou romper com o relacionamento.

No entanto, o primeiro caso é o que mais acontece. Temos que estar cientes de que, se depois de alguns meses a situação não mudou, a espera é em vão.

Muitas pessoas passam anos esperando que a pessoa por quem são apaixonadas rompam seu relacionamento. No entanto, dado o prolongamento no tempo, é claro que isso não acontecerá, não importa o quanto eles jurem que farão isso.

Portanto, é importante não cair no erro de esperar por algo que não virá, mesmo que nos digam as palavras que queremos ouvir.

Tentar machucar

Mulher manipuladora com homem na grama

Esta é uma situação comum quando amamos alguém que já tem um parceiro: talvez, inconscientemente, tentemos magoar o outro. De que maneira?

Talvez sintamos saudade da pessoa por quem nos apaixonamos, e o desejo que seu relacionamento se dissolva nos faz querer “azedar” seu relacionamento anterior ou até “jogar uma praga” para arruinar a vida do adversário ou adversária.

Frases como “se ele/ela age desse jeito, não te ama mais“, “ele/ela está usando você“, “talvez ele/ela também esteja tendo um caso” … são exemplos de como podemos tentar fazer a pessoa com quem estamos romper com seu parceiro anterior.

Agindo dessa forma, mesmo inconscientemente, não permitimos que a outra pessoa tome suas decisões por si mesma. Enchemos sua cabeça com pensamentos prejudiciais que irão levá-lo a duvidar e, com certeza, discutir com seu parceiro ou parceira.

Isso não faz nada além de prejudicar. Um tremendo dano. Não estamos sendo sinceros, e também não estamos dando a oportunidade à pessoa de quem gostamos de agir livremente.

Estamos tentando manipular a situação para que ela tome uma decisão a nosso favor.

Acreditar que a pessoa que amamos será fiel

Homem e mulher sendo infieis

Este é um dos erros que mais podem nos enganar. Imaginamos que, se a pessoa que amamos romper seu relacionamento, ela será fiel a nós.

Talvez seja assim, mas devemos ter em mente que essa pessoa estava sendo infiel com seu parceiro ou parceira conosco. Portanto, houve uma falta de respeito nesse relacionamento.

Percebemos que tipo de valores tem a pessoa com quem agora estamos? Esperamos que ele ou ela aja de forma diferente conosco porque somos “especiais”?

Temos que ter muito cuidado com as expectativas que colocamos naquela pessoa que amamos, mas que traiu um parceiro anterior.

Se foi infiel com seu parceiro ou parceira, por que seria fiel a nós?

Amar uma pessoa que já tem um parceiro é uma situação delicada que pode nos desgastar se esperamos um rompimento que nunca virá, que pode nos prejudicar ao abalar a outra relação, e que pode nos fazer sofrer, se começarmos enfim um relacionamento e a pessoa for infiel novamente.

Como você acha que devemos agir em uma circunstância assim, em que é inevitável amar alguém comprometido?

Recomendados para você